conecte-se conosco


Esportes

Pietro Fittipaldi vai pilotar Lotus-85 de Ayrton Senna em evento

Publicado

Lance

Pietro Fittipaldi ouve conselhos do avô Emerson%2C bicampeão da Fórmula 1 arrow-options
Divulgação/ RF1

Pietro Fittipaldi ouve conselhos do avô Emerson, bicampeão da Fórmula 1

Uma grande homenagem a Ayrton Senna está programada para acontecer em São Paulo, na semana do GP do Brasil de F-1. Idealizado pela Heineken, em parceria com a família Senna, e com apoio da Formula 1, o Heineken F-1 Festival – Senna Tribute é uma homenagem a um dos maiores ídolos de todos os tempos: Ayrton Senna. O evento faz parte de uma série de ações da Heineken para celebrar, em 2019, os 25 anos do legado do piloto brasileiro.

Leia também: Confirmado! Maracanã vai receber a final da Libertadores de 2020

Aberto ao público, o festival acontecerá no Obelisco do Ibirapuera, no dia 9 de novembro (sábado), das 12h às 18h, como parte do aquecimento para o Grande Prêmio do Brasil , dia 17, em Interlagos.

Um dos nomes que prestarão tributo ao tricampeão da F-1 será Pietro Fittipaldi , piloto de testes da equipe Haas na Fórmula 1. O jovem talento estará ao lado do avô Emerson Fittipaldi e fará uma exibição com a Lotus 97T , carro com o qual Ayrton Senna conquistou sua primeira vitória na categoria, no GP de Portugal em 1985, em prova disputada debaixo de chuva.

Leia mais:  Ibrahimovic sobre volta à Europa: “Existe o interesse, não é nenhum segredo”

– Será uma grande honra estar nessa festa de homenagem ao legado do Ayrton Senna. Ele e meu avô são meus dois maiores ídolos das pistas e poder guiar um carro histórico, como é o Lotus de 1985, será certamente emocionante para mim – diz Pietro, que inclusive preparou um capacete especial em tributo a Senna, desenhado por Raí Caldato em parceria com o estúdio Sid Mosca.

Com formação de pilotos nos Estados Unidos, Pietro mudou-se para a Europa nos anos seguintes e teve sua principal conquista da carreira em 2017, quando foi campeão da World Series, inclusive pilotando um carro da equipe Lotus nas mesmas cores do F-1 clássico da primeira vitória de Senna. O piloto também tem experiência por ter competido na Indy e Super Fórmula, além de ter testado na Fórmula 1, Fórmula E e WEC.

– Eu já guiei vários carros na minha carreira e das mais diversas categorias, mas confesso que guiar um dos carros históricos da F-1, como é o caso desse Lotus, e que foi pilotado por Ayrton Senna, será uma experiência inesquecível, ainda mais diante da torcida brasileira. Tenho certeza que o público que puder acompanhar ao vivo vai se divertir muito, assim como eu – completa Pietro.

Leia mais:  Coreias do Sul e do Norte vão se candidatar para sediar Olimpíadas de 2032

SERVIÇO

Evento: Heineken F1 Festival – Senna Edition
Data: 9 novembro 2019 – das 12h às 18h
Local: Av. Pedro Álvares Cabral – São Paulo (em frente ao Parque do Ibirapuera)
Village: área aberta ao público com ativações de patrocinadores e garagens na Praça do Obelisco
Área VIP Senna One: apenas para convidados e com exposição de pertences pessoais de Ayrton Senna

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Brasil abre o dia com bronze no Mundial de Atletismo Paralímpico

Publicado

por

source

A primeira medalha para o Brasil no Mundial de Atletismo Paralímpico, em Dubai (Emirados Árabes Unidos), veio nesta madrugada com Izabela Campos, que conquistou o bronze na prova de lançamento de disco para mulheres classe F11 (deficiências visuais). O arremesso da atleta foi o terceiro melhor: 34m28. O ouro ficou com a italiana Assunta Legnante (37m89) e a prata com a chinesa Liangmin Zhang (36m78).

Logo mais, às 13h13, três brasileiros vão disputar a final dos 100m masculino classe T47 (deficiência membros superiores): Petrúcio Ferreira dos Santos, Washington Junior e Yohansson Nascimento se classificaram nesta madrugada para decidir o título.

Também nas primeiras horas desta manhã, os brasileiros Daniel Mendes da Silva, Felipe de Souza Gomes e Lucas Prado garantiram presença nas semifinais da prova dos 100m T11 (deficiências visuais), que serão realizadas daqui a pouco, às 13h06.  Quem avançar, disputa a final amanhã (13), às 11h36.

A baiana Taschita Oliveira Cruz também brilhou nesta madrugada: ela assegurou presença na final dos 100m para mulheres classe T36 (comprometimentos nos membro superiores,  decorrentes de paralisia cerebral) . A brasileira fez o melhor tempo (14s01), seguida da ucraniana Yelyzaveta Henkina (14s83) e da argentina Yanina Andrea Martinez (14s30).  A final será amanhã (13), às 11h28.

Edição: Guilherme Neto

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Leia mais:  Luxemburgo se irrita com pergunta e discute com apresentador da Fox Sports
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana