conecte-se conosco


Mato Grosso

Período de remoção vai de 3 a 10 dezembro; resultado sai em 16 de janeiro

Publicado

A Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) divulgou no Diário Oficial do Estado, que circula nesta quinta-feira (28), a portaria nº 749/2018, que dispõe sobre a remoção dos profissionais da educação da Rede Estadual de Ensino.

Conforme o documento, as inscrições para o processo de remoção estarão abertas no período de 03 a 10 de dezembro, no site da Seduc. Os interessados devem buscar a aba de serviços – servidor e por fim, remoção. Em seguida, um formulário deverá ser preenchido pelo profissional.

Importante destacar que “apenas constarão os municípios para os quais forem ofertadas vagas”. O deferimento do pedido de remoção se dará de acordo com a classificação dos profissionais inscritos, considerando a pontuação obtida no PAS/2018, em relação ao número de vagas disponibilizadas conforme anexos II, III, IV. 

O documento do DOE esclarece ainda que “o profissional da educação básica investido no cargo de Professor que seja detentor de duas cadeiras, só poderá se inscrever para os municípios onde houver a oferta de vagas para os dois vínculos”.   

Leia mais:  IML libera corpo de idoso que estava desaparecido

De acordo com o artigo 6º da portaria, “a classificação para o processo de remoção obedecerá ao total obtidos na contagem de pontos ­ Processo de Atribuição/SEDUC/PAS/2018, para o ano letivo de 2019”.

Entre os critérios de desempate, seguindo a ordem estão: maior titulação; maior tempo de serviço no Estado (a partir do ingresso); maior pontuação obtida na Formação Continuada e por último, maior idade.

Em caso de desistência do pedido da remoção, o servidor deverá acessar o banner remoção/2019 ­ pedido de remoção, e realizar o cancelamento, até 20/12/2018.

Resultados

O resultado do pedido de remoção será disponibilizado a partir de 16/01/2019 no banner REMOÇÃO/2019 – Resultado de Remoção, do site da Seduc.

Uma vez deferido, o profissional da educação deverá se apresentar na Assessoria Pedagógica de destino no dia 30/01/2019, conforme calendário de atribuição de aulas de 2019.

Para conferir a portaria, clique aqui.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Servidor é preso por roubar pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras

Publicado

Foram desviados pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

Um servidor público suspeito de desviar pneus de veículos da prefeitura de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá, prestou esclarecimentos na delegacia do município. Segundo a Polícia Civil, ele deve responder pelo crime de peculato.

As investigações começaram no dia 22 de março, quando o prefeito Adilson Gonçalves de Macedo registrou um boletim de ocorrência denunciando o suposto desvio.

O delegado Wilyney Santana Borges disse que várias buscas foram realizadas, até que o suspeito acabou confessando o crime. Em depoimento, ele contou que os pneus foram repassados para um comerciante como parte do pagamento na aquisição de um carro dele de luxo.

Os pneus desviados eram de veículos da Secretaria Municipal de Urbanismo.

De acordo com a polícia, nas investigações, foi apurado que pneus adquiridos para serem utilizados nas automóveis da secretaria foram desviados nos meses de novembro e dezembro de 2020, por um servidor  que exercia funções no setor de frotas da Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Leia mais:  Site da Sesp-MT está mais moderno e dinâmico

Segundo o delegado, os indícios apontados no inquérito indicam que foi possível constatar o desvio de pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

A Polícia Civil informou que o investigado pela venda dos pneus deverá responder ação penal pelo crime de peculato, vez que na época dos desvios, exercia o cargo de funcionário público. Já o comerciante que recebeu os pneus desviados, em troca de pagamento, responderá pelo crime de receptação.

A delegacia de Barra do Garças continua as investigações para saber se havia a conivência ou participação de outros servidores municipais, envolvidos no caso dos pneus desviados.

Por G1 MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana