conecte-se conosco


Brasil / Mundo

Paul Milgrom e Robert Wilson ganham Nobel de Economia 2020

Publicado

Economistas norte-americanos receberam o prêmio por seus trabalhos em novos formatos de leilões; cerimônias de entrega dos prêmios serão virtuais neste ano.

Os norte-americanos Paul R. Milgrom, de 72 anos, e Robert B. Wilson, de 83 anos, professores na Universidade Stanford, foram premiados nesta segunda-feira (12) com o Nobel de Economia por seus trabalhos na melhoria da teoria e invenções de novos formatos de leilões.

“Os vencedores deste ano estudaram como funcionam os leilões. Eles também usaram seus insights para criar um novo leilão e formatos para bens e serviços que são difíceis de vender de uma forma tradicional, como frequências de rádio. Suas descobertas beneficiaram vendedores, compradores e contribuintes de todo o mundo. Os leilões estão por toda a parte e afetam o nosso dia a dia”, disse a Real Academia de Ciências da Suécia.

Uma das descobertas de Milfrom e Wilson é que a oferta feita de forma racional tende a ser abaixo da melhor estimativa sobre o valor comum por causa da preocupação com a chamada “maldição do vencedor”, ou seja, pagar em excesso e, por isso, ter prejuízo.

Leia mais:  Mega-Sena, concurso 2.265: ninguém acerta as seis dezenas, prêmio vai a R$ 38 milhões

Além disso, ambos criaram o conceito de venda de licenças de frequência de telecomunicações nos EUA e trabalharam nos mecanismos de alocação de slots de pouso em aeroportos.

Os vencedores vão dividir o prêmio de 10 milhões de coroas suecas (cerca de R$ 6,3 milhões).

A modalidade de leilões ganhou impulso na internet tanto em sites de compra e venda como em transações financeiras, disse Wilson após receber o prêmio.

Robert Wilson contou que recentemente comprou em um leilão um par de botas de sky e afirmou que guardará o prêmio recebido para a família, já que, com a pandemia, “não há muito o que fazer, não se pode viajar”.

Entrega de prêmio virtual

Neste ano, a entrega dos prêmios – marcada para 10 de dezembro, aniversário de morte de Alfred Nobel – será inteiramente virtual por conta da pandemia do novo coronavírus. A cerimônia reúne os vencedores que apresentam suas pesquisas ao público.

É a primeira vez que a cerimônia de premiação dos ganhadores do Nobel de Física, Química, Medicina, Literatura e Economia não acontece em Estocolmo, desde 1944. Já o prêmio da Paz, tradicionalmente entregue em Oslo, deve acontecer em uma cerimônia fechada.

Leia mais:  Bancos fecham na segunda e terça-feira de carnaval
Academia sueca anuncia Nobel de Economia 2020 para Paul Milgrom e Robert Wilson (na projeção) — Foto: Anders Wiklund/TT/AP

O prêmio

O prêmio de Economia, oficialmente chamado de “Prêmio do Banco da Suécia em Ciências Econômicas em memória de Alfred Nobel”, foi criado em 1968. A homenagem não fazia parte do grupo original de cinco prêmios estabelecidos pelo testamento do industrialista sueco Alfred Nobel, criador da dinamite. Os outros prêmios Nobel (Medicina, Física, Química, Literatura e Paz) foram entregues pela primeira vez em 1901.

O Nobel de Economia é o último concedido este ano. Os prêmios de Medicina, Física, Química, Literatura e Paz foram anunciados na semana passada.

Comentários Facebook
publicidade

Brasil / Mundo

Indicado ao STF, Kassio Nunes é sabatinado no Senado

Publicado

Juiz federal é 1ª indicação do presidente Jair Bolsonaro ao STF

Começou as 8h30 desta quarta-feira (21), na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, a sabatina do juiz federal Kassio Nunes Marques, o primeiro indicado ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelo presidente Jair Bolsonaro. A expectativa da presidente do colegiado, senadora Simone Tebet (MDB-MS), é que a sabatina dure, pelo menos, oito horas.

A primeira parte da sabatina foi dedicada à exposição do indicado. Neste momento, parlamentares fazem suas perguntas ao desembargador e, desta vez, a presidente da CCJ decidiu que elas não serão em bloco, como tradicionalmente ocorre. Hoje, à medida em que estão sendo feitos, os questionamentos são respondidos por Kassio Nunes. Mais de 30 senadores já estão inscritos e cada um tem até dez minutos para apresentar suas perguntas. O indicado terá o mesmo tempo de resposta.

Votação

Na CCJ, a indicação precisa ser aprovada por maioria simples dos membros, ou seja, dos presentes à reunião. A comissão é formada por 27 parlamentares. Caso o resultado seja favorável à indicação, o parecer da CCJ será encaminhado ao plenário da Casa. Lá, Kassio Marques precisa da aprovação de pelo menos 41 dos 81 senadores para ser o novo ministro do STF. A sessão deve ser realizada ainda hoje. Se aprovado, Nunes ocupará a vaga deixada em decorrência da aposentadoria compulsória do ministro Celso de Mello.

Leia mais:  Bancada feminina precisa ocupar espaço no Congresso, dizem senadoras

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana