conecte-se conosco


Mato Grosso

Poderes criam Rede de Escolas Públicas voltadas à qualificação dos servidores

Publicado

O Secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Basílio Bezerra, o Superintendente da Escola Superior de Contas e Conselheiro do Tribunal de Contas, Moisés Maciel, e outros 16 representantes de escolas institucionais do Estado assinaram nesta quinta-feira (24.10) um Termo de Cooperação Técnica que cria a Rede Institucional de Escolas Públicas de Mato Grosso.

A Rede Institucional de Escolas Públicas é a segunda a ser criada no país. Além de Mato Grosso, apenas o Ceará tem uma. Ela é uma estratégia de articulação, troca de experiências, debates coletivos e construção de conhecimento, com vistas a implantação e aprimoramento das políticas de formação e educação continuada para os servidores públicos.

Entre os objetivos estão desenvolver competências profissionais relacionadas com o aperfeiçoamento do potencial e a capacitação dos servidores, promover atividades conjuntas de educação corporativa na modalidade presencial ou a distância, por meio de cessão, elaboração ou adaptação de cursos, além da racionalização de ações de apoio a sua execução.

A parceria busca também propiciar aos servidores das instituições envolvidas a possibilidade de participação em cursos de capacitação e desenvolvimento profissional, e em seminários, simpósios, encontros e eventos da mesma natureza.

Leia mais:  Visitantes da Arena Encantada doaram 83 toneladas de alimentos

Segundo Basílio Bezerra o Estado tem buscado cada vez mais a eficiência da gestão pública e a criação desta rede é muito importante pois proporcionará a troca de experiência e de estrutura para a formação continuada dos servidores.

“O Estado tem capacitado seus servidores com foco em gerar mais eficiência à máquina pública e esta parceria proporcionará mais qualificação aos nossos servidores e consequentemente a melhoria dos serviços públicos prestados à população”, disse Basílio.

Entre as obrigações das instituições envolvidas estão a articulação interinstitucional para viabilização de ações conjuntas, cessão de mecanismo de divulgação com vistas a difundir boas práticas na administração pública por meio de disponibilização de instrumentos de comunicação corporativos, como links institucionais nos respectivos portais dos colaboradores.

Para o conselheiro Moisés Maciel, com a criação da rede todos terão um ganho em escala. “Nós iremos empoderar as escolas institucionais na prestação de serviço de formação do capital humano. Uma escola irá cooperar com a outra em todos os sentidos”.

De acordo com o superintendente da Escola de Governo do Estado, Josué Ribeiro, a ideia é que esta rede facilite o funcionamento dos cursos de formação para os servidores e que cada escola possa suprir a necessidade que a outra tem. “Trabalharemos de forma integrada, disponibilizando vagas uns para os outros para que consigamos atingir áreas que separadas eram mais difíceis de serem atendidas”, ressaltou.

Leia mais:  Operações policiais serão intensificadas nos 141 municípios de Mato Grosso

Participam da Rede Institucional de Escolas Públicas as escolas de Governo do Estado, Superior de Contas, Superior do Ministério Público Estadual, Superior de Magistratura, Judiciária Eleitoral, da Polícia Civil (Acadepol), Judicial do TRT da 23ª Região, dos Servidores do Poder Judiciário, Superior de Advocacia e a Fazendária, além do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional.

Ainda fazem parte da rede as escolas Institucional do Ministério Público, da Defensoria Pública, do Legislativo, o Núcleo de Apoio à Escola do Legislativo da Câmara Municipal de Cuiabá, a Academia da Polícia Militar Costa Verde, a Escola do Legislativo da Câmara Municipal de Rondonópolis e o Conselho Regional de Contabilidade de Mato Grosso.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Servidor é preso por roubar pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras

Publicado

Foram desviados pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

Um servidor público suspeito de desviar pneus de veículos da prefeitura de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá, prestou esclarecimentos na delegacia do município. Segundo a Polícia Civil, ele deve responder pelo crime de peculato.

As investigações começaram no dia 22 de março, quando o prefeito Adilson Gonçalves de Macedo registrou um boletim de ocorrência denunciando o suposto desvio.

O delegado Wilyney Santana Borges disse que várias buscas foram realizadas, até que o suspeito acabou confessando o crime. Em depoimento, ele contou que os pneus foram repassados para um comerciante como parte do pagamento na aquisição de um carro dele de luxo.

Os pneus desviados eram de veículos da Secretaria Municipal de Urbanismo.

De acordo com a polícia, nas investigações, foi apurado que pneus adquiridos para serem utilizados nas automóveis da secretaria foram desviados nos meses de novembro e dezembro de 2020, por um servidor  que exercia funções no setor de frotas da Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Leia mais:  12º Ribeirinho Cidadão levará emissão de RG à população de quatro municípios

Segundo o delegado, os indícios apontados no inquérito indicam que foi possível constatar o desvio de pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

A Polícia Civil informou que o investigado pela venda dos pneus deverá responder ação penal pelo crime de peculato, vez que na época dos desvios, exercia o cargo de funcionário público. Já o comerciante que recebeu os pneus desviados, em troca de pagamento, responderá pelo crime de receptação.

A delegacia de Barra do Garças continua as investigações para saber se havia a conivência ou participação de outros servidores municipais, envolvidos no caso dos pneus desviados.

Por G1 MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana