conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil apreende 70 quilos de drogas em investigação de roubo de veículo

Publicado

A Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (DERRFVA) realizou no final da tarde desta quinta-feira (29.11) apreensão de cerca de 70 quilos de drogas, entre maconha e pasta base. A droga foi encontrada em uma casa no bairro Pedregal, em Cuiabá, durante apuração de um veículo roubado clonado.

Uma parte da droga estava em um cômodo da casa e outra enterrada dentro de um isopor, no quintal da casa. Os policiais perceberam a terra mexida e ao remover encontraram a droga escondida.

A informação chegou à Delegacia referente ao veículo, uma Strada preta, com suspeita de adulteração nos sinais identificadores (clonagem). No local, os investigadores avistaram o veículo estacionado e algumas pessoas no local, que fugiram ao perceberem a aproximação dos policiais.

O veículo foi apreendido e levado junto com a droga para sede da DERRFVA.

O entorpecente será pesado e periciado pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), assim como o veículo que passará também por perícia.

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil cumpre 8 mandados contra membros de facção atuante com tráfico em Juína
publicidade

Polícia

Núcleo de Desaparecidos proporciona contato entre mãe e filho após 24 anos separados

Publicado

por

Depois de 24 anos separados, mãe e filho tiveram a oportunidade de se falar novamente após atuação do Núcleo de Pessoas Desaparecidas, da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso. A separação de Sueli Soares da Roda do seu filho, na época de apenas 2 anos de idade, ocorreu no ano de 1995, depois que ela foi expulsa pelo marido de casa, no Paraguai.

As investigações que reaproximaram mãe e filho iniciaram após um site de enviar email à Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, via Assessoria de Comunicação, relatando a história de uma tia em busca de informações do sobrinho. O pedido foi encaminhado para o Núcleo de Pessoas Desaparecidas, da Delegacia Especializada de Proteção a Pessoa (DHPP), que através dessa tia, conseguiu o contato da mãe, Sueli Soares da Rosa.

Aos policiais, Sueli que atualmente mora na ciade de Mingatorâ (MS), informou que no ano de 1995, vivia com o marido e o filho no Paraguai e após uma briga foi expulsa de casa, pelo companheiro, que não a deixou levar o filho, de 2 anos idade. Sendo ameaçada de morte pelo marido, ela fugiu para o Brasil, porém, 30 dias depois voltou ao Paraguai para buscar o filho, mas o pai tinha mudado com a criança para o Estado de Mato Grosso do Sul.

Leia mais:  Polícia Civil prende mulher por tráfico de drogas em Poconé

Desde então, Sueli não teve mais contato com o filho, que atualmente está com 25 anos de idade. Com os detalhes passados pela mãe, a equipe do setor de desparecidos iniciou buscas nos sistemas, conseguindo informações sobre o filho, na cidade São José do Rio Claro, Mato Grosso.

Os policiais da Delegacia do município foram acionados para realizar diligências em buscas do desaparecido, sendo descoberto que ele morou por um certo período em São José do Rio Claro, e atualmente estava na cidade de Nova Maringá. Com base nos levantamentos, o Núcleo de Desaparecidos providenciou o contato entre mãe e filho, após 24 anos sem notícias um do outro.

Depois de falar com o filho, Sueli agradeceu a equipe do Núcleo de Desaparecidos pelo trabalho e dedicação dos policiais no caso.

“Eu estou muito feliz, só Deus para explicar toda felicidade que estou sentindo. Agradeço o trabalho maravilhoso realizado que deu fim a 24 anos de aflição, sem notícias, sobre meu filho. Agora eu e meu filho conversamos todos os dias, e apesar de o encontro ser um pouco difícil, por causa da distância, vamos fazer o possível para nos encontramos em breve”, disse Sueli.

Leia mais:  Acusado de emprestar conta bancária para golpe é preso pela Polícia Civil em Rondonópolis

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana