conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil fecha boca de fumo no bairro Goiabeiras com quatro conduzidos

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um comércio de drogas localizado na região Goiabeiras na Capital foi desarticulado pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), da Polícia Judiciária Civil, na tarde de quarta-feira (06.03). O trabalho resultou em quatro pessoas detidas, entre elas um menor de idade, além da apreensão de drogas, dinheiro e apetrechos relacionados ao tráfico.

Os suspeitos, Oseias Lucas da Silva, 21, Thiago Alves dos Santos, 26, foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico com aumento de pena por envolvimento de menores. O adolescente, R.G.R.M.S., de 17 anos, autuado pelo ato infracional de tráfico de drogas e associação para o tráfico. O quarto conduzido responderá a Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por uso de drogas.

O local já era alvo de investigações da DRE, porém a ação foi deflagrada após a equipe de investigadores receber denúncia de que o comércio de drogas estaria funcionando novamente no endereço. Após trabalho de monitoramento da residência, os policiais visualizaram o momento em que um possível usuário entrou e saiu rapidamente do local.

Leia mais:  Polícia Civil vai responsabilizar criminalmente todos os envolvidos em ameaças a escolas

Assim que saiu da residência, o usuário foi abordado sendo encontrado em seu poder uma porção de maconha, a qual ele confessou ter comprado pelo valor de R$ 10. Diante da informação, os investigadores foram até a residência, onde foi localizado o menor R.G.R.M.S.. Os demais suspeitos, Oseias e Thiago, tentaram fugir pulando muro das casas porém acabaram detidos pelos policiais.

Em buscas na residência, foram apreendidas duas porções de maconha, aproximadamente 60 porções de pasta base de cocaína já embaladas para venda, papel filme utilizado para embalo da droga, R$ 199 em dinheiro, além de joias e relógios, possivelmente adquiridos em troca de entorpecentes, e um veículo Volkswagem Voyge usado para transporte de drogas.

Todos os suspeitos e o material apreendido foram encaminhados para DRE, onde foi lavrado o flagrante. Segundo o delegado, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, além de comercializarem de entorpecentes na região, os traficantes estavam recrutando adolescentes para atuar na atividade ilícita.

“Desta forma, os suspeitos foram atuados em flagrante por tráfico e associação para o tráfico com aumento de pena por envolvimento de adolescente no comércio ilícito. O precedimento do menor será encaminhado para Delegacia Especializada do Adolescente (DEA)”, explicou o delegado.

Leia mais:  Polícia Civil esclarece estupro com indiciamento de autor em Confresa

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

PRF apreende carga de carvão, com reaproveitamento de Guia Florestal e Nota Fiscal, em Sorriso/MT

Publicado

Na madrugada de quarta-feira (21), por volta das 00 hora e 27 minutos, a equipe PRF realizava fiscalização do transporte rodoviário de cargas no km 733.0 da br 163, no município de sorriso, quando abordou o veículo M.BENZ/l 1620, cor azul, que transportava carvão vegetal com nota fiscal e guia florestal GF3/MT declarando 50,0m³ de carvão, com origem em Cláudia/MT com destino a Várzea Grande/MT, ambas emitidas em 15/10/2020, com vencimento em 21/10/2020.

Pela pequena distância entre o município de origem e o destinatário, houve a suspeita de reaproveitamento da Guia Florestal (e concomitantemente da NFe), uma vez que a carga era transportada no último dia de validade em transporte, o que permite mais de uma viagem com a carga.

A equipe questionou o condutor, de 33 anos, acerca da quantidade de viagens executadas, nisso o condutor afirmou que era a terceira viagem com essa documentação.

Consultado o Sisflora/MT, verificou-se que a guia encontra-se com status de “Ativa”, o que mostra que a empresa destinatária, que recebeu a 1ª e 2ª viagens da carga e deveria ter efetuado o recebimento no sistema, conforme normatizado, não o fez, dessa forma concorrendo para que houvesse o “reaproveitamento”, contrariando o disposto no § 2º do Art. 35 da IN 21/2014 Ibama, incorrendo no crime previsto no Art. 46 da Lei 9605/98, Lei dos Crimes Ambientais.

Leia mais:  Fugitivo do Maranhão é preso em Porto Alegre do Norte

Qualifica-se ainda o emitente da carga pelo cometimento, em tese, do mesmo crime.

 

Ao condutor foi dada ciência da confecção do Termo Circunstanciado, não se opondo à assinatura no Termo de Compromisso de Comparecimento.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana