conecte-se conosco


Saúde

Pedro Bial fala sobre depressão em nova temporada de “Quebrando o Tabu”

Publicado

source

Pedro Bial foi um dos convidados na nova temporada de “Quebrando o Tabu”, que estreou na última segunda-feira (05) no GNT. A atraçaõ, que teve início como uma página no Facebook, hoje reúne 14 milhões de seguidores em suas redes. Com isso, eles usaram essas ferramentas para pedir aos seguidores que propusessem temas para o novo ano.

Leia também: Pedro Bial dá selinho em Pabllo Vittar e dispara: “Estou meio Hebe hoje”

pedro bial é entrevistado
Divulgação/GNT

Pedro Bial é um dos entrevistados da nova temporada do GNT e falou sobre depressão no programa de estreia

Dentre as opções sugeridas, foram selecionados os assuntos: depressão, masculinidade, adoção, religião e política, drogas, privilégios, liberdade de expressão e discurso de ódio, e humanos versus robôs. A saúde mental foi debatida logo no primeiro episódio, que contou com Pedro Bial falando sobre sua relação com a doença.

“Chame de doença mental, chame de sofrimento psíquico, chame de patologia psicólogica/psiquiátrica, chame como quiser, mas a reconheça como um joelho quebrado, uma dor de barriga”, falou o jornalista, que afirmou ter sofrido de depressão por volta dos 40 anos.

Leia mais:  Municípios terão R$ 51 mi para comprar equipamentos de saúde bucal

Leia também: Jornalista do SBT sobre liberdade de imprensa: “Momento muito difícil”

O rapper Baco Exú do Blues também falou sobre depressão e sua relação com raça: Baco Exu do Blues fala sobre a problemática negra: “Eu tenho uma teoria de que todo negro sofre depressão, grandes traumas, indignação. Existe um discurso de que a problemática negra é só financeira. Não, é mental. Financeira, também”, refletiu.

Leia também: Ao falar de refugiados, Pedro Bial defende política migratória brasileira

Além de Pedro Bial e Baco, a nova temporada de “ Quebrando o Tabu ”, com oito episódios, promete elevar o nível do debate com análises profundas e racionais dos assuntos escolhidos. O ator americano Terry Crews, o escritor Andrew Solomon, de “O Demônio do Meio Dia”, finalista do Prêmio Pulitzer, o jornalista Glenn Greenwald e a deputada federal Tabata Amaral, são alguns dos nomes que participarão da série.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
publicidade

Política

Queimadas em Mato Grosso preocupa população

Publicado

por

No período entre julho e outubro acontece o período proibitivo das queimadas no estado de Mato Grosso. Durante este período é considerado crime a prática de queimadas em áreas rurais, com pena de prisão e pagamento de multa.

O fogo ainda é usado em áreas destinadas a agricultura e pecuária e, como nesta época do ano não chove no estado, há uma piora nas condições climáticas o que favorece os incêndios sem controle, que ocasionam enormes prejuízos ambientais, econômicos e, principalmente, problemas de saúde. No entanto, as queimadas encontram neste período os meses de menor índice de chuva, onde a vegetação seca facilita a propagação do fogo.

No ano de 2015, o estado ocupou o segundo lugar em número de focos de incêndio, com 30.000 focos de incêndio registrados pelo INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

Nas áreas rurais, utilizar fogo para limpeza e manejo é crime passível de seis meses a quatro anos de prisão, com multas que podem variar entre R$ 1 mil e R$ 7,5 mil (pastagem e agricultura) por hectare.

Leia mais:  Retrospectiva 2018: os problemas de saúde mais pesquisados pelos brasileiros no ano

Nas áreas urbanas o uso do fogo para limpeza do quintal é crime o ano inteiro.

Diante de todo o cenário e de todas as experiências de campanhas já veiculadas, este ano o Governo do Estado quer estimular a educação ambiental em todos os municípios, realizando treinamentos com os produtores rurais para o primeiro atendimento com o fogo. Em um segundo momento da campanha, a intenção é informar os malefícios e conseqüências não só para a saúde, mas também na produção agrícola, focando no tom proibitivo, e o valor da pena.

As denúncias podem ser feitas na ouvidoria da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema): 0800 65 3838, no 193 do Corpo de Bombeiros ou diretamente nas secretarias municipais de Meio Ambiente.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana