conecte-se conosco


Polícia

Polícia apura denúncia e descobre possível desmanche em VG

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Em checagem a denúncia repassada por uma equipe de reportagem, a Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva), conduziu um homem à Delegacia após a constatação de atividade clandestina de desmonte de veículos em um local, no bairro Parque Atlântico, em Várzea Grande.

No local, os investigadores encontraram carcaças de veículos de grande porte sendo desmontado. Os sinais identificaram dos veículos foram checados e não houve constatação de registro de roubo ou furto, mas a oficina de desmonte está irregular.

O responsável pelo local, R.P.S., 56, não apresentou documento referente à aquisição dos veículos, alegando ter comprado em leilão.

O responsável prestou esclarecimento na Delegacia Especializada e todas as peças produzidas, como boletim de ocorrência, bem como as declarações formais do conduzido serão encaminhadas aos órgãos de fiscalização municipal, por suspeita de atividade clandestina, e ainda comunicado aos órgãos ambientais, quando a possíveis infrações ambientais.

Conforme o delegado, Marcelo Martins Torhacs, o conduzido já foi investigado anteriormente. Ele possuía um ferro-velho e foi denunciado na Polícia por desmanche de veículos.

Leia mais:  Autor de homicídio de empresário tem prisão cumprida pela Polícia Civil

Em fiscalização, à época, foram encontrados veículos no estabelecimento, em que alegou serem provenientes de leilão, mas também não apresentou documentação comprobatória. No entanto, a vistoria policial encontrou um veículo produto de crime, pelo qual foi autuado naquela ocasião.

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Delegados de Mato Grosso ganham o maior salário do Brasil

Publicado

Um levantamento realizado pelo Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindpesp) mostrou que os delegados de Mato Grosso são os que ganham o maior salário da categoria no país. O salário mensal de um delegado da Polícia Civil no estado é de R$ 24,5 mil.

Enquanto o salário dos delegados de Mato Grosso é o maior do país, o vencimento de escrivães e investigadores – as outras carreiras da Polícia Civil-, está bem longe do primeiro lugar.

Para os escrivães, profissionais responsáveis pelo registro de ocorrências e pela documentação das investigações, o salário é de R$ 5,5 mil, o 11º no ranking brasileiro.

Já para os investigadores, policiais que coletam provas sobre os crimes, localizam e interrogam suspeitos e mantém a segurança dos locais de investigação, o vencimento inicial é de R$ 5,5 mil, o 9º maior na comparação com o mesmo cargo em outros estados.

Dados da Polícia Civil mostram que no quarto trimestre de 2020 havia 400 cargos para delegados, porém, 158 estavam vagos. Já para escrivão de polícia, são 1,2 mil vagas, mas só 2.056 ocupados. E para investigador são 4 mil vagas, com 1.944 cargos vagos.

Leia mais:  Autor de homicídio de empresário tem prisão cumprida pela Polícia Civil

Por ser uma carreira típica de Estado, ou seja, que não podem ser substituída por profissional contratado, os cargos da Polícia Civil só podem ser ocupados através de concurso público. No entanto, para conseguir benefícios com o governo federal durante a crise, o Estado se comprometeu a não criar novos gastos até 2022, o que incluem os concursos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana