conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil e PRF apreendem 3,860 toneladas de maconha em rodovia na divisa entre MS e SP

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Mais de 3,8 toneladas de maconha que eram transportadas em um caminhão em uma rodovia federal foram apreendidas em mais uma ação conjunta da Polícia Civil, através da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) e Polícia Rodoviária Federal (PRF), realizada na tarde desta quarta-feira (22.09), na divisa entre os estados de Mato Grosso do Sul e São Paulo.

O motorista do caminhão foi autuado em flagrante por tráfico de drogas.

A apreensão da grande quantidade de entorpecentes ocorreu durante investigações da GCCO relacionadas a uma organização criminosa, ocasião em que os policiais receberam informações sobre um possível desvio de rota do veículo, utilizado pelo grupo.

Com base nas informações, os investigadores da GCCO acionaram a equipe da PRF que realizou a abordagem do caminhão Scânia, nno km 45 da Rodovia BR 257, na região do Distrito de Nova Casa Verde (MS), com destino ao Estado de São Paulo.

Em buscas no semirreboque do veículo, os policiais localizaram vários fardos de maconha, totalizando 3.860 toneladas da droga.O delegado titular da GCCO, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, destacou que a apreensão da grande quantidade de droga foi possível graças ao trabalho integrado entre as instituições.

Leia mais:  Motocicleta subtraída em golpe do envelope vazio é recuperada em General Carneiro

“A GCCO vem atuando para desarticular a atuação das organizações criminosas e através da parceria com a PRF foi possível garantir a celeridade da ação, resultando na apreensão da grande quantidade de entorpecentes.”, disse o delegado. 

 As investigações seguem em andamento para identificar outros envolvidos no crime

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Réu pela morte da ex-convivente tem prisão cumprida pela Polícia Civil

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Um homem de 53 anos, réu pelo feminicídio da ex-convivente, ocorrido em 2018 na cidade de Castanheira, noroeste do estado, foi preso nesta segunda-feira (18.10) pela Polícia Civil, em Nova Lacerda. O mandado de prisão preventiva foi cumprido pela equipe do delegado Ricardo Marques Sarto.

O réu foi preso em sua residência, localizada no centro da cidade, e estava aguardando o julgamento em prisão domiciliar.
Contudo, a decisão foi revogada e um novo mandado foi expedido pela 3a Vara Criminal da Comarca de Juína, onde tramita o processo do feminicídio. Agora, ele aguardará o júri em regime fechado.

A vítima, Rosana Borges das Neves, 31 anos, foi morta pelo réu que invadiu a residência de familiares dela, em Castanheira, e a atingiu com vários disparos de arma de fogo. Conforme o registro da ocorrência, a vítima ainda gritou por socorro e tentou fugir do autor do crime, mas foi atingida pelas costas.

Após os trâmites legais de formalização do mandado de prisão na Delegacia de Comodoro, o preso foi encaminhado à unidade prisional, onde permanece à disposição da Justiça.

Leia mais:  Condenado por estupro de vulnerável é localizado e preso pela Polícia Civil

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana