conecte-se conosco


Mato Grosso

Órgãos recebem orientação sobre Estratégia de Prevenção e Combate à Corrupção

Publicado

A Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) reuniu na segunda-feira (18.11) servidores das Unidades Setoriais de Controle Interno (Unisecis) dos órgãos do Governo de Mato Grosso para orientá-los acerca de como devem contribuir com a “Estratégia Nacional de Prevenção e Combate à Fraude e à Corrupção”, ação em andamento pela Rede Nacional de Controle da Gestão Pública.

Com base no manual do Tribunal de Contas da União (TCU) de aferição do poder de compra e regulação no setor público, estão sendo enviados questionários às instituições dos três Poderes e esferas administrativas para saber a capacidade de cada uma para prevenir, identificar e reprimir casos de corrupção.

No Governo de Mato Grosso, os questionários foram encaminhados às Unisecis, unidades vinculadas tecnicamente à CGE-MT, pela Rede de Controle da Gestão Pública, para preenchimento em relação às suas respectivas instituições. 

“Como houve dúvidas em relação a algumas perguntas e ao objetivo do levantamento, resolvemos reunir os servidores das Unisecis para dar os devidos esclarecimentos”, salientou o secretário-controlador geral do Estado, Emerson Hideki Hayashida.

O secretário do TCU no Estado de Mato Grosso, René Neuenschwander, explicou que, a partir das respostas recebidas, será gerado um diagnóstico nacional sobre a capacidade das instituições públicas brasileiras prevenirem, identificarem e reprimirem casos de corrupção.

“O viés desse importante trabalho conduzido pela Rede de Controle é eminentemente preventivo, e tem o propósito, num primeiro momento, como “etapa marco zero”, de avaliar o grau de risco dos órgãos e entidades à fraude e à corrupção, no tocante à existência e efetiva implementação de mecanismos de prevenção, detecção, investigação, correção e monitoramento de possíveis malfeitos”, disse.

Leia mais:  Reeducandos da unidade prisional de Arenápolis participam de palestras e exames

De posse do diagnóstico, as organizações de controle vão propor a adoção de boas práticas uniformes para a melhoria contínua na prevenção e no combate à corrupção.

O resultado do trabalho está previsto para ser concluído e divulgado entre os meses de novembro e dezembro do ano de 2020. A partir do primeiro resultado, a Rede de Controle vai gerar diagnósticos bianuais em relação à evolução dos objetivos, indicadores e metas alcançados.

Desenvolvimento

O objetivo da “Estratégia Nacional” é fazer com que as organizações públicas brasileiras alcancem níveis de suscetibilidade à fraude e à corrupção compatíveis com os das organizações públicas dos países mais desenvolvidos, como instrumento de expansão socioeconômica.

Dados da Organização das Nações Unidas (ONU) estimam que os prejuízos causados ao Brasil pela corrupção e por fraudes estão na ordem de R$ 200 bilhões. Levantamento realizado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) indica que o custo da corrupção corresponde a 2,8% do Produto Interno Bruto (PIB).

A “Estratégia Nacional de Prevenção e Combate à Fraude e à Corrupção” segue a experiência de Mato Grosso do Sul, onde diversos órgãos de controle interno e externo atuaram juntos para avaliar a suscetibilidade à fraude e corrupção de instituições públicas das três esferas de governo.

Leia mais:  Exposição coletiva marca o lançamento da Temporada 2019 da Galeria Lava Pés

A Rede de Controle da Gestão Pública em Mato Grosso é formada pelas seguintes instituições: Advocacia-Geral da União (AGU), Caixa Econômica Federal –(CEF),  Controladoria Geral do Estado (CGE), Controladoria Geral do Município de Cuiabá (CGM),  Controladoria Geral da União (CGU),  Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Mato Grosso (CAU),  Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (CREA), Ministério Público de Contas (MPC), Ministério Público do Estado (MPE), Ministério Público Federal (MPF), Polícia Federal (PF), Procuradoria Geral do Estado (PGE), Procuradoria-Geral do Município de Cuiabá (PGM), Receita Federal do Brasil (RFB), Tribunal de Contas do Estado (TCE), Tribunal de Contas da União (TCU) e  Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Processos

Outra pauta da reunião com as Unisecis foi o alinhamento acerca da gestão de processos organizacionais. A explanação foi conduzida pela coordenadora do Escritório de Gerenciamento de Processos da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), Regina Imada Doy.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Cuiabá Arsenal faz primeira partida no campo do COT UFMT

Publicado

por

Os jogadores do time de futebol americano do Cuiabá Arsenal, campeões brasileiros e atuais campeões estaduais, entraram em campo na tarde desta terça-feira (28.01), em uma partida demonstrativa no Centro Olímpico de Treinamentos da Universidade Federal de Mato Grosso (COT UFMT).

O jogo faz parte da extensa programação de atividades esportivas que foram realizadas no complexo antes da solenidade de inauguração, com a presença do governador Mauro Mendes e de outras autoridades políticas e do Esporte.

“O COT UFMT sempre foi a casa do Cuiabá Arsenal. Foi aqui que começamos, em 2006. É um lugar que significa muito para todos nós. Para relembrar toda a fase inicial do Cuiabá Arsenal, vamos realizar ainda vários jogos aqui no COT, agora com muito mais condições de jogo e conforto para a torcida”, afirmou Marcos Patrola, linebacker do Cuiabá Arsenal.

Durante todo o dia, atletas mato-grossenses reconhecidos nacional e internacionalmente participaram de atividades demonstrativas de diversas modalidades do atletismo. Para o professor Nelson Ramos de Andrade, o Nelsinho, ex-atleta de provas de corridas de rua e presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente de Araputanga, em Mato Grosso, o incentivo precisa ir além da infraestrutura.

“Temos grande expectativa para essa nova fase do atletismo, porém, existem outras questões que implicam no rendimento do atleta. Temos estrutura, equipamento e recursos humanos, mas não temos muito investimento financeiro. O adolescente, a partir de uma certa idade, necessita de sua própria renda financeira. Existem programas, como o Bolsa Atleta, que ajuda, mas não é o suficiente. Com subsídio financeiro, o atleta não precisará buscar o mercado de trabalho de maneira prematura, se dedicando apenas ao esporte. De toda forma, estamos muito entusiasmados com o novo COT UFMT”, disse.

Leia mais:  Colônia de férias na biblioteca oferece aprendizado com diversão para as crianças

Competidora da modalidade de salto triplo, a jovem atleta Nerisnelia dos Santos Souza, 18 anos, que reside no município de Sorriso, a 420 km de Cuiabá, disse que a entrega do COT vai trazer benefícios para o seu preparo nos treinos. Ela explicou que sem essa estrutura, era necessário viajar para o Sudeste do país, onde existem pistas com estruturas de padrão olímpico.

“Agora nós temos uma pista oficial para realizar nossos treinos. Antes dessa entrega a gente precisava ir para a cidade de São Paulo realizar treinamentos específicos e participar de competições, mas com a entrega dessa nova pista temos uma estrutura de padrões internacionais, bem mais perto de casa”, explicou a atleta.

Uma das grandes etapas da preparação de um competidor é observar os erros e corrigi-los. Para isso, as condições de treinamento precisam ser às melhores. Isso só é plenamente possível com uma estrutura própria para competições oficiais, como é o caso da pista de atletismo que agora possui no COT. É o que garante o treinador José Elias de Souza Elias, de Rondonópolis, especialista nas provas de salto em altura, tendo como principal expoente a atleta Arielly, campeã brasileira e sul-americana na modalidade.  

Leia mais:  “Seduc Vai à Escola” percorre mais de 3 mil quilômetros na região do Araguaia para ouvir gestores

“Esse tipo de camping de atletismo é importante, primeiro para estimular, fazer correções dos erros técnicos.  Quanto tem um técnico especialista em uma modalidade, ele identifica alguma falha na execução, anota e repassar ao aluno para correção. Este tipo de camping é fundamental para prepararmos os grandes atletas para sua evolução. Nós temos grandes competidores em Mato Grosso na categoria sub 18 que domina o país. Com o COT novinho, nossas chances aumentam”, afirmou o treinador.

Ainda, após a cerimônia de inauguração do Centro Olímpico de Treinamento da Universidade Federal de Mato Grosso, marcada para começar às 18h30, uma série de demonstrações de atletismo serão realizadas por importantes esportistas vindos de várias cidades de Mato Grosso.

A partir das 19h, atletas de diversas categorias farão uma demonstração para, de maneira simbólica, inaugurar o complexo esportivo. Entre as atividades estão o revezamento 4×100, salto triplo, salto em distância e lançamento de dardos.

Serviço

Programação de inauguração do COT MT

Terça-feira (28.01)

No Centro Olímpico de Treinamento da UFMT, Campus Cuiabá

– Camping de Atletismo: entre 8h e 18h

– Cerimônia de lançamento: às 18h30

– Atividades esportivas: a partir das 19h

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana