conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil prende autor de roubos de postos de combustíveis em Nova Xavantina

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Procurado pela Justiça pela prática de roubos a estabelecimentos comerciais, Cleiton Oliveira Dias, 30, teve o mandado de prisão preventiva cumprido pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (19.10), no município de Nova Xavantina (645 km a Leste). Um simulacro de pistola utilizado nos crimes também foi apreendido na ação.

Identificado como autor de quatro assaltos cometidos em postos de combustíveis no último final de semana, os suspeito teve a ordem judicial de prisão preventiva decreta pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Nova Xavantina. Ele também responderá pelo crime de violação de domicílio.

Em diligências em buscas do suspeito, os policiais civis se depararam com ele transitando em uma bicicleta, pelo bairro Novo Horizonte. Na ocasião, foi pedido para Cleiton parar, no entanto, ele não obedeceu a solicitação e saiu em disparada.

Em seguida, o suspeito abandonou a bicicleta, pulou vários muros e invadiu uma residência. Ao perceber a presença dos investigadores no seu encalço, o acusado pulou novamente o muro e invadiu outras casas., porém acabou contido no cerco policial.

Leia mais:  Quatro delegados concluem Curso Superior de Polícia ofertado pela Polícia Militar

Na casa de Cleiton foi encontrado um simulacro de arma de fogo, do tipo pistola de cor preta, o qual era usado para praticar os assaltos. Ato contínuo Cleiton foi conduzido à Delegacia de Polícia de Nova Xavantina, onde foi interrogado.

Além do cumprimento do mandado de prisão preventiva por roubo, o preso responderá pelo crime de violação de domicílio.

 

 

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Delegados de Mato Grosso ganham o maior salário do Brasil

Publicado

Um levantamento realizado pelo Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindpesp) mostrou que os delegados de Mato Grosso são os que ganham o maior salário da categoria no país. O salário mensal de um delegado da Polícia Civil no estado é de R$ 24,5 mil.

Enquanto o salário dos delegados de Mato Grosso é o maior do país, o vencimento de escrivães e investigadores – as outras carreiras da Polícia Civil-, está bem longe do primeiro lugar.

Para os escrivães, profissionais responsáveis pelo registro de ocorrências e pela documentação das investigações, o salário é de R$ 5,5 mil, o 11º no ranking brasileiro.

Já para os investigadores, policiais que coletam provas sobre os crimes, localizam e interrogam suspeitos e mantém a segurança dos locais de investigação, o vencimento inicial é de R$ 5,5 mil, o 9º maior na comparação com o mesmo cargo em outros estados.

Dados da Polícia Civil mostram que no quarto trimestre de 2020 havia 400 cargos para delegados, porém, 158 estavam vagos. Já para escrivão de polícia, são 1,2 mil vagas, mas só 2.056 ocupados. E para investigador são 4 mil vagas, com 1.944 cargos vagos.

Leia mais:  PRF apreende em MT mais de meia tonelada de maconha

Por ser uma carreira típica de Estado, ou seja, que não podem ser substituída por profissional contratado, os cargos da Polícia Civil só podem ser ocupados através de concurso público. No entanto, para conseguir benefícios com o governo federal durante a crise, o Estado se comprometeu a não criar novos gastos até 2022, o que incluem os concursos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana