conecte-se conosco


Mato Grosso

PM lança operação ‘Ostensividade Total’ em Várzea Grande

Publicado

Lançada na noite desta sexta-feira (22.02), no 2º Comando Regional em Várzea Grande, a operação “Ostensividade Total” vai intensificar diversas modalidades de policiamento como blitz, saturação, barreiras e bloqueios durante 30 dias. A operação foi lançada também em Cuiabá no dia 15 de fevereiro. 

Responsável pelo lançamento, o comandante-geral da PM, coronel Jonildo José Assis, destacou que o comando de Várzea Grande vem reduzindo os índices de roubo, furto e homicídio, o que evidencia a dedicação de cada policial. Ele citou, como exemplo, que apenas na sexta-feira (22) quatro pessoas com mandados de prisão em aberto foram detidas. “Isso representa o comprometimento de cada policial e a vontade de fazer um trabalho de excelência”.

Ele ainda lembrou da atuação dos policiais em um roubo seguido de sequestro em uma loja de eletrodomésticos, na quinta-feira (21). “Foi um trabalho integrado envolvendo várias unidades especializadas da PM. O sucesso foi graças a esses valorosos homens que souberam lidar com a situação e ao alto nível de qualificação para resolver situações que requerem muito equilíbrio emocional”.

Leia mais:  Sesp abre processo seletivo para unidade socioeducativa

O coronel Assis esteve em uma barreira montada na Avenida da Feb, conferindo a movimentação e trocando informações com o responsável pela ação.

O comandante do CR2, coronel Marcos Roberto Sovinski, reforçou que Várzea Grande tem reduzido a criminalidade desde os primeiros dias do ano. A expectativa é que o reforço das ações possa melhorar ainda mais os indicadores. “Tem muito pra melhorar, mas estamos no caminho certo. Os números estão caindo e vão continuar reduzindo. A operação tem como diferencial a ostensividade com a força máxima nos batalhões e com a tropa motivada na rua”.

Sovinski orienta que o cidadão tome cuidados com a sua segurança e evitar dar oportunidade ao criminoso. Ele ainda pede que a comunidade auxilie os policiais por meio do 190 e o Disque Denuncia no 0800-65-3939.

A “Ostensividade Total” é um desdobramento da “Operação 100 dias”, que envolve todas as unidades da Secretaria de Estado de Segurança Pública desde o dia 1º de Janeiro. Durante 30 dias, os policiais do CR 1 e CR2, unidades especializadas como Força Tática, Rotam e Ciopaer, intensificarão as diversas modalidades de policiamento.

Leia mais:  Virginia Mendes defende manutenção e fortalecimento da APDM

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Proprietários de veículos podem cadastrar principal condutor no Portal do Denatran

Publicado

por

Proprietários de veículos que possuem mais de um motorista podem cadastrar o principal condutor no Portal de Serviços do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) para fins de responsabilidade das multas e pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

O cadastro é uma forma de evitar que o dono do veículo enfrente o atual processo para transferir as pontuações não cometidas por ele no momento da condução do veículo. Sem o cadastro do principal condutor, a responsabilidade referente às penalidades de trânsito fica para o proprietário do veículo, nos casos em que o condutor não for identificado no momento da infração.

A possibilidade de o proprietário do veículo indicar ao órgão executivo de trânsito o principal condutor está prevista na Lei Federal nº 13.495/17, que altera o parágrafo 10 do artigo 257 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

O motorista recomendado, após aceitar a indicação, terá seu nome inscrito em campo próprio do cadastro do veículo no Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam). Dessa forma, mesmo que essa pessoa não seja proprietária do veículo, as infrações cometidas pelo veículo serão direcionadas a ela.  

Leia mais:  Lei já salvou muitas vidas, enfatiza desembargadora Maria Erotides

O principal condutor responde pelas multas referentes a circulação, parada e estacionamento do veículo, nos casos em que o condutor não foi identificado no momento do cometimento da infração.

As demais infrações relativas à situação ou a condição do veículo, como licenciamento vencido ou a falta de equipamentos obrigatórios, são de responsabilidade do proprietário, independente de quem esteja na condução do veículo.

Conforme o diretor de Veículos do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT), Augusto Cordeiro, a autarquia já está preparada para receber as informações do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) e registrar no prontuário do veículo e do condutor.

Como cadastrar

O proprietário do veículo pode fazer o cadastro do principal condutor no Portal de Serviços do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran)

Para efetuar a indicação do principal condutor, é necessário que o proprietário do veículo tenha a CNH Digital válida com QR Code. Após acessar o link, basta clicar na opção “meus veículos” e selecionar o veículo para qual será realizada a indicação.

A pessoa indicada receberá um e-mail e deverá clicar no link enviado para confirmar o cadastro e aceitar a indicação.

Leia mais:  Mulheres vítimas de violência concluem curso de gastronomia

Após o procedimento, as sanções sofridas pelo veículo já serão aplicadas diretamente ao principal condutor.

Caso o veículo seja vendido, o principal motorista indicado terá seu nome automaticamente desvinculado do Renavam. Outras hipóteses para a exclusão do nome do condutor são a indicação de outra pessoa para a condição ou um requerimento do próprio condutor ou do proprietário.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana