conecte-se conosco


Política

PM e PJC prendem quadrilha por invadir fazenda a tiros em Cáceres

Publicado

Em Cáceres, uma ação conjunta entre policiais militares e civis deteve um grupo de grileiros que invadiu uma fazenda efetuando disparos de arma de fogo e levando diversos objetos do local, na noite de terça-feira (21), na zona rural do município. Cinco homens foram presos por crimes contra a paz pública, rixa, formação de quadrilha, receptação e posse de arma de fogo e ameaça.

A polícia foi acionada pela vítima, proprietária da fazenda, que relatou que os suspeitos são grileiros e invasores que arrombam portas, dão tiros para o alto e saem levando materiais de construção, ferramentas e outros objetos das fazendas. A vítima relatou que não foi a primeira vez que o grupo invadiu sua propriedade e entra atirando contra ele, levando seus pertences.

Na fazenda, os policiais identificaram a porta da residência com sinais de arrombamento e até uma garrafa de café quebrada na área do imóvel. Foi identificado que as pessoas ficam em dois sítios de propriedade de outro fazendeiro da região.

Leia mais:  Novo programa da Rádio ALMT apresenta álbuns que marcaram a música brasileira

Durante a diligência, a polícia localizou todos os materiais e objetos subtraídos da propriedade da vítima como macacos hidráulicos, motosserra, redes de dormir, barras de ferro de roscas, tambor de plástico, plantadeira manual dentre outros objetos.

Ainda dando sequência as buscas, desta vez, em outro sítio, os policiais prenderam cinco pessoas, inclusive o dono da fazenda, todos foram reconhecidas pela vítima como autores do crime. O grupo foi preso em flagrante, todo o material levado na ação criminosa foi recuperado.

Comentários Facebook
publicidade

Política

Deputado assina TAC e promete não realizar mais festas

Publicado

O deputado estadual Faissal Calil (PV) assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público Estadual (MPE) no qual se compromete a não realizar festas em sua residência, localizada no bairro Shangri-lá em Cuiabá, que excedam o volume de som permitido na “Lei do Silêncio”. O desrespeito à norma renderá multa no valor de R$ 3 mil.

“Se abster, a partir desta data, de produzir nos eventos realizados em sua residência ou sob sua responsabilidade, ruídos em níveis tais que possam resultar em danos à saúde humana”, diz o promotor 17ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Urbanística e do Patrimônio Cultural de Cuiabá, Gerson Natalício Barbosa.

 

De acordo com o TAC, chegou ao conhecimento da promotoria de Justiça que o deputado realizou uma festa para comemorar a vitória do vereador Marcus Brito Jr. (PV), que é seu aliado político. O termo de compromisso foi assinado no dia 15 de dezembro.

Ainda consta no documento que as celebrações são realizadas com frequência no local. “De acordo com a notícia, as festas organizadas pelo senhor Faissal Jorge Calil Filho são recorrentes e causam grande perturbação à vizinhança”.

Leia mais:  Novo programa da Rádio ALMT apresenta álbuns que marcaram a música brasileira

 

Veja vídeo da festa 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana