conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil de MT debate diferentes temas no 54º Encontro de Chefes de Polícia

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Civil de Mato Grosso esteve presente no 54º Encontro do Conselho Nacional de Chefe de Polícia Civil (CONCPC), realizado entre os dias 15 e 16 de agosto, no Estado da Bahia, com objetivo de debater diferentes temas de interesse das instituições de todo país.

Entre as pautas abordadas no encontro, estava o fortalecimento e padronização das Polícia Judiciárias, combate a corrupção, instalação do inquérito eletrônico e outras tecnologias e a proteção à criança e ao adolescente.

O evento reuniu todos dos delegados gerais do país e a comissão de Mato Grosso contou com presença do delegado geral Mário Demerval Aravechia de Resende, que também é o vice-presidente do CONCPC região Centro-Oeste, o diretor metropolitano, Douglas Turíbio Schtze, e com o delegado, Daniel Santos Nery, representando a Diretoria de Interior.

Durante os dois dias de evento, foram tratados assuntos relacionados a Polícia Judiciária, através de palestras e troca de opiniões e experiências em que os gestores dos Estados apresentavam boas práticas e ações bem-sucedidas.

Para o delegado geral de Mato Grosso, um dos focos principiais do encontro foi o reforço dos laboratórios de lavagem de dinheiro e a criação da Delegacia Especializada de Combate a Corrupção (Deccor),

Leia mais:  Operação da Polícia Civil apreende documentos e cartões de indígenas retidos em poder de agiotas

“A Polícia Civil de Mato Grosso está cumprindo as obrigações impostas, ampliando o efetivo do Laboratório de Lavagem de Dinheiro com mais três policiais e em relação a criação da Deccor, pré-requisito para recebimentos de recursos federais, a minuta já foi aprovada em conselho, visando a criação por decreto da unidade que funcionará no mesmo prédio da Delegacia Fazendária”, disse Mario Resende.

Com o tema “Pacto Nacional pela Implementação da Lei nº 13.431/2017” os participantes debateram ainda a padronização do trabalho das polícias civis em relação ao depoimento especial de crianças e adolescentes, vítimas ou testemunhas de violência.

Na ocasião, foi tratado sobre causas relativas a violência doméstica, e se criou um grupo de trabalho de delegadas do Brasil para se discutir boas práticas no combate a esse tipo de violência, além de um grupo de estudo permanente, visando a proteção da criança e do adolescente. “Houve uma grande discussão e a propositura de diversas informações e providências a serem tomadas”, completou Mario.

Outro ponto de destaque abordado, foi a tecnologia utilizadas pelas instituições tendo como ponto evidenciado a implantação do inquérito eletrônico e outros mecanismos, que permitirão que a Polícia Civil desenvolva seus trabalhos com mais celeridade e conexão com outros órgãos e entidades ligados as suas atividades.

Leia mais:  COMUNICADO – Rompimento de fibra de internet

“É cada vez mais importante que a Polícia Civil esteja conectada com o mundo e se eletronize, caminhando para o abandono do papel, possibilitando a realização de audiências por vídeo e a certificação digital dos policiais, entre outras diversas ações que alavancarão as ações da instituição nos próximos anos”, destacou o delegado geral.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Polícia Civil apreende carga com defensivos agrícolas

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

Denúncia sobre um carregamento de drogas, apurada pela Polícia Civil,  por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE),  levou a apreensão, nesta quinta-feira (19.09), de uma grande quantidade de defensivos agrícolas, contrabandeados do Paraguai. Os produtos estavam distriruídos entre sacos e galões. 

Dois homens um de 41 anos e outro de 26 anos foram presos em flagrante pelos crimes de sonegação fiscal, crime ambiental e pelo transporte ou comércio de produtos agrotóxicos em descumprimento da legislação.

Equipes da Delegacia passaram a fazer diligências na região do Distrito Industrial, e encontraram a carreta estacionada no pátio de um posto de combustível. Durante buscas, ao invés de entorpecentes foram encontrados defensivos contrabandeados do Paraguai.

“Estavam transportando esse defensivo para distribuir possivelmente para interior do Estado. Vamos autuar pelo crime ambiental, crime de sonegação fiscal, contrabando e artigo 15 da Lei de Agrotóxico”, disse o delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira.

Os dois foram encaminhados a audiência de custódia. O procedimento, por envolver delito de contrabando vindo de outro País, será encaminhado a Polícia Federal. A Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) também foi informada sobre a ocorrência.

Leia mais:  Decon e Ipem-MT fiscalizam comércio de fios e cabos de energia em operação na Capital

O caminhão semireboque, a carga de defensivos e mais de R$ 10 mil foram apreendidos. Os produtos serão contabilizados por uma empresa com equipamentos de segurança para sua contagem, em razão de tratar-se de mercadoria nociva à saúde.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana