conecte-se conosco


Polícia

Operação desarticula grupo que atuava com disque entrega de drogas na Capital

Publicado

Assessoria | PJC-MT

 

Deflagrada pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), na manhã desta quarta-feira (11.12), a Operação Deliveryman resultou na prisão de oito pessoas (entre mandados de prisão cumpridos e flagrantes), e na apreensão de dinheiro e de 7 veículos pertencentes ao grupo criminoso que atuava com a venda de drogas na modalidade “Disque entrega”.

Entre os alvos da operação que tiveram mandados de prisão cumpridos estão, Natasha Montiny Barbosa, Edson Silva de Almeida, Franquis Paulo dos Santos, Douglas Guilherme Silveira cahves de Moraes, Yrverson Gonçalves Ribeiro. Três alvos com prisões decretadas não foram localizados e continuam procurados pela Polícia.

Outras duas pessoas, Tainara da Costa e Ruan Junior Botelho da Silva, foram presos em flagrante durante os trabalhos e o oitavo suspeito, Irlan Oliveira do Nascimento estava com mandado de prisão em aberto em decorrência a outra investigação.

De acordo com o delegado titular da DRE, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, os suspeitos identificados como integrantes do grupo responderão pelos crimes tráfico de drogas, associação para o tráfico e possível lavagem de dinheiro (que ainda será apurado) e receptação de produto furtado.

Leia mais:  Polícia Civil divulga resultado do processo seletivo LAB-LD

As 24 ordens judiciais (8 de prisão e 16 de busca e apreensão) expedidas pela 13ª Vara Especializada de Delitos Tóxicos com base em investigações da Delegacia de Repressão a Entorpecentes, foram cumpridas, nos bairros Pedregal, Renascer e Liberdade, em Cuiabá e bairro da Manga, em Várzea Grande.

Os mandados tinham como alvo a desarticulação do grupo criminoso que atuava na venda de entorpecentes na modalidade “delivery”, quando o usuário entre em contato por telefone com o traficante que realiza a entrega da droga no local combinado.

Segundo Vitor Hugo, a venda do entorpecente era realizada por cartão de crédito, tendo como público-alvo pessoas de alto poder aquisitivo, servidores públicos e jovens de classe média-alta. “As entregas eram realizadas nos arredores de escolas, faculdades, bairros de classe média-alta, condomínios de luxo, Centro Político Administrativo, motéis, restaurantes, entre outros locais.”, disse o delegado.

As investigações iniciaram no mês de junho e desde então a equipe da DRE fez vários flagrantes contro o grupo criminoso. Em das ações, realizada no mês de julho, em um salão de beleza, utilizado como fachada para a atuação ilícita, foram apreendidas diversas sacolas com itens furtados de uma loja de produtos infantis.

Leia mais:  Polícia Civil aprende 47 pinos de drogas em boca de fumo no Coophamil

Em outro caso, o jovem que comercializava droga nas proximidades de uma escola em Cuiabá, foi preso pela Polícia Judiciária Civil, resultando na apreensão de porções de cocaína, maconha, dinheiro e quatro notebooks. 

Durante os 6 meses de investigação, foram apreendidos cinco veículos relacionados a atuação do grupo. Nesta quarta-feira (11), a equipe da DRE apreendeu mais um veículo Honda CRV e uma motocicleta, totalizando 7 veículos apreendidos em poder dos criminosos.

Com base nas investigações da DRE, também foi solicitado o bloqueio das contas bancárias dos suspeitos, totalizando R$ 50 mil apreendidos, além da apreensão de R$ 3 mil em dinheiro durante as buscas realizadas nesta quarta-feira (11) e de aproximadamente R$ 10 mil durante o período da investigação.

 

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Dupla é pega com droga em casa identificada como ponto de venda

Publicado

por

Conforme o boletim de ocorrência, a denúncia apontava uma casa usada como ponto de venda de entorpecente, além de dois homens como traficantes

Policiais militares de Sinop (a 500 km de Cuiabá) prenderam nesta quinta-feira (02.06), dois homens por tráfico de droga, no bairro Menino Jesus I.

Conforme o boletim de ocorrência, a denúncia apontava uma casa usada como ponto de venda de entorpecente, além de dois homens como traficantes.

Em monitoramento, a informação foi confirmada devido o fluxo de pessoas no imóvel. Devido à situação, foi iniciado o procedimento de abordagem e a dupla denunciada foi encontrada. Eles carregavam porções de maconha e de pasta base de cocaína prontas para venda.

Na vistoria na casa, foram apreendidos porções de pasta base de cocaína, uma balança, vários frascos de perfume que segundo um dos suspeitos  foram usadas como moeda de troca, além de seis munições de calibre 38, uma maquina de cartão de crédito e dinheiro.

Os dois homens confirmaram que teriam pegado a droga de uma organização criminosa e seriam os responsáveis pela venda no bairro.

Leia mais:  Passageira de ônibus é detida transportando 17kg de ‘skunk’

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana