conecte-se conosco


Política

Operação Lava Jato só existe graças ao STF, diz Dias Toffoli

Publicado

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, defendeu hoje (12) a atuação da Operação Lava Jato e disse que a operação só existe porque é fruto da institucionalidade, citando leis sobre o combate à corrupção. “A Lava Jato só existe graças ao STF, se não fosse o STF não haveria isso. O que não se pode permitir na República é que se apropriem das instituições.”

Toffoli abordou o tema “O Papel do Judiciário no Novo Momento do Brasil” para mais de 500 pessoas no almoço-debate do Grupo de Líderes Empresariais (Lide) que contou com a presença de CEOs, presidentes e demais lideranças corporativas, além de outras autoridades públicas em São Paulo.

O ministro elogiou ainda a sugestão de inclusão do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) no Banco Central, tirando o órgão da disputa entre Ministérios da Justiça e da Economia. “O que impede que um ministério apure, investigue ou fiscalize.”

Dias Toffoli voltou a reforçar seu objetivo ao assumir a presidência do STF. “Fazer que o judiciário voltar a cuidar do passado e o executivo e legislativo cuidar do presente e do futuro. O judiciário julga o que aconteceu no passado, não é o judiciário que vai determinar o futuro da economia e da sociedade.”

Leia mais:  CPI da Renúncia e Sonegação Fiscal vai ouvir mais dois convidados na tarde de hoje (25)

O ministro lamentou que “tudo vai parar no judiciário” porque “tem atores que estão legitimados a provocar o judiciário”.

“Se tudo vai parar no judiciário é um fracasso dos outros setores da sociedade”, completou Toffoli.

O presidente do STF destacou que o judiciário, “por conta da nossa Constituição extensa”, assumiu o protagonismo.

Para ele, os entes e as pessoas tem que reassumir o seu papel.”É necessário que a sociedade assuma as suas responsabilidades nas soluções.”

“O Judiciário tem que cuidar do passado, essa é a minha visão, que nada mais é do que a clássica visão da divisão do poder da sociedade e do estado, são funções que têm as suas respectivas competências.”

O ministro disse que é preciso destravar o Brasil. “O que temos que fazer? Dar aquilo que o povo pediu, vamos destravar o Brasil. Esse processo se sintetiza no número de votantes na Reforma da Previdência, 375 votos favoráveis para a reforma.”

Edição: Valéria Aguiar

Fonte: EBC Política
Comentários Facebook
publicidade

Política

Botelho destaca conclusão do Centro de Treinamento da UFMT

Publicado

por

Foto: MAURICIO BARBANT / ALMT

Presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), participou da inauguração do Centro Olímpico de Treinamento da Universidade Federal de Mato Grosso (COT UFMT), nesta terça-feira (28), em Cuiabá. Oportunidade em que destacou a parceria entre Legislativo e Executivo à consolidação de ações para alavancar o estado. 

O parlamentar também lembrou a sua trajetória na UFMT, onde cursou Engenharia Elétrica, época em que praticava atletismo, esporte que iniciou na década de 70, na antiga Escola Técnica, hoje Instituto Federal de Mato Grosso – IFMT. 

Com diversas autoridades presentes, Botelho parabenizou o governo por priorizar a retomada de obras paralisadas. “Fui atleta, sempre corri aqui nessa pista. Depois comecei a lecionar e não deu para seguir essa carreira. Então, em nome de todos os deputados, é uma satisfação estar aqui nesse momento. Estamos vendo que o que estamos fazendo está dando certo, dando resultados”, comemorou Botelho.

Ressaltou que logo no início da gestão de Mendes sugeriu a conclusão das obras inacabadas. “O governador Mauro Mendes tomou a decisão que eu sugeri para primeiro terminar essas obras que estavam paralisadas há muito tempo. Esta é uma delas que era para a Copa do Mundo. E o governador está inaugurando, inclusive, começando a obra que teve início na gestão Júlio Campos. O hospital central será referência de hospital público no país. É isso que queremos, resultados. A Assembleia Legislativa está pronta para trabalhar e ajudar a melhorar nosso estado”, concluiu o parlamentar.

Leia mais:  Deputado Thiago Silva lança projeto de artesanato para mulheres

Myrian Serra, reitora da UFMT, informou que a princípio o centro olímpico será utilizado pela Faculdade de Educação Física. “A partir de hoje começamos a dialogar na comunidade acadêmica, principalmente a faculdade de Educação Física, para que a gente possa administrar este espaço que é da comunidade, que é da UFMT e de Mato Grosso. Este é um espaço excelente e Mato Grosso e o Brasil ganham muito com este complexo”, afirmou a reitora.

Na oportunidade, o governador Mauro Mendes explicou sobre a retomada de obras paralisadas. “O COT era uma das responsabilidades que foram assumidas na época da Copa de 2014 e seis anos depois estamos finalizando esta e tantas outras obras que estão pendentes, não só ligadas à Copa, mas que estavam paralisadas em todo o estado. Vale ressaltar que retomamos mais de 200 obras no ano passado e este ano se Deus quiser iremos avançar muito para Mato Grosso virar esta página”, pontuou Mendes.

Também participaram os deputados Max Russi (primeiro-secretário da ALMT), Valmir Moretto (PRB), Paulo Araújo (PP), Wilson Santos (PSDB). 
COT – Com investimento de R$ 17 milhões, arquitetura moderna, o COT está dividido em três pisos e a área externa engloba arquibancada para o público, pista de atletismo seguindo padrões internacionais e campo de futebol. 

Leia mais:  Primeira-dama oferece almoço de Réveillon para pessoas em situação de rua

 

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana