conecte-se conosco


Esportes

Piloto morre após sofrer acidente durante segunda etapa do SuperBike Brasil 2019

Publicado


Piloto Mauricio Paludete
Arquivo pessoal

Piloto Mauricio Paludete morreu após sofre um acidente durante a segunda etapa do SuperBike Brasil

O piloto Mauricio Paludete morreu após sofrer um acidente durante a segunda etapa do SuperBike Brasil 2019 neste domingo (14), em Interlagos, na capital paulista.

De acordo com a nota oficial do evento, o piloto, que competia na SuperBike Evolution, largou na décima posição e completou a prova na sexta colocação na geral. Logo após cruzar a bandeirada, ele piloto perdeu o controle na pista molhada e caiu no S do Senna. Paludete acabou batendo violentamente contra a barreira de pneus, e o choque foi tamanho que seu capacete acabou rompido.

Leia também: Imagens mostram acidente impressionante em prova de rally; veja o vídeo

Mauricio Paludete foi socorrido pela equipe médica e passou por todos os procedimentos de segurança do evento ainda em pista. Em seguida ele foi encaminhado para o Hospital Grajaú. No entanto, ele não resistiu aos ferimentos e morreu.

Leia a íntegra da nota:

“O SuperBike Brasil comunica, com muito pesar, que o piloto Mauricio Paludete, numeral 80, veio a óbito após não resistir às complicações sofridas neste domingo (14), depois de uma queda, em Interlagos (SP), durante a 2ª etapa do SuperBike Brasil 2019.

O piloto, que competia na SuperBike Evolution, largou na 10ª posição e completou a prova na sexta colocação na geral. Logo após cruzar a bandeirada, ele caiu no S do Senna.

Mauricio Paludete foi prontamente atendido pela equipe médica e passou por todos os procedimentos de segurança do evento ainda em pista. O piloto foi removido e levado para o Hospital Grajaú, onde infelizmente veio a óbito.

O SuperBike Brasil envia sinceras condolências à família e lamenta profundamente a fatalidade.

Desejamos força aos parentes e amigos neste momento de tristeza, que é compartilhado por toda comunidade do evento.”

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Leia mais:  Rodada da NBA tem 9ª vitória seguida dos Spurs e Nuggets líder no Oeste
publicidade

Esportes

D’Alessandro vai processar jogadores do Grêmio por provocações nas redes sociais

Publicado

por


D'Alessandro
Divulgação

Ídolo colorado, D’Alessandro vai processar jogadores da base do Grêmio

O meia do Internacional Andrés D’Alessandro vai entrar na Justiça contra dois atletas da base do Grêmio após provocações contra ele nas redes sociais. Durante a final do Campeonato Gaúcho, que aconteceu na última quarta-feira (17), o goleiro Gabriel Chapecó e o zagueiro Ruan Tressoldi fizeram postagens ofensivas sobre o argentino, que foi expulso da partida, mesmo estando no banco de reservas.

Leia também: Luan no Palmeiras? Verdão pode ceder Lucas Limas para contratar ídolo do Grêmio

“Não dá nem conta da mulher, vai dar conta do Rio Grande do Sul”, escreveu Chapecó no Twitter, ao responder um torcedor colorado que disse que D’Alessandro  mandava no estado. Tressoldi, por sua vez, ofendeu os donos dos fã clubes do meia argentino. “Blog para o D’Alessandro. Nem sabe que existem. Depois tão chorando em casa porque o personal tá deitado na cama com a mulher, ficam fazendo blog para homem”, escreveu o zagueiro.

Leia mais:  Após 14 jogos, Carpegiani é demitido do Vitória; substituto é anunciado

As publicações irritaram o argentino, que é um dos maiores ídolos da história do Internacional. De acordo com informações do  GloboEsporte.com , o advogado do craque já confirmou que ele vai processar os atletas do clube rival.

Os atletas do Tricolor excluiram suas contas nas redes sociais após a repercussão da história. Antes disso, Chapecó postou um pedido de desculpas. “Peço desculpas a todos os torcedores que ficaram ofendidos com meu tweet sobre D’Alessandro. Acabei agindo no impulso e no calor do momento. Reconheço meu erro”, afirmou o goleiro.

Nesta sexta-feira, durante entrevista coletiva, o capitão do Grêmio , Maicon, disse não saber do conteúdo das ofensas, mas afirmou que os mais jovens precisam aprendar a lidar com as redes sociais e pregou paciência com os “erros”. 

Leia também: “Chegada de CR7 não garantia a conquista da Champions”, diz técnico da Juventus

“Tem que ter respeito para falar e com quem falar. Não sei o que aconteceu, mas falo o que penso sobre rede social. Os meninos vão ser cobrados. Mas tem que ter calma, porque são jovens e todo mundo erra”, clamou.

Leia mais:  Rodada da NBA tem 9ª vitória seguida dos Spurs e Nuggets líder no Oeste

Essa não é primeira vez que D’Alessandro vai à Justiça por conta de ofensas na web. Em 2018, 11 pessoas foram indiciadas pelo crime de difamação após espalharem boatos sobre a família do argentino pelas redes sociais. 

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana