conecte-se conosco


Cidades

Peixe Santo será em sistema de drive thru quilo comercializado será R$ 15,90

Publicado

A Secretaria de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico torna público edital para credenciar interessados na venda e doação de pescado durante o evento “Peixe Santo”.

As inscrições estão abertas até às 16h do dia 22 de março. A documentação deve ser encaminhada para a Comissão Permanente de Licitação, no Palácio Alencastro.

A venda será de  31 de março a 2 de abril em sistema de drive thru. A nova modalidade de comercialização foi adotada para atender as medidas de biossegurança em momento de pandemia da covid-19. Confira edital e documentos aqui.

“É um esforço de manter acesa a cultura da tradição do Peixe Santo, em um formato que se adeque a nova realidade da pandemia. Não podemos deixar nossa cultura ser esquecida, mas também é preciso responsabilidade com o momento de pandemia em que vivemos”, disse o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro.

O projeto ocorre há quase 30 anos e já virou tradição em Cuiabá, sendo um evento que reúne, todos os anos, milhares de participantes, com resultado significativo no comércio de peixes, atingindo, em 2018, cerca de 140 toneladas.No ano de 2020, o Peixe Santo não ocorreu, em razão das normas de enfrentamento ao novo coronavírus.

Leia mais:  Cerca de 20 mil pessoas são aguardadas em dois dias de apresentação de cantata de Natal em Cuiabá

Este ano, para manter a tradição e para evitar aglomerações, a prefeitura irá retornar a execução do projeto, cumprindo as exigências relacionadas à biossegurança, de acordo com recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).“Por conta da pandemia nós não realizamos o Peixe Santo. Este ano, por uma determinação do prefeito Emanuel Pinheiro, organizamos o evento de forma segura e que cumpra as medidas de biossegurança exigidas pelo momento, ofertando o peixe com certificação e cumprindo os cuidados com a saúde pública em primeiro lugar”, pontuou o secretário de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Francisco Vuolo.

O Peixe Santo vai acontecer entre nos dias 31 de março (quarta-feira), das 8h às 18h, no dia 01 de abril (quinta-feira), das 8h às 19h e no dia 02 de abril (sexta-feira Santa), das 8h às 12h. Cada carro poderá comprar apenas o máximo de 5 peixes.

O drive thru vai funcionar em quatro pontos da capital: Parque Tia Nair, Centro de Eventos do Pantanal, Centro Cultural Silva Freire e Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat).

Leia mais:  Número de casos de Covid-19 em Mato Grosso sobe 126,9 mil; mortes somam 3.533

De acordo com edital, os interessados em vender devem apresentar requerimento impresso e devidamente preenchido na Secretaria de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, juntamente com documentos elencados, como CPF, CNPJ e selo de qualificação do produto.Dentre as exigências, é necessário possuir o mínimo de 20 toneladas de pescado para a comercialização no evento e apresentar Certidão de Regularidade Municipal e Trabalhista.

Além de aceitar o preço do pescado tabelado pela Secretaria em R$ 15,90 o quilo.

Informações adicionais devem ser encaminhados por email [email protected] O Credenciamento e o envelope contendo os Documentos de Habilitação e Formulário de Requerimento deverão ser entregues à Presidente da Comissão Permanente de Licitação até às 16:00 (dezesseis horas), do dia 22 de março de 2021 – Fuso horário de Cuiabá/MT, diretamente na Prefeitura Municipal de Cuiabá/MT – Secretaria Adjunta Especial de Licitações e Contratos/Secretaria Municipal de Gestão – SAELC/SMGe – Telefone: (65) 3645-6156. Atendimento: Das 08:00 às 12:00hs e das 14:00 às 18:00hs. Endereço: Praça Alencastro, n° 158, 5º Andar – Centro – Cuiabá/MT.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Mato Grosso registra 43 mortes em 24h; UTIs continuam lotadas

Publicado

Taxa de ocupação está em 97% para UTIs adulto e em 59% para enfermarias

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sábado (10.04), 328.805 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 8.530 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. Foram 43 mortes apenas nas últimas 24 horas.

Foram notificadas 1.356 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 328.805 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 12.804 estão em isolamento domiciliar e 305.369 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 518 internações em UTIs públicas e 513 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 97,92% para UTIs adulto e em 59% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (70.086), Rondonópolis (24.674), Várzea Grande (21.290), Sinop (16.565), Sorriso (12.044), Tangará da Serra (11.179), Lucas do Rio Verde (10.796), Primavera do Leste (9.553), Cáceres (7.114) e Alta Floresta (6.392).

Leia mais:  44º Jogos Estudantis Cuiabanos começam no próximo sábado (22)

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 293.671 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 1.515 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na sexta-feira (09), o Governo Federal confirmou o total de 13.373.174 casos da Covid-19 no Brasil e 348.718 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 13.279.857 casos da Covid-19 no Brasil e 345.025 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste sábado (10).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Leia mais:  Há 14 dias, 321 municípios paulistas não registram óbitos por covid-19

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana