conecte-se conosco


Polícia

Operação prende 17 suspeitos de homicídio, tráfico de drogas e roubos e furtos

Publicado

Hérica Teixeira | Sesp-MT

As forças de segurança cumpriram, em três dias, 17 mandados de prisão contra suspeitos de agir criminalmente no Norte do Estado. O resultado faz parte da “Operação Salutem”, deflagrada na quinta-feira (09.01) no município de Sinop (a 500 km ao Norte de Cuiabá) e região. As ações seguiram até sábado (11.01)  simultaneamente em 10 cidades.

As prisões foram cumpridas contra suspeitos de delitos criminais de homicídio, roubo, furto e tráfico de drogas. Ainda no período foram registrados 44 Boletins de Ocorrências, 75 pessoas foram conduzidas para as delegacias, dois veículos foram recuperados e duas armas de fogo apreendidas.

Também no período foram contabilizadas 106 notificações de trânsito, 49 veículos e drogas foram apreendidos, dentre eles, 199 adesivos de LSD. A operação foi deflagrada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Adjunta de Integração Operacional (Saiop).

Além de Sinop, as ações policiais contemplaram as cidades Tapurah, Itanhangá, Feliz Natal, Sorriso, Nova Ubiratã, União do Sul, Santa Carmem, Cláudia, Ipiranga do Norte e Vera.

Leia mais:  Irmãos são presos em ação integrada por tentativa de homicídio em Confresa

O secretário da Saiop, coronel PM Victor Fortes, destaca que a primeira operação do ano surtiu efeito positivo para a população da região.

“A prisão dos suspeitos é importante para proporcionar a sensação de segurança para a sociedade. Unimos as nossas forças policiais junto com outros órgãos, federais e municipais, para realizarmos um trabalho amplo na repressão e prevenção da criminalidade. Nossas ações se concentraram nas áreas centrais dos municípios e também na zona rural e periferia”.

Participam da operação profissionais da Polícia Militar (PM-MT), Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), Corpo de Bombeiros Militar (CBM-MT), Politec, Detran, Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), Sistema Penitenciário, Guarda Municipal, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Prefeitura de Sinop.

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

PRF apreende mais de 800 m³ de madeira ilegal em Mato Grosso

Publicado

por

Além do combate ao transporte irregular de produto florestal, equipes realizaram fiscalização de emissão de poluentes

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deflagrou, entre os dias 2 e 8 de julho, a terceira etapa da Operação Caapora. Em mais uma ação de combate aos crimes ambientais com foco na fiscalização de produto florestal a PRF apreendeu 842 m³ de madeira e carvão vegetal. Foram também registradas 14 ocorrências envolvendo cometimento de crime de poluição.

As fiscalizações ocorreram na BR-174, em Comodoro/MT e contaram com uma equipe de aproximadamente 16 PRFs. O INDEA (Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso) também participou das fiscalizações com 2 servidores, além de militares do Exército Brasileiro.

As cargas de madeira necessitam ser acompanhadas de nota fiscal e documento de origem florestal ou guia florestal. Qualquer irregularidade entre os documentos ou entre eles e a carga, tornam os documentos inválidos e a carga ilegal.

Com relação aos crimes de poluição, as ocorrências foram por irregularidades com ARLA 32, que é o Agente Redutor Líquido de Óxido de Nitrogênio Automotivo. Trata-se de um reagente utilizado juntamente com o Sistema de Redução Catalítica (SRC) para reduzir a emissão de óxido de nitrogênio nos gases de escape de veículos à diesel.

Leia mais:  Operação integrada prende membros de organização criminosa em Mirassol D’Oeste

Confira os resultados da Operação em Mato Grosso:

Veículos fiscalizados 629
Veículos apreendidos 39
Ocorrências 41
Madeira apreendida 842 m³
Pessoas detidas e encaminhadas 41

No ano de 2019, Mato Grosso foi o estado que mais apreendeu madeira no país, totalizando 7.000 m³. Em 2020 (de 01 de janeiro à 08 de julho), os números já somam 5.840 m³, mais que o dobro em relação ao mesmo período em 2019 (2.340 m³).

Mesmo em tempos de pandemia, a PRF vem atuando fortemente no combate aos crimes ambientais afim de garantir um meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum e direito de todos, previsto constitucionalmente.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana