conecte-se conosco


Entretenimento

Ovacionada, Sandra Bullock se emociona com carinho do público na CCXP 2018

Publicado

O terceiro painel da  Netflix
 na CCXP 2018 foi intenso. A apresentação começou com a exibição em primeira mão do trailer de “Operação Fronteira”, novo filme de J.C Chandor (“O Ano Mais Violento”), com Bem Affleck e Oscar Isaac no elenco, que estreia em março na plataforma de sreaming.

Leia também: Em 3º dia glorioso da CCXP 2018, Netflix não empolga com “The Umbrella Academy”


Terceiro painel da Netflix da CCXP 2018
Reinaldo Glioche/iG

Terceiro painel da Netflix da CCXP 2018

Na sequência, o auditório Cinemark foi palco da premiere mundial de “Bird Box”, filme estrelado por Sandra Bullock
, uma das grandes atrações da  CCXP 2018
. O misto de drama e ficção científica dirigido por Susanne Bier (“Em Um Mundo Melhor”) mostra a atriz como uma mulher refratária à maternidade que precisa lidar com a própria gravidez enquanto uma versão aterradora e fulminante no apocalipse se anuncia.

Leia também: Chris Columbus fala de Robin Williams e “medo de ir pra Rússia” na CCXP 2018

“Bird Box” é claramente um filme de Bier, que submete seus personagens a testes constantes de resistência física, moral e psicológica. Mas apresenta boa cota de metáforas óbvias e simplificações narrativas. Apesar de ensejar um interessante comentário a respeito da vulnerabilidade das pessoas ditas “normais”, aquelas sem deficiências, o filme o faz sem muita criatividade. Há, porém, muitas boas ideias trabalhadas de maneira pouco entusiasmantes.

Leia mais:  Prestes a ser pai, Julio Rocha celebra ótima fase e se prepara para 2019

“Um pedaço do Brasil”


Terceiro painel da Netflix na CCXP 2018
Reinaldo Glioche/iG

Terceiro painel da Netflix na CCXP 2018

Ao fim do filme, Sandra Bullock subiu ao palco acompanhada de seu colega de lenço Trevante Rhodes e do produtor Dylan Clark. De largada, Sandra, sentindo-se culpada por “ser uma má mãe” por ter deixado seus filhos em casa para vir divulgar o filme no Brasil, pediu para o público participar de um gesto. Ela disse ter prometido levar uma lembrancinha do Brasil para eles, mas achava melhor “levar para eles um pedaço do Brasil”. Ela pediu para que o auditório cantasse “Happy Birthday to Laila and Louis”. O público comprou a ideia e levou Bullock às lágrimas. Foi genuinamente um dos momentos mais bonitos desta edição da Comic-Con brasileira.

Ao fim do painel, Sandra e público repetiram a dose e desejaram feliz aniversário para os filhos da atriz em português. Antes, porém, Sandra e seus colegas falaram um pouco sobre o processo criativo por trás do filme e de dificuldades como rodar cenas com os olhos vendados, já que, na produção, quando as pessoas veem as tais criaturas sentem um impulso violento de se matar.

Leia mais:  Casa da ex de Luciano Camargo pega fogo

Leia também: Primeiro painel da Netflix na CCXP 2018 tem “Mogli” e reverência a Andy Serkis

Rhodes disse que o que o atraiu no projeto foi justamente a profundidade da história que o forneceu uma “nova perspectiva” sobre família e amor. Bullock aprofundou o raciocínio do colega: “Eu acho que não são feitas histórias de amor o suficiente no cinema atualmente e por isso esse filme é tão tocante”.

Depois de um painel concorridíssimo na  CCXP 2018
, “Bird Box” estreia na Netflix no dia 21 de dezembro. 

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

“Foram noites sem dormir”, diz Chay Suede sobre cena de Amor de Mãe

Publicado

 

 

Chay Suede foi o nome do capítulo de Amor de Mãe dessa terça (6/4). Desde o início da noite, o ator brilhou nas cenas em que Danilo descobre as mentiras de Thelma (Adriana Esteves) e terminou deixando o telespectador arrepiado com o encontro entre ele e Lurdes (Regina Casé). Não à toa, Chay foi elogiadíssimo nas redes sociais. A emoção, aliás, continua no capítulo desta quarta (7/4). “Podem preparar o lencinho porque ainda tem muita cena emocionante até o final”, avisa o ator, que considera a cena de ontem uma das mais difíceis de fazer. “Essa novela foi marcante para mim do início ao fim, mas o encontro deles tem um lugar especial na minha vida. Foram noites sem dormir para gravar”.

Chay também não tem dúvida sobre a sua personagem preferida em Amor de Mãe: “Dona Lurdes, claro. Não só em Amor de Mãe, mas de todas as novelas que eu já vi na vida”. Sem contar como vai ficar a relação entre Danilo e Thelma, o ator afirma que é impossível entender e perdoar tudo que ela fez. “Ela deu ré e matou a mãe biológica da esposa do filho. Depois, mandou matar a esposa do filho atropelada. Matou a melhor amiga asfixiada numa garagem e atirou e manteve em cárcere privado a outra melhor amiga. Acho que não dá, né”.

Comentários Facebook
Leia mais:  Filhas de atores da Globo são contratadas pela Record para novela bíblica
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana