conecte-se conosco


Esportes

Palmeiras empata com São Paulo e clássico termina em 1 a 1

Publicado

Lance

O começo do Choque-Rei deste sábado deu a impressão de que o Palmeiras poderia perder a invencibilidade no Brasileirão . Mas o Verdão contou com a sorte – e a qualidade do time – para empatar em 1 a 1 com o São Paulo, no Morumbi, com gols de Pablo e Dudu.

Leia também: Fim de uma era! Contrato de Romero com o Corinthians se encerra neste domingo

palmeiras e são paulo em campo arrow-options
Luis Moura/WPP/Agência O Globo

O clássico aconteceu neste sábado (13) no Morumbi e acabou empatado

Com o resultado, o Palmeiras chega a 26 pontos e vê o Santos diminuir a diferença entre o primeiro e o segundo colocado para três pontos. Com 15 pontos, o Tricolor é, agora, o oitavo colocado no Brasileiro. Na próxima rodada, o Verdão encara o Ceará no Castelão. Já o São Paulo recebe a Chapecoense, em casa.

Tricolor começa melhor

O São Paulo começou a partida mostrando que queria vencer. E, com Pablo, Pato, Hernanes e Tchê Tchê inspirados e comandando o setor ofensivo, o Tricolor logo chegou ao gol que abriu o placar. Aos 9 minutos, após troca de passes entre Hudson e Hernanes pela direita, o Profeta cruzou rasteiro, Pablo se adiantou sobre Antônio Carlos e tocou para o fundo do gol de Weverton. 

Com problemas na saída de bola, o Palmeiras pouco conseguiu criar. Enquanto isso, o São Paulo seguia comandando o jogo, mas já sem aparecer tanto no ataque. Nos 20 minutos iniciais, o Tricolor chegou a ter quase 65% de posse de bola.

Pablo preocupa

A partir da segunda metade do primeiro tempo, o Palmeiras conseguiu equilibrar a partida e chegou uma vez com perigo com Gustavo Scarpa, obrigando o goleiro Tiago Volpi a fazer grande defesa. Mas foi só. 

Leia mais:  Diego Souza chega otimista ao Botafogo: “Temos tudo para surpreender”

Ainda antes do intervalo, uma cena preocupou o torcedor são-paulino. Aos 40 minutos, após uma disputa pelo alto com Thiago Santos, Pablo caiu de mau jeito sobre a própria perna e ficou sentindo muitas dores. Foi atendido e acabou voltando para o jogo, mas foi substituído no intervalo.

Leia também: Presidente do Atlético de Madri avisa Barcelona sobre Griezmann: “Temos provas”

Goleiros brilham

A segunda etapa começou com jogo aberto e boas oportunidades para os dois times. Mas ninguém conseguiu marcar graças a ótimas intervenções dos goleiros. O primeiro a brilhar foi Volpi. Logo no primeiro minuto, Deyverson pegou uma sobra de bola e, quase na pequena área, acabou finalizando em cima do goleiro tricolor, que saiu muito bem e defendeu o chute com o peito.

Depois, foi a vez de Weverton aparecer. O palmeirense fez duas grandes defesas num mesmo lance. Primeiro, defendeu um chute de Raniel. No rebote, Reinaldo finalizou de fora da área e o goleiro espalmou para escanteio. Aos 14, nova boa intervenção do palmeirense. Pato recebeu pela esquerda e chutou colocado. Weverton espalmou novamente para a linha de fundo.

Azar de Volpi, sorte de Dudu

Com a partida mais equilibrada, o São Paulo recuou e deixou o Palmeiras com a bola, tentando se aproveitar dos contra-ataques. Mas quem se aproveitou do momento foi o Verdão. Aos 25 minutos, Dudu recebeu na direita, na linha da grande área e finalizou. A bola desviou em Reinaldo, encobriu Volpi e pegou na trave. Na volta, pegou nas costas do goleiro e entrou no gol. 1 a 1 no placar e o líder Palmeiras mantém a invencibilidade do Brasileiro, enquanto o São Paulo segue com problemas nos clássicos.

Leia mais:  2.000 dias após acidente, presidente da FIA diz que Schumacher “segue lutando”

Leia também: Em jogo de arbitragem polêmica, Grêmio vence Vasco de virada

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 x 1 PALMEIRAS

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 13 de julho de 2019, às 19h
​Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ) – Nota LANCE!: 6,0 – Não atrapalhou o andamento da partida.
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)
Árbitro de vídeo : Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Gramado: Bom
Público/Renda: 38.267/R$ 1.177.165,00
Cartão amarelo: Arboleda e Hudson (SAO), Moisés e Antônio Carlos (PAL)
Cartão vermelho: –

GOLS: Pablo, 9’/1ºT (1-0); Dudu, 25’/2ºT (1-1)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Hudson, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Tchê Tchê e Hernanes (Igor Gomes, 30’/2ºT); Antony, Pato (Toró, 26’/2ºT) e Pablo (Raniel, Intervalo). Técnico : Cuca.

PALMEIRAS : Weverton; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Thiago Santos e Moisés; Dudu (Willian, 37’/2º), Gustavo Scarpa (Raphael Veiga, 18’/2ºT) e Zé Rafael (Carlos Eduardo, Intervalo); Deyverson. Técnico : Luiz Felipe Scolari.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Palmeiras tenta acalmar ambiente e mudar história recente no mata-mata

Publicado

por

Lance

Felipão gritando arrow-options
CONMEBOL/DIVULGAÇÃO

Felipão tenta mudar história recente do Palmeiras em mata-mata

Com dois títulos (2016 e 2018), um vice-campeonato (2017) e a atual liderança no Campeonato Brasileiro, o Palmeiras tem sido dominante em pontos corridos. Mas desde que conquistou a Copa do Brasil de 2015, acumula frustrações em mata-mata. 

Leia também: “Filme de terror”, relata Mattos sobre turbulência em voo do Palmeiras; assista

Para melhorar este retrospecto e amenizar o ambiente após as últimas duas derrotas, o Palmeiras inicia a disputa das oitavas de final da Libertadores .

Depois do protesto de um número reduzido de torcedores em Fortaleza, na sexta, o Verdão foi batido pelo Ceará, e pela primeira vez desde a volta de Luiz Felipe Scolari perdeu duas partidas consecutivas.

Para completar, a logística foi prejudicada graças à instabilidade climática que impediu a delegação de pousar em Mendoza , cidade do jogo contra o Godoy Cruz .

Desde 2016, quando voltou a disputar a Libertadores, o Palmeiras foi eliminado na fase de grupos, nas oitavas de final (2017) e na semifinal (2018). No ano passado, o time terminou a etapa de grupos com a melhor campanha, mas não passou do Boca Juniors, atual vice-campeão.

Leia mais:  Neymar recorre a Bíblia na véspera da primeira partida após acusação de estupro

No Paulista, o time alviverde tem um vice (2018) e três quedas em semifinais, em 2016, 2017 e 2019. Na Copa do Brasil, desde o título em cima do Santos, foram três eliminações nas quartas de final (2016, 2017 e 2019) e uma na semifinal (2018).

Leia também: Torcedores arremessam pipocas e cobram elenco do Palmeiras no Ceará

​A Libertadores é o grande sonho do torcedor palmeirense, que comemora 20 anos de sua única conquista do torneio, em 1999. A expectativa cresceu depois da derrota para o Internacional nos pênaltis, pela Copa do Brasil, pois resta apenas a Copa e o Brasileiro a disputar agora.

No campeonato nacional, o Verdão tinha cinco pontos de folga, mas viu a vantagem acabar depois da pausa para a Copa América. O Santos venceu seus dois jogos, enquanto o Palmeiras somou apenas um ponto em seis – os rivais agora estão empatados com 26, mas o time alviverde tem saldo de gols melhor.

Leia também: Palmeiras radical! Fomos conferir a tirolesa de 200 metros no Allianz Parque

Leia mais:  Brasileira de 13 anos é a mais nova do país a garantir medalha no tênis de mesa

O jogo do Palmeiras contra o Godoy Cruz será nesta terça-feira, às 21h30 – a volta será uma semana depois, no Allianz Parque.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana