conecte-se conosco


Mato Grosso

PM encerra ciclo de palestras com objetivo de interiorizar ações de prevenção

Publicado

Na solenidade de encerramento do 4º Ciclo de Assistência Social, Saúde e Bem-Estar do Policial Militar (4º Cassbem), evento realizado entre segunda e sexta-feira (18 a 22), a Coordenadoria de Assistência Social (CAS) anunciou a ampliação e interiorização dos serviços de prevenção ao estresse, aos transtornos, comportamentos suicidas e outras doenças entre os integrantes da Polícia Militar mato-grossense.

O 4º Ciclo ofertou aos policiais 14 palestras com assistentes sociais, psicólogos, psiquiatras, bem como orientações e esclarecimento a respeito de serviços nas áreas da Assistência Social, Saúde e do Direito.

Segundo o coordenador de Assistência Social da PM e líder na organização do evento, major Diego Tocantins, as atividades integram parte da política do serviço de assistência social, porém estavam restritos aos policiais das unidades mais próximas de Cuiabá.

“Isso acontece em decorrência da distância e outras questões estruturais. Agora, a equipe da CAS já está planejando a interiorização. Esses eventos têm o objetivo de prevenir de doenças mentais e físicas, a exemplo do estresse agudo, depressão e comportamento suicida”.

A proposta, destaca Diego Tocantins, é levar o policial à uma vida mais saudável ou, caso o policial já tenha alguma doença, a uma melhor compreensão sobre sua situação e ao tratamento adequado. E ainda, despertar nele um olhar mais atencioso ao colega, tornando-o capaz de se sensibilizar e saber se o companheiro de farda precisa de ajuda.

Leia mais:  Sesp e Aprosoja se reúnem para aperfeiçoar estratégias de combate ao crime

De acordo com dados do Serviço de Perícia Médica do Estado, nos últimos cinco anos, um total de 629 policiais militares, uma média de 125 ao ano, se afastaram das atividades laborais para tratamento médico por causa do estresse e de doenças comportamentais e transtornos. 

O comandante geral da PM, coronel Jonildo José de Assis, elogiou a organização, o comprometimento da equipe da CAS e os temas abordados. Assis destacou a importância de cuidar preventivamente da saúde da tropa, já que são profissionais que integram uma das carreiras mais estressantes, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Assis defendeu a interiorização das ações preventivas e disse que a CAS contará com o apoio dele para atender os policiais lotados nas unidades dos 13 comandos regionais do interior de Mato Grosso.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Fantástico denuncia hospital sem álcool em gel, sabão e toalha

Publicado

por

MATO GROSSO

A reportagem revelou que num hospital na cidade de Rondonópolis os profissionais de saúde não tem nem mesmo álcool em gel, papel toalha e sabão. É mostrando um vídeo gravado pelos profissionais mostrando a falta dos produtos básicos para conter a pandemia.

O Fantástico teve acesso com exclusividade aos relatos colhidos pela Associação Médica Brasileira e e pelo Conselho Federal de Enfermagem nas duas últimas semanas. Ao todo, são quase cinco mil denúncias e elas vêm de profissionais de todos os estados do país. São pedidos de orientação e de fiscalização de norte a sul do país, em hospitais públicos e particulares.

Comentários Facebook
Leia mais:  Sesp e Aprosoja se reúnem para aperfeiçoar estratégias de combate ao crime
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana