conecte-se conosco


Entretenimento

Os dez maiores mistérios da cultura pop que vão te prender do início ao fim

Publicado

Quando a trama de alguma série ou filme consiste em desvendar um caso misterioso, é difícil deixar de prestar atenção por um segundo que seja. Tendo isso em consideração, listamos os maiores mistérios da cultura pop que despertam o interesse do público, seja no cinema
ou na televisão
.


Mistérios da cultura pop
Reprodução

Mistérios da cultura pop

Leia também: “Castle Rock” e as melhores antologias de terror da televisão

A identidade por trás da -A em “Pretty Little Liars”


Mistérios da cultura pop que prendem a atenção
Reprodução

Mistérios da cultura pop que prendem a atenção

Na série norte-americana “Pretty Little Liars”, ao ar na televisão americana de 2010 a 2017, a trama aborda a relação entre cinco amigas, que é inevitavelmente abalada quando a líder do grupo, Alison (Sasha Pieterse) é assassinada. Um dos maiores mistérios da cultura pop
 envolve não só o assassino por trás do crime, como a identidade de -A, alguém que começa a perseguir e torturar psicologicamente as garotas.

O assassino de Lila Stangard em “How to Get Away with Murder”


Mistérios da cultura pop que prendem a atenção
Reprodução

Mistérios da cultura pop que prendem a atenção

O mistério que antecede tantos outros em “How to Get Away with Murder” e ficou marcado como o principal de toda a série foi o autor por trás do assassinato de Lila Stangard (Megan West), estudante da universidade na qual a série se passa, cujo cadáver foi encontrado em uma caixa d’água. O mistério acaba desencadeando vários outros no decorrer da série.

O significado das mensagens enigmáticas em “O Código da Vinci”


Mistérios da cultura pop que prendem a atenção
Reprodução

Mistérios da cultura pop que prendem a atenção

O longa-metragem “O Código da Vinci”, de 2006, foi baseado no best seller homônimo escrito por Dan Brown. Recheado de teorias relacionadas ao cristianismo e à simbologia, o filme gira em torno de um mistério envolvido por diversas mensagens enigmáticas deixadas por um homem ao morrer em um museu. Os significados das mensagens e os segredos ocultos que a igreja católica tanto guarda do resto da humanidade são os mistérios que envolvem o filme.

Leia mais:  DAZN lança “Virada de Mesa”, talk show em parceria com o Porta dos Fundos

O assassino de Jason em “Riverdale”


Mistérios da cultura pop que prendem a atenção
Reprodução

Mistérios da cultura pop que prendem a atenção

A série “Riverdale” é construída inicialmente em torno do mistério que envolve a morte trágica do atleta Jason Blossom (Trevor Stines), um jovem popular de sua escola e membro da família mais poderosa da cidade. O enredo da primeira temporada abraça principalmente a questão do retorno à escola após o acontecimento, e como ele acabou marcando não só os personagens e a instituição de ensino, como a própria cidade de Riverdale em si.

A identidade do serial killer da franquia “Scream”


Mistérios da cultura pop que prendem a atenção
Reprodução

Mistérios da cultura pop que prendem a atenção

A franquia “Scream”, conhecida principalmente pela máscara inconfundível de fantasma utilizada pelo vilão, é protagonizada por Sidney Prescott (Neve Campbell) e aborda uma série de assassinatos misteriosos provocados por um psicopata viciado em filmes de terror, que liga para suas vítimas e faz questões sobre essa categoria de filmes antes de atacar. O mistério em torno da série de filmes é justamente quem está por trás da máscara.

Leia também: De “Grey’s Anatomy” a “TWD”, confira as séries que são recordistas em abandono

O responsável pelos assassinatos em “Seven – Os Sete Crimes Capitais”


Mistérios da cultura pop que prendem a atenção
Reprodução

Mistérios da cultura pop que prendem a atenção

Estrelado por Brad Pitt e Morgan Freeman, o filme “Seven”, de 1995, gira em torno de uma dupla de detetives que são assombrados por uma série de assassinatos envolvendo os pecados capitais. O grande mistério do filme é quem está por trás desses assassinatos tão fora do convencional, e qual é a mensagem por trás de tudo isso.

Leia mais:  Karametade está de volta! Vavá e Márcio anunciam retorno do grupo de pagode

O assassino do chuveiro em “Psicose”


Mistérios da cultura pop que prendem a atenção
Reprodução

Mistérios da cultura pop que prendem a atenção

“Psicose”, de 1961, é um verdadeiro clássico do terror no cinema. A história gira em torno da estadia de Marion Crane (Janet Leigh) no hotel do perturbador Norman Bates (Anthony Perkins), que é assombrada por um assassinato. O grande mistério do filme envolve o responsável por trás das mortes trágicas realizadas no hotel.

A identidade do Jigsaw em “Jogos Mortais”


Mistérios da cultura pop que prendem a atenção
Reprodução

Mistérios da cultura pop que prendem a atenção

A franquia “Jogos Mortais”, que teve início em 2005, aborda um sádico que atende por Jigsaw, que faz jogos de tortura física e psicológica com inúmeras pessoas no decorrer dos filmes. O verdadeiro mistério é quem está por trás desse personagem e quais são as intenções dele ao brincar dessa forma doentia com as pessoas.

O que há na floresta em “A Vila”


Mistérios da cultura pop que prendem a atenção
Reprodução

Mistérios da cultura pop que prendem a atenção

O vilarejo pacato no qual se passa o filme “A Vila”, de 2004, só tem uma regra: Não ultrapassar a floresta, porque o perigo vive lá. A trama do longa começa quando entrar na floresta é necessário para buscar remédios para alguém que está morrendo. O grande mistério é o que habita essa floresta, que aterroriza tanto os moradores.

O serial killer em “Eu Sei o que Vocês Fizeram no Verão Passado”


Mistérios da cultura pop que prendem a atenção
Reprodução

Mistérios da cultura pop que prendem a atenção

Leia também: Dez remakes de filmes de terror que valem (muito) a pena

Outro dos maiores mistérios da cultura pop
é a identidade do assassino em “Eu Sei o que Vocês Fizeram no Verão Passado”, de 1997. Um ano depois que um grupo de amigos acidentalmente atropelou um pescador e escondeu o cadáver, alguém que sabe o segredo deles começa a assombrá-los e desencadear várias mortes.

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

A Voz do Brasil faz 85 anos

Publicado

O programa de rádio A Voz do Brasil completa 85 anos nesta quarta-feira (22). Idade avançada para pessoas e para instituições no Brasil. Uma frase atribuída a Leonardo da Vinci, que morreu idoso para o seu tempo (aos 67 anos), sentencia que “a vida bem preenchida torna-se longa”.

Em oito décadas e meia, A Voz do Brasil preencheu a vida dos ouvintes com notícias sobre 23 presidentes, em mandatos longínquos ou breves. Cobriu 12 eleições presidenciais, e manteve-se no ar durante a vigência de cinco constituições (1934, 1937, 1946, 1967 e 1988).

programa cobriu a deposição dos presidentes Getúlio Vargas (1945) e João Goulart (1964), o suicídio de Vargas (1954), a redemocratização do país em dois momentos (1946 e 1985), o impeachment e renúncia de Fernando Collor (1992) e o impeachment de Dilma Rousseff (2016).

Além de notícias dos palácios do governo federal, A Voz do Brasil levou aos ouvintes informações sobre a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). O programa narrou as conquistas do país em cinco Copas do Mundo e a derrota em duas – a mais traumática em 1950. A Voz registrou a inauguração de Brasília (1960) e cobriu a morte de ídolos como Carmen Miranda (1955) e Ayrton Senna (1994).

Pelo rádio, e pela A Voz do Brasil, muitos brasileiros souberam da invenção da pílula anticoncepcional (1960), da descida do homem na Lua (1969), dos primeiros passos da telefonia móvel (1973), da queda do Muro de Berlim (1989) e da clonagem da ovelha Dolly (1998).

Leia mais:  Marina Ruy Barbosa vai à festa de Elton John após Oscar

Vida longa

A longevidade do programa A Voz do Brasil é assunto de interesse de historiadores e pesquisadores da mídia de massa no país. “É curioso como um programa de rádio se torna uma constância em um país de inconstância institucional, jurídica e legislativa”, observa Luiz Artur Ferrareto, autor de dois dos principais livros de radiojornalismo editados no Brasil.

Para Sonia Virginia Moreira, professora do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, a longa duração do programa “tem muito a ver com a própria longevidade do rádio como meio de comunicação. A morte do rádio foi anunciada várias vezes e ele segue como um veículo muito importante no Brasil.”

“Nenhum governo abriu mão dessa ferramenta fantástica. A longevidade vem da percepção que os diferentes governos tiveram que manter essa ferramenta era algo que trazia uma vantagem enorme para o governo do ponto de vista das suas estratégias e para seus objetivos”, acrescenta Henrique Moreira, professor de jornalismo e especialista em história da mídia no Brasil.

Curiosidades sobre A Voz do Brasil 

 A Voz Brasil nem sempre teve como trilha sonora de abertura trecho da ópera O Guarani (1870), de Carlos Gomes. O Hino da Independência (1822), composto por Dom Pedro I, e Aquarela do Brasil (1939), de Ary Barroso, também serviram para marcar o início do programa.

Inauguração da transmissão do programa A Voz do Brasil, Brasília, DF.
Inauguração da transmissão do programa A Voz do Brasil, Brasília, DF. – Arquivo Nacional

A longevidade do programa A Voz do Brasil é assunto de interesse de historiadores e pesquisadores da mídia de massa no país. “É curioso como um programa de rádio se torna uma constância em um país de inconstância institucional, jurídica e legislativa”, observa Luiz Artur Ferrareto, autor de dois dos principais livros de radiojornalismo editados no Brasil.

Leia mais:  Giovanna Ewbank mostra o bumbum em fotos com lingerie transparente

Para Sonia Virginia Moreira, professora do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, a longa duração do programa “tem muito a ver com a própria longevidade do rádio como meio de comunicação. A morte do rádio foi anunciada várias vezes e ele segue como um veículo muito importante no Brasil.”

“Nenhum governo abriu mão dessa ferramenta fantástica. A longevidade vem da percepção que os diferentes governos tiveram que manter essa ferramenta era algo que trazia uma vantagem enorme para o governo do ponto de vista das suas estratégias e para seus objetivos”, acrescenta Henrique Moreira, professor de jornalismo e especialista em história da mídia no Brasil.

Curiosidades sobre A Voz do Brasil 

 A Voz Brasil nem sempre teve como trilha sonora de abertura trecho da ópera O Guarani (1870), de Carlos Gomes. O Hino da Independência (1822), composto por Dom Pedro I, e Aquarela do Brasil (1939), de Ary Barroso, também serviram para marcar o início do programa.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana