conecte-se conosco


Esportes

Palmeiras vence o Ceará e amplia vantagem na liderança do Brasileirão

Publicado


O Palmeiras venceu o Ceará e ampliou sua vantagem na liderança do Brasileirão
Reprodução / Palmeiras

O Palmeiras venceu o Ceará e ampliou sua vantagem na liderança do Brasileirão

No Pacaembu, o Palmeiras
venceu o Ceará e ampliou sua vantagem na liderança do Brasileirão, enquanto o Fluminense bateu o Galo e Vitória e Corinthians ficaram no empate no Barradão.

Leia também: Espanhóis analisam Palmeiras e Grêmio, possíveis rivais do Real no Mundial

Na liderança do Brasileirão
, o Verdão agora seca seus rivais na briga pelo título. O Flamengo enfrenta o Paraná às 19h, enquanto o Internacional pega o Santo segunda-feira (22).

Veja como foram os jogos:

Palmeiras 2 x 2 Ceará

Com o Allianz Parque recebendo mais um show, Palmeiras e Ceará se enfrentaram no Pacaembu, e o alviverde levou a melhor em um jogo cheio de confusões.

O primeiro tempo da partida começou com pressão do time cearense, que teve algumas chances de gol, mas foi o Verdão que abriu o placar com o aniversariante Bruno Henrique, em pênalti marcado após confusão da arbitragem, que havia assinalado escanteio.

Aos 34 minutos, Bruno Henrique acertou um belo chute de fora da área, sem chances para o goleiro Everson, e ampliou o placar para o Palmeiras.

Aos 45, o time paulista ficou com um jogador a menos após Deyverson deixar o pé no peito do adversário e ser expulso. Na saída do campo, o jogador pediu desculpa aos torcedores.

Leia mais:  Polícia francesa consegue vídeos do hotel onde Neymar se encontrou com Najila

Pelo lado do Ceará, as expulsões foram na comissão técnica, primeiro com o treinador Lisca, que discutiu com os palmeirense, ainda na primeira etapa. Na volta dos times para o segundo tempo, o juiz colocou o auxiliar Márcio Hahn pra fora por entrar dentro do campo para orientar o time.

Com um jogador a mais, o Ceará aproveitou os espaços deixados pelo Palmeiras e em rápido contra-ataque diminui o placar com o atacante Arthur, que vestirá a camisa do Verdão em 2019.

Leia também: Agente indica saída de Pedrinho do Corinthians: “Para mim, o ciclo acabou”

Vitória 2 x 2 Corinthians

O Vitória iniciou melhor a partida, exigindo que Cássio trabalhasse bastante nos primeiros minutos. Mas o goleiro corintiano só segurou até os oito minutos, quando Rhayner chutou de fora da área e fez o gol da partida.

Com 1 a 0 no placar, o Corinthians assumiu o controle da partida e empatou o jogo com um golaço do meia Jadson após boa jogada do lateral-esquerdo Danilo Avelar.

Aos 45 do segundo tempo, o Timão conseguiu virar o jogo com Roger, após belo passe do chileno Araos,e m gol que parecia dar a vitória para os corintianos, mas o Vitória não desistiu.

Leia mais:  Já ouviu falar em futmesa? Conheça o novo esporte que está conquistando o Brasil

Dois minutos depois, Jeferson cruzou a bola na área e Neilton pegou de primeira para deixar tudo igual no último lance da partida.

Fluminense 1 x 0 Atlético-MG

O primeiro tempo da partida foi fraco e com poucas oportunidades criadas pela equipe. As melhores tentativas foram em chutes de fora da área, mas sem muito perigo

Já a segunda etapa começou mais animada, logo no primeiro minuto Chará foi derrubado pelo goleiro Julio César e o juiz marcou pênalti, que Fábio Santos acertou a trave e desperdiçou.

Após o lance, o jogo ficou muito disputado, com chances para os dois lados, mas foi o Fluminense que abriu o placar com Luciano após passe de Everaldo. O gol garantiu os três pontos para os cariocas.

Leia também: Atlético Paranaense é multado em R$ 70 mil por ato político antes de partida

Com a vitória deste domingo, o Palmeiras chegou aos 62 pontos e segue firme na liderança do Brasileirão
, é o favorito ao título? Deixe sua opinião nos comentários.

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Apresentado, Rogério Ceni cita Zico e promete Flamengo ofensivo

Publicado

Apresentado à torcida e à imprensa como técnico do Flamengo, Rogério Ceni prometeu um time agressivo, “com o máximo de atacantes possível”. Na entrevista coletiva que concedeu nesta terça-feira (10) à tarde, pouco antes de comandar a primeira atividade no Ninho do Urubu, o treinador enalteceu o elenco que terá à disposição para trabalhar.

“O que importa é que os atletas se sintam à vontade. A longo prazo, temos que seguir o estilo do Flamengo, que é de um time ofensivo, que marca à frente e gosta da posse de bola. Se tenho bons jogadores em uma mesma posição, tenho de encontrar um jeito de colocá-los para jogar. O problema é que aqui tem muitos bons em várias posições, então alguém acaba ficando fora. Você pode usar o [Giorgian De] Arrascaeta e o Everton [Ribeiro] pelos lados. Pode usar Bruno [Henrique], Gabriel [Barbosa, o Gabigol] na frente. Ainda tem Vitinho, Pedro, Pedro Rocha, Michael. Essa [ataque] é a área que mais gosto de mexer, pois libera a criatividade. Além de um meio-campo que tem Gerson, [Thiago] Maia, [William] Arão e outros tantos jovens da base”, descreveu Ceni.

O técnico Rogério Ceni visita as instalações do Ninho do Urubu, Centro de Treinamento do Flamengo.

Se no ataque sobram opções, a defesa tem sido uma dor de cabeça no Flamengo. O time carioca sofreu 29 gols em 20 partidas pela Série A do Campeonato Brasileiro – oito apenas nas duas últimas partidas do torneio, nas derrotas por 4 a 1 para o São Paulo e 4 a 0 para o Atlético-MG. Somente o Goiás, que é o último colocado, foi mais vazado que o Rubro-Negro, que ocupa o terceiro lugar.

Leia mais:  Dupla brasileira avança para final em Copa do Mundo de Ginástica de Trampolim

“Só amanhã [quarta-feira, dia 11] é que vamos poder responder, mas acho que erro defensivo é fruto de [erros de] sistema de jogo. A crítica existe a um determinado jogador ou outro, principalmente zagueiros, goleiros, enfim. Quando se tem um número elevado de gols sofridos, temos que tentar ajustar, com a colaboração de todos. Aqui a gente vem para gerar ideias e colocar situações para os atletas. São eles que vão resolver dentro de campo”, avaliou o técnico, já projetando a possível estreia no comando do Rubro-Negro, diante do São Paulo, às 21h30 (horário de Brasília), no Maracanã, pelas quartas de final da Copa do Brasil.

Ceni é o substituto do catalão Domènec Torrent, demitido após a goleada sofrida para o Atlético-MG no último domingo (8). O ex-goleiro deixou o comando do Fortaleza após cerca de três temporadas no clube – com uma rápida passagem pelo Cruzeiro no período. Pelo Leão do Pici, foi bicampeão cearense e conquistou os títulos da Copa do Nordeste e da Série B do Brasileirão, com 60% de aproveitamento em 153 jogos.

Leia mais:  Botafogo prega jogo sem erros para vencer Flamengo

“Primeiro, sou muito agradecido ao Fortaleza. Eu sei que o torcedor fica triste e eu, logicamente, deixo parte do meu coração em Fortaleza. Mas acho que ele compreende o tamanho do desafio. Um convite do Flamengo, no momento que o Flamengo vive, é difícil de recusar”, disse o treinador, que revelou ter contatado o ex-jogador Zico, maior ídolo rubro-negro, antes de assumir o cargo.

“Esse é meu 30º ano trabalhando com futebol. Já enfrentei muitas vezes o Flamengo. Vi Maracanã com casa cheia, vi Zico, Júnior, e tantos craques da história do Flamengo. Até mandei uma mensagem ao Zico antes de chegar aqui, se ele me permitia a entrada. É um cara por quem tenho um fanatismo grande, talvez pela relação com as faltas. É um ícone do futebol brasileiro, um cara único. Ele me respondeu do Japão. Então, eu me sinto com permissão de sentar nessa cadeira”, declarou Ceni, que assinou contrato até dezembro do ano que vem.

Confira a classificação da Série A do Campeonato Brasileiro aqui.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana