conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil prende autores de latrocínio e evita novo roubo em Várzea Grande

Publicado

Os suspeitos são apontados como integrantes de um grupo criminoso envolvido na prática de roubos nos bairros Jardim dos Estados, Jardim Glória e Jardim Paula I

Assessoria/Polícia Civil-MT

Dois criminosos identificados como autores do latrocínio ocorrido no mês de janeiro, em Várzea Grande, foram presos pela Polícia Civil nesta sexta-feira (12.02), em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos do município (Derf-VG). Os suspeitos foram presos pouco antes de executar o roubo a uma clínica médica na região central da cidade e foram autuados em flagrante pelo crime de associação criminosa.

As diligências iniciaram após os investigadores da Derf-VG receberem denúncia sobre três integrantes de uma associação criminosa que planejavam um roubo a mão armada, que ocorreria na manhã desta sexta-feira (12), em que renderiam clientes e funcionários de uma clínica.

Segundo as informações, os suspeitos seriam os mesmos envolvidos no latrocínio que vitimou Djair Carneiro Barbosa, de 47 anos, ocorrido na madrugada 10 de janeiro de 2021, no bairro Jardim dos Estados, em Várzea Grande. Na ocasião, a família se preparava para sair em uma excursão quando foi rendida pelo grupo criminoso, que anunciou o roubo e efetuou o disparo de arma de fogo que tirou a vida da vítima.

Leia mais:  Policiais civis garantem pódio no 1º Campeonato de Parajiu-jitsu em Barra do Garças

Os suspeitos também estariam envolvidos em outro roubo, ocorrido no dia 03 de janeiro, quando levaram a pistola de uma agente prisional, um celular e um veículo.

Com base nas informações e para impedir o novo crime planejado pelos suspeitos, os policiais da Derf-VG inciaram diligências e conseguiram abordar o primeiro suspeito, que atuava como piloto de fuga do bando.

Questionado, ele confessou a atuação no grupo criminoso e revelou que os comparsas o esperavam para cometer o roubo à clínica. Os policiais continuaram as diligências para prender os outros dois criminosos e conseguiram capturar um deles. O terceiro investigado (já identificado), ao perceber a presença das equipes da Derf-VG, fugiu, entrando em uma área de mata.

Os dois presos foram conduzidos à Derf Várzea Grande, onde foram interrogados pela delegada Elaine Fernandes da Silva e depois autuados em flagrante pelo crime permanente de associação criminosa. A fotografia dos três suspeitos foi apresentada a uma testemunha do latrocínio, sendo dois deles reconhecidos como executores materiais do crime.

Um dos suspeitos estava com o mandado de prisão em aberto, que foi cumprido.

Leia mais:  Ladrões batem veículo furtado e abandonam na rodovia

Segundo a delegada, os suspeitos são criminosos contumazes que estavam aterrorizando a região dos bairros Jardim dos Estados, Jardim Glória e Jardim Paula I, com roubos a residências. “Os suspeitos agiam de forma associada, ficando um deles responsável pelo apoio logístico e segurança do lado de fora, enquanto os outros dois atuavam na prática dos roubos e abordagem das vítimas, sendo posteriormente o lucro dividido meio a meio”, explicou a delegada.

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Homem é preso por estuprar a própria neta

Publicado

por

Um homem de 48 anos, identificado como V.L.F., foi preso na noite desta quinta-feira (4) após estuprar a própria neta de sete anos de idade, em Rondonópolis (a 217 km de Cuiabá). A mãe da criança, filha do suspeito, procurou a polícia para denunciar o crime.

De acordo com informações do boletim de ocorrências, por volta das 21h50 de ontem (4) a mãe da vítima procurou a polícia e relatou que seu pai havia estuprado sua filha. O caso ocorreu no Bairro Nossa Senhora do Amparo, em Rondonópolis.

Segundo a mulher, a menina contou que o suspeito teria colocado a mão nas partes íntimas dela. Ela teria retirado a mão dele, mas ele continuou o abuso. A criança confirmou a história à PM.

Os militares então foram à casa do avô e conseguiram prendê-lo. Ele foi levado à delegacia e teria dado seu nome incompleto. Os policiais, porém, descobriram, pelo sobrenome da filha, que o suspeito possuía um mandado de prisão em aberto.

 

 

 

 

 

Fonte: Olhardireto

Comentários Facebook
Leia mais:  Ladrões batem veículo furtado e abandonam na rodovia
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana