conecte-se conosco


Mato Grosso

PM recuperou seis veículos roubados em uma noite

Publicado

Entre o início da noite de terça-feira (10.09) e a madrugada desta quarta-feira (11), a Polícia Militar recuperou seis veículos roubados e furtados. Em Glória D’Oeste (312 km de Cuiabá) foi recuperada uma caminhonete Mitsubishi Triton avaliada em mais de R$ 120 mil.

A caminhonete havia acabado de ser roubada e os policiais perseguiram os ladrões. Durante a ação policial houve troca de tiros, alguns atingiram a caminhonete, mas os suspeitos acabaram fugindo. Eles abandonando o veículo e se embrenharam na mata em uma área na saída da cidade.

Além do veículo foram recuperados outros produtos como televisor, jóias, roupas da família vítima do crime. Equipes da PM continuam fazendo buscas na região na tentativa de prender os ladrões.

Em Várzea Grande, policiais do 4º Batalhão recuperaram dois veículos em Várzea Grande, um Argo no Parque Atlântico e um Sandero no Jardim Itororó. O primeiro, propriedade de uma locadora de veículos, estava abandonado em uma rua do bairro. Os policiais encontraram objetos pessoais e outros produtos do carro.

Leia mais:  Polícia Civil amplia atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica

Já o Sandero, de um motorista que trabalho com transporte de passageiro por aplicativo, havia sido roubado horas antes. O proprietário estava em um posto de combustível aguardando os policiais para irem até o local onde veículo havia sido abandonado no Jardim Itororó.

No bairro Santa Isabel, na Rua Ciríaco Cândia, em Cuiabá, policiais do 10º Batalhão faziam rondas quando avistaram um veículo com as quatro postas abertas. Dentro do carro, um Hyundai HB20, havia objetos pessoais que davam a impressão de que o carro havia acabado de ser abandonado.

 

Na cidade de Nova Santa Helena (a 622 km de Cuiabá), região de Peixoto de Azevedo, policiais do núcleo local recuperaram uma moto Yamaha XTZ e prenderam dois suspeitos. A dupla foi abordada em uma blitz e confessou que a motocicleta é furtada e que teriam trocado o veículo por maconha.

Todos os carros recuperados foram entregues aos proprietários. Com exceção de Nova Santa Helena, nas demais ocorrências ainda não ocorreram prisões. 

Leia mais:  Campanha vai arrecadar livros para unidades prisionais

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Estudantes da Escola Tiradentes de Rondonópolis fazem troca para uniforme oficial

Publicado

por

Em formatura no pátio de eventos do 4º Comando Regional da Polícia Militar, na noite desta sexta-feira (20.09), 270 estudantes da Escola Estadual Militar Tiradentes Major Ernestino Veríssimo da Silva fizeram a troca do uniforme de adaptação para o oficial.

Após dois meses frequentando a nova escola usando calça jeans e camiseta branca, os estudantes, já com a farda orgânica (calça cinza com faixa vermelha nas laterais, camiseta branca sob uma camisa de manga curta também branca e na cabeça cobertura similar a dos policiais militares) os estudantes receberam dos pais e padrinhos o ‘cordão fiel’ e o distintivo do ciclo em que estão matriculados. No ato o ‘fiel’, uma peça em corda, foi presa ao uniforme no ombro direito dos alunos simbolizando lealdade, respeito, entre outros valores cultivados pelo ensino militar.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Jonildo José de Assis, assistiu ao desfile e não só recebeu como saudou os alunos em continência. Assis destacou o ensino das escolas Tiradentes citando como exemplo o desempenho dos alunos em exames oficiais como o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Ao final os estudantes desfilaram em continência ao comandante-geral, coronel Assis (Foto: Sd Rodrigues)

No Ideb 2017, o último divulgado pelo Governo Federal, as unidades militares de Juara, Nova Mutum e Sorriso alcançaram 6.5 pontos e, a de Cuiabá 5.9, a melhor nota alcançada entre todas as unidades da rede pública.  

Leia mais:  Seduc e Sebrae estudam parcerias para implantação de cursos em escolas da rede estadual

Assis disse que as ações da PM vão além de trabalhar no controle dos índices criminais, da prevenção e repressão da violência. “Com nossas escolas militares e diversos projetos sociais contribuímos para a formação de cidadãos de bem, homens e mulheres que respeitam o próximo e exercem o patriotismo”, completou.

Pai de duas alunos do Tiradentes de Rondonópolis, o caminhoneiro Antônio Marcos Vasconcelos estava orgulhoso. Primeiro pela aprovação das duas filhas, Débora Vitória e Sara Vitória (15 e 13 anos), no concorrido processo seletivo de ingresso. Depois, pela adaptação e empenho das filhas na nova escola. Por viajar muito, passar semanas longe de casa, Vasconcelos acredita que em ausência a disciplina e qualidade do ensino da escola militar vão ajudar a esposa na formação das filhas.

Apesar da pouca idade, os estudantes e amigos Gustavo Leônidas Esplendo de Moraes (13) e Vinícius Patrick Brites Carvalho (14) se dizem convictos sobre a profissão que vão seguir. “Policial militar, oficial”, responderam juntos. Eles disseram que não queriam estudar em escola militar, mas aceitaram o pedido dos pais para que fizerem o processo seletivo.

Os alunos Esplendo e Carvalho, juntos com o tenente-coronel Cândido, comandante da Força Tática, querem ser oficiais(foto: Sd Rodrigues)

“Meu pai me inscreveu, eu aceitei e gostei tanto que agora decidi ser militar”, completa Esplendo. Ele e o amigo Carvalho já pesquisaram sobre a carreira e já sabem que, no caso de Mato Grosso, para concorrer a vaga em concurso é necessário fazer faculdade de Direito.

Leia mais:  Vítima carbonizada em acidente de trânsito é identificada pela Odontologia Legal

O evento, prestigiado por autoridades e centenas de moradores, também homenageou autoridades e pessoas que contribuíram com a escola e a Educação em Rondonópolis. Entre os homenageados estava a senhora Amália Pereira de Oliveira, viúva do oficial que deu nome à escola, o major Ernestino Veríssimo da Silva, conhecido na região pela sua atuação operacional, os projetos sociais que criou e manteve e pelos livros que escreveu.

Escola Nova

A Tiradentes Major Ernestino Veríssimo da Silva é uma unidade da rede estadual de ensino que funciona sob a gestão da Polícia Militar e está vinculada à Diretoria de Ensino, Instrução e Pesquisa(Deip) da PMMT e à Secretaria Estadual de Educação. Tem em seus quadros professores civis cedidos pela Seduc e militares do quadro da Polícia Militar.

Foi criada em março de 2018 (decreto 1403) e começou a funcionar em julho deste ano. Tem 270 alunos com idade entre 11 e 14 anos divididos em 9 turmas do 7º ao 9º ano do ensino fundamental. A escola tem como diretor o tenente-coronel da PMMT Marcos Antônio da Silva.  

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana