conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil finaliza última etapa das correições presenciais nas 13 Delegacias Regionais de MT

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

A Diretoria de Interior da Polícia Civil de Mato Grosso finalizou nesta quinta (24.11), a última etapa das correições presenciais de 2021, realizadas nas Delegacias Regionais de Sinop, Alta Floresta e Guarantã do Norte.

O trabalho anual coordenado pelo diretor Walfrido Franklim do Nascimento tem como principal objetivo acompanhar a prestação de serviço das unidades, além de corrigir possíveis irregularidades nas atividades policiais desenvolvidas.

As correições presenciais das 13 Regionais: Água Boa, Alta Floresta, Barra do Garças, Cáceres, Guarantã do Norte, Juína, Nova Mutum, Pontes e Lacerda, Primavera do Leste, Rondonópolis, Sinop, Sorriso e Tangará da Serra iniciaram no mês de março, conforme cronograma pré-definido pela diretoria.

As ações envolvem o levantamento de dados referentes à estrutura física, patrimônio, viaturas, armamento, efetivo, procedimentos policiais instaurados e concluídos, apreensões (drogas, armas, veículos e objetos de origem ilícita), além dos índices de produtividade e atendimento prestado ao público.

A verificação das delegacias visa ao controle interno das atividades analisando as condições de trabalho, regularidade dos serviços prestados, eficiência, celeridade, pontualidade, adequação dos procedimentos no sistema GEIA, assim como tomar conhecimento de outras informações como denúncias, reclamações, sugestões e elogios.

Leia mais:  Quatro delegados concluem Curso Superior de Polícia ofertado pela Polícia Militar

Nesta última etapa da correição, o diretor de Interior visitou as obras de construção das novas delegacias dos municípios de Peixoto de Azevedo e Matupá, que estão bem avançadas e previstas para serem inauguradas em 2022.

Conforme o delegado Walfrido, apesar do déficit de servidores, as delegacias do interior têm desempenhado suas funções com eficiência, buscando o efetivo cumprimento dos seus regulamentos, aos princípios e funções institucionais.

“Durante a correição foi percebido que as equipes têm empenhado esforços para minimizar deficiências eventualmente existentes nas unidades, e também para desenvolver melhores condições de atendimento e celeridade, no trâmite dos procedimentos policiais e nos serviços prestados à população”, destacou o diretor.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Roubo de carga de carne de frigorífico é esclarecido e Polícia Civil cumpre mandados contra grupo investigado

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil, por meio da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), cumpriu nesta segunda-feira (06.12) mandados judiciais contra quatro suspeitos envolvidos no roubo de um caminhão com uma carga de carne, de um frigorífico em Várzea Grande. Foram cumpridas duas prisões e quatro buscas e apreensão.

Conforme a investigação da GCCO, no dia 15 de setembro, quatro criminosos abordaram o motorista do caminhão e seu ajudante, no início da manhã, na estrada da Guarita, no bairro 23 de Setembro. Armados, os criminosos anunciaram o roubo e levaram consigo o caminhão com câmara fria, pertencente a um frigorífico, que estava carregado com mais de 3 toneladas de carne.

Como apoio da ação criminosa, os suspeitos utilizaram uma S10, de cor prata, modelo antigo. A vítima prestou declarações da GCCO, onde reconheceu três autores do crime, um deles menor de idade.

Na apuração para esclarecer o crime, a GCOO coletou depoimentos das vítimas e uma delas reconheceu três criminosos, um deles, um adolescente que estava armado e foi quem retirou uma das vítimas do caminhão.

Leia mais:  Quatro delegados concluem Curso Superior de Polícia ofertado pela Polícia Militar

Um dos presos, E.R.S.J. era quem comandava toda a ação, dava ordens para o restante do grupo e amarrou as vítimas. Ele foi localizado e preso nesta segunda-feira, no centro de Várzea Grande. Outro investigado foi preso em um posto de combustível no Jardim Industriário, em Cuiabá.

Diante das provas reunidas no inquérito, o delegado Gustavo Belão representou pelas prisões preventivas dos suspeitos, bem como por buscas e apreensões nos endereços dos alvos, além de medidas cautelares cumpridas nesta segunda-feira.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana