conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil prende 2 por associação criminosa e tentativa de fraude

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Dois homens foram presos pela Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), da Polícia Judiciária Civil, na tarde de sexta-feira (12.04), tentando retirar uma carga irregular do pátio de apreensão de madeira da Secretaria do Estado do Meio Ambiente (Sema), situada no bairro Jardim Industrial, em Cuiabá.

Os suspeitos, E.P. e A.A.P., que é funcionário terceirizado do depósito, foram autuados em flagrante pelos crimes de associação criminosa e tentativa de fraude.

Os investigadores da Dema foram acionados para averiguar uma denúncia, sobre um homem identificado como E.P. e que se apresentava como advogado, estaria em busca de uma carga de madeira apreendida no depósito da Sema, no bairro Jardim Industrial. 

E.P. possuía uma ordem expedida pelo juiz da Vara Especializada do Meio Ambiente, para restituição de uma carga de cabos de ferramentas. Porém, ele  já havia negociado toda a apreensão, descumprindo assim o documento judicial que autorizava somente os cabos de ferragens. 

Com base nas informações, os policiais civis foram até o depósito da Sema e lá  abordaran dois caminhões referentes a esse procedimento, já carregados com aproximadamente 40 metros cúbicos de madeiras. 

Leia mais:  Corpo de decorador é localizado e suspeito é preso por latrocínio

Em checagem foi verificado que a carga de madeira estava em desacordo com a decisão judicial apresentada por E.P., que  permitia a retirada somente de cabos de ferramentas. 

Diante dos fatos, E.P. e o funcionário terceirizado do local A.A.P., foram  conduzidos à Delegacia Especializada do Meio Ambiente. Ambos foram ouvidos e autuados em flagrante pelos crimes de associação criminosa e tentativa de fraude. 

Após a confecção dos autos os dois presos foram apresentados para audiência de custódia, ficando à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Polícia Civil prende suspeito de esfaquear vítima e largar ao lado de Pronto Socorro de Várzea Grande

Publicado

por

Assessoria |PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil esclareceu a autoria de um homicídio ocorrido no dia 31 de março de 2019, em Várzea Grande. A vítima Otaniel Monteiro dos Santos, 38 anos, foi deixada com perfurações de arma branca, em uma lanchonete ao lado do Pronto Socorro do município, local onde foi à óbito na noite do mesmo dia.

O suspeito foi identificado pelo nome de Willian dos Santos, 37 anos, Ele teve a prisão temporária (30 dias) representada nas investigações da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP) e cumprida na quinta-feira (18), na zona rural do município de Poconé, onde também responde por outro homicídio, em que uma pessoa morreu enforcada.

Testemunhas ouvidas no inquérito policial contaram que a vítima foi largada por desconhecidos na porta do estabelecimento, com muito sangramento. Quatro populares carregaram a vítima em um carrinho de mão, emprestado de uma obra vizinha, até o PSM-VG.

Na investigação, os policiais apuraram que a vítima foi deixada no local (lanchonete) por uma motocicleta, que após largá-la sangrando na calçada tomou rumo ignorado. Outras testemunhas também viram a vítima sendo largada no local e informaram que ela estava na garupa da motocicleta, muito debilitada e sem capacete, que logo saiu em alta velocidade, impossibilitando anotar a placa.

Leia mais:  Polícias Civil e Militar recuperam gado furtado e prende 4 pessoas em Chapada dos Guimarães

Foi apurado que o suspeito, Willian, residia com a vítima em uma das quitinetes no bairro Jardim Icaraí, em Várzea Grande.

Conforme o delegado Caio Fernando Álvares de Albuquerque, o homicídio foi praticado por motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa da vítima. “Demonstra haver indícios suficiente de autoria em face do suspeito. Era pessoa conhecida por todos que se encontravam no local”, disse.

O delegado acrescentou que a prisão temporária será representada pela conversão em prisão preventiva, por o suspeito ser réu confesso e reconhecido por testemunhas como autor das facadas.

 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana