conecte-se conosco


Polícia

Operação Lei Seca: nove pessoas detidas durante blitz em Várzea Grande

Publicado

Nove pessoas foram detidas por embriaguez ao volante em apenas uma hora e meia de abordagens a veículos durante Operação Lei Seca em Várzea Grande. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) participou das ações que tiveram início às 5h45 deste domingo (14) na Avenida Dr. Paraná, no bairro Alameda.

A operação mobilizou agentes de trânsito de vários órgãos e resultou em nove pessoas detidas por embriaguez depois que o etilômetro apontar concentração de álcool superior a 0,34 mg/l, o que é considerado crime pelo CTB. Outros 21 motoristas foram multados, quatro deles por se recusarem a fazer o teste do “bafômetro”.

No total foram realizados 149 testes do etilômetro e foram lavrados 55 autos por infrações diversas. 20 carros e oito motocicletas foram removidos e 17 CNHs e 11 CRLVs recolhidos. Quem dirige veículo automotor sob influência de álcool comete uma infração gravíssima no valor de quase R$3 mil, perde 7 pontos na CNH e tem o direito de dirigir suspenso por 12 meses.

Além da PRF, participaram dessa 11ª edição da Operação Lei Seca agentes do Detran/MT, Polícia Militar, Polícia Civil e Guarda Municipal de Várzea Grande.

Leia mais:  Deddica prende homem soropositivo por estuprar, contaminar e engravidar garota de 14 anos

Fonte: PRF MT
Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Polícia Civil prende suspeito de esfaquear vítima e largar ao lado de Pronto Socorro de Várzea Grande

Publicado

por

Assessoria |PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil esclareceu a autoria de um homicídio ocorrido no dia 31 de março de 2019, em Várzea Grande. A vítima Otaniel Monteiro dos Santos, 38 anos, foi deixada com perfurações de arma branca, em uma lanchonete ao lado do Pronto Socorro do município, local onde foi à óbito na noite do mesmo dia.

O suspeito foi identificado pelo nome de Willian dos Santos, 37 anos, Ele teve a prisão temporária (30 dias) representada nas investigações da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP) e cumprida na quinta-feira (18), na zona rural do município de Poconé, onde também responde por outro homicídio, em que uma pessoa morreu enforcada.

Testemunhas ouvidas no inquérito policial contaram que a vítima foi largada por desconhecidos na porta do estabelecimento, com muito sangramento. Quatro populares carregaram a vítima em um carrinho de mão, emprestado de uma obra vizinha, até o PSM-VG.

Na investigação, os policiais apuraram que a vítima foi deixada no local (lanchonete) por uma motocicleta, que após largá-la sangrando na calçada tomou rumo ignorado. Outras testemunhas também viram a vítima sendo largada no local e informaram que ela estava na garupa da motocicleta, muito debilitada e sem capacete, que logo saiu em alta velocidade, impossibilitando anotar a placa.

Leia mais:  Deddica prende homem soropositivo por estuprar, contaminar e engravidar garota de 14 anos

Foi apurado que o suspeito, Willian, residia com a vítima em uma das quitinetes no bairro Jardim Icaraí, em Várzea Grande.

Conforme o delegado Caio Fernando Álvares de Albuquerque, o homicídio foi praticado por motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa da vítima. “Demonstra haver indícios suficiente de autoria em face do suspeito. Era pessoa conhecida por todos que se encontravam no local”, disse.

O delegado acrescentou que a prisão temporária será representada pela conversão em prisão preventiva, por o suspeito ser réu confesso e reconhecido por testemunhas como autor das facadas.

 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana