conecte-se conosco


Esportes

Palmeiras joga bem, passa fácil pelo Melgar e soma 2ª vitória na Libertadores

Publicado


Volante abriu o placar da fácil vitória do Palmeiras sobre o Melgar nesta terça-feira
Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Volante abriu o placar da fácil vitória do Palmeiras sobre o Melgar nesta terça-feira

Depois de passar pelo Junior em Barranquila na estreia, o Palmeiras fez a primeira partida em casa pela fase de grupos da Copa Libertadores . Sem maiores dificuldades, o Verdão venceu o Melgar-PER por 3 a 0, somou mais três pontos e manteve a folga na liderança do Grupo F.

Felipe Melo, Ricardo Goulart e Deyverson foram os responsáveis pelos gols do Palmeiras , que agora tem seis pontos em duas partidas disputadas e ocupa a primeira posição na tabela de classificação. Já o Melgar cai para a terceira posição, com apenas um ponto conquistado.

Leia também: Por confusão em clássico, Moisés e G. Henrique pegam um jogo de suspensão cada

Na próxima rodada, o Verdão terá um dos grandes desafios do grupo: visita os argentinos do San Lorenzo no Nuevo Gasómetro no dia 02 de abril. No mesmo dia, os peruanos recebem o Junior já de olho em uma recuperação.

O jogo


Superior em toda a partida, o Palmeiras venceu o Melgar por 3 a 0
Cesar Greco/Ag Palmeiras

Superior em toda a partida, o Palmeiras venceu o Melgar por 3 a 0

Desde o início, o Palmeiras mostrou que faria a noite desta terça a mais tranquila possível para os torcedores presentes no Allianz Parque. Controlando o duelo, os comandados de Luiz Felipe Scolari trabalhavam bem a bola e não davam chances aos rivais do Melgar.

Leia mais:  Rodada da NBA tem “show dos irmãos Curry” e quase tudo definido no Oeste

O zagueiro Gustavo Gómez e o atacante Deyverson pararam no goleiro Cáceda até que Felipe Melo conseguisse tirar o zero do placar. O gol veio após cruzamento de Dudu na área e desvio de Goulart, que encontrou o volante na segunda trave livre para marcar. 1 a 0 Palmeiras .

Ainda na primeira etapa, Felipe seria protagonista de outro lance, mas desta vez de forma negativa. O volante matou ataque dos peruanos com um forte carrinho por trás em Arias e só não foi expulso porque o árbitro não quis, ficando apenas com um cartão amarelo.

Leai também: Sem sustos, Palmeiras reedita 2018 e estreia com vitória na Libertadores

No segundo tempo, o Verdão voltou mais desatento e até meio displicente. Ainda assim, comandava as ações e ditava o ritmo da partida. Tanto que logo aos 8 minutos, conseguiu ampliar o placar: após cruzamento de Gustavo Scarpa, a zaga do Melgar vacilou e Goulart apareceu para cabecear para as redes.

Conforme o tempo passava, o Palmeiras criava chances e não sofria qualquer tipo de pressão. Depois de perder algumas oportunidades claras, foi a vez de Deyverson anotar seu gol aos 25 minutos e definir o placar final da partida. Bastante inferior, restou ao Melgar tentar segurar o resultado para que a goleada não ficasse ainda maior. 

Leia mais:  Ímã de problema: confusões de Conor McGregor estragam legado e imagem do MMA

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Goiás, com um a menos e de virada, bate o Internacional no Serra Dourada

Publicado

por

Lance

Goiás x Internacional - Campeonato Brasileiro arrow-options
reprodução / Twitter

Goiás x Internacional – Campeonato Brasileiro

Se o panorama do primeiro tempo com expulsão no time adversário e a abertura do marcador davam a entender que vinha pela frente uma tranquila vitória do Internacional sobre o Goiás no Serra Dourada, a etapa complementar transformou o panorama da partida e quem parecia condenado no jogo virou o placar para um heroico 2 a 1.

Com o resultado, o  Goiás foi para a 11ª posição com 21 pontos ganhos enquanto o Internacional segue com 24 unidades e em sétimo lugar do Campeonato Brasileiro.

GOL COLORADO E PREJUÍZO DOBRADO

Em partida que estava bastante corrida e com busca de alternativas para os dois lados, aos 11 minutos Wellington Silva achou uma bola muito bem enfiada visando a infiltração de Guilherme Parede que, de frente com Tadeu, chutou de perna esquerda no meio das pernas do arqueiro goiano. 

Depois do gol, a arbitragem analisou o lance desde sua origem com o uso do Árbitro de Vídeo e, além de confirmar o tento, ainda viu lance de falta onde Léo Sena acabou pisando com a ponta do pé na mão de Rithely e decidiu dar cartão vermelho para o atleta do Goiás.

MUDANÇAS FORÇADAS

Com o panorama modificado tanto pelo gol como pela expulsão de Léo Sena, Ney Franco decidiu fazer a transição de estilo de jogo com a saída do centroavante Rafael Moura para a entrada de Leandro Barcia, prevendo maior dificuldade em conseguir prender a bola no sistema ofensivo e apostar mais nos lances de velocidade.

Leia mais:  Thiago Neves chama Mauro Cezar de ‘mongol’: ‘Se quer espetáculo, vá no circo’

Por sua vez, o Inter teve Natanael caindo no gramado acusando dores musculares aos 23 minutos e Odair colocou o nome que tinha à disposição para o lado esquerdo, o jovem Erik. 

LOMBA, NO REFLEXO

A vantagem no marcador e o domínio da posse de bola faziam com que o time visitante tivesse mais interesse em administrar a partida tirando a velocidade do confronto e evitando momentos de reação do Esmeraldino. 

Mesmo assim, aos 36, os anfitriões acharam espaço para Michael, na pura habilidade, driblasse três marcadores e só parasse em uma defesa precisa de Marcelo Lomba em chute rasteiro.

QUASE O SEGUNDO!

Logo aos dois minutos do tempo complementar, em grande jogada pelo lado direito de ataque do Inter, Guilherme Parede quase conseguiu retribuir a assistência de Wellington Silva e cruzou na medida para o camisa 11, mas o atacante não conseguiu concluir de maneira equilibrada e ela subiu por sobre o travessão da meta defendida por Tadeu.

MELHOROU E MERECEU

Com pouco mais de 30% de posse de bola na etapa inicial e após tomar o um susto logo na volta da partida, o time da casa começou a se soltar mais para o campo de ataque, elevando sua atuação na partida e as chances de chegar a igualdade.

O Inter até conseguiu uma oportunidade interessante nesse período em cobrança de falta que deu trabalho a Tadeu. Todavia, aos 25, a extrema habilidade de Michael, que já havia aparecido bem na etapa inicial, surgiu bem novamente com o camisa 11. Dessa vez, de maneira letal. Partindo pra cima da marcação, o atacante saiu muito bem da marcação após dois dribles desconcertantes já na grande área do Internacional e bateu no extremo canto esquerdo de Lomba para deixar tudo igual.

Leia mais:  Rodada da NBA tem “show dos irmãos Curry” e quase tudo definido no Oeste

SALVA, TADEU!

Tomar o gol acabou fazendo com que o time gaúcho se sentisse praticamente na obrigação de ser mais ofensivo e passasse, nesse momento, a ser bem mais intenso do que havia conseguido em praticamente todo o confronto mesmo tendo um homem a mais em campo. Foi aí que o goleiro Tadeu apareceu com destaque fundamental para garantir o precioso ponto.

Em cruzamento rasteiro, Parede recebeu com liberdade na marca do pênalti e tocou de letra para defesa providencial de Tadeu. Dois minutos depois, Nico López fez incrível lance individual ao chapelar Yago Felipe e bater para uma intervenção magistral do arqueiro Esmeraldino.

O GOLAÇO DA VIRADA

Já no último minuto do confronto, após falta do zagueiro Klaus em Leandro Barcia, ficou sob o encargo de Rafael Vaz a responsabilidade de fazer o tento da virada. E o zagueiro bateu com uma cobrança excelente, no ângulo direito de Marcelo Lomba, e concretizou o resultado positivo do Goiás .

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana