conecte-se conosco


Cidades

Obra do viaduto Murilo Domingos avança com a fase de fundação das estacas raízes

Publicado

A obra do viaduto Murilo Domingos, que está sendo levantado na Avenida Manoel José de Arruda, popularmente conhecida como Beira Rio, segue evoluindo segundo o programado. Depois de finalizar as etapas de topografia e montagem do canteiro de obras, a empresa responsável pela execução do trabalho avança, neste momento, com o processo de perfuração e fundação das estacas raízes.

Segundo o cronograma da Secretaria de Obras Públicas, das 96 estacas previstas no projeto 46 já foram concluídas. Dessa forma, a expectativa é de que, até o mês de março, a obra entre em uma nova fase. Paralelo a isso, a Secretaria de Serviços Urbanos efetuou a retirada de algumas árvores, conforme também estabelecido no projeto. Posteriormente, a atuação seguirá para os postes de iluminação pública instalados no canteiro central da via.

“Começamos as perfurações em janeiro e esperamos terminar já em março. Nesta semana, a Águas Cuiabá também faz o desvio de uma adutora de água que passa por baixo da rotatória. É importante destacar que em todo esse trabalho ainda contamos com a parceria da Secretaria de Mobilidade Urbana, que auxilia nos desvios necessário para garantir o tráfego na região”, comenta o secretário de Obras Públicas, Vanderlúcio Rodrigues.

Leia mais:  Prefeitura de Cuiabá incentiva igualdade de gênero em campeonato de futebol amador

O viaduto é batizado de Murilo Domingo em homenagem ao ex-prefeito de Várzea Grande e ex-deputado federal por Mato Grosso, falecido aos 78 anos. Além da atuação política e comercial, exerceu um fundamental papel no campo ambiental. Murilo foi uma das primeiras lideranças políticas a levantar discussões e a promover ações concretas de preservação do Rio Cuiabá, como a soltura de mais de 5 milhões de filhotes de peixes.

VIADUTO JOSÉ MARIA BARBOSA

Igualmente, na Avenida Profª Edna Maria Albuquerque Affi (Av. das Torres) uma estrutura semelhante está sendo edificada. No local, o trabalho se encontra em um estágio mais avançado, com os pilares de sustentação prontos e recebendo a construção das vigas transversais. De acordo com o planejamento, nas próximas semanas as etapas de infra e mesoestrutura devem ser concluídas, iniciando a fase de superestrutura.

A edificação leva o nome do ex-vereador por Cuiabá, José Maria Barbosa – Juca do Guaraná (Pai). Falecido em julho de 2018, Juca fez um mandato marcante na Câmara Municipal, na legislatura de 2008 a 2012. Em sua passagem pela política, prestou grande colaboração para o desenvolvimento do município, principalmente com ações voltadas para a área social.

Leia mais:  SUGESTÃO DE PAUTA – Bairro CPA I passa a contar com novo Complexo Esportivo

AS OBRAS

As obras fazem parte do conjunto de intervenções de infraestrutura, visando melhorar a mobilidade urbana. Ambos os projetos estabelecem que as estruturas tenham 200 metros de extensão e 18 metros de largura. Para isso, o Município investe o valor total de R$ 30.333.656,42, sendo R$ 16.340.726,63 para o viaduto José Maria Barbosa – Juca do Guaraná e R$ 13.992.929,79 para o viaduto Murilo Domingos.

 

 

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Ano bissexto, família de SP tem dois filhos que nasceram em 29 de fevereiro

Publicado

por

Por Márcio Gomes

Uma família de São Paulo tem dois filhos que nasceram em 29 de fevereiro, e não são gêmeos. Neste ano de 2020, que é ano bissexto e fevereiro tem 29 dias, os dois poderão comemorar aniversário na data certa. A chance de alguém nascer no 29 de fevereiro é de uma em quase 1.500.

Os irmãos Leonardo, que fará 12 anos no sábado (29), e João Pedro, que fará 4, nasceram ambos no dia 29, por coincidência, diz a mãe.

Tânia Volpi, mãe das crianças, diz que todo ano é uma confusão e que ninguém sabe se parabeniza pelo aniversário no dia 28 de fevereiro ou em 1º de março. “O Leonardo nasceu porque a médica marcou e o João Pedro porque o plano liberou só nessa data”, explica a mãe.

Leia mais:  Prefeitura finaliza processo de composição do Conjuv

“Eles ficam em dúvida. Que dia que eu nasci realmente? Porque um ano é até o dia 28, outro ano até 29 então fica confuso realmente”, diz ela.

Em 2016, que também foi ano bissexto, foram registrados 12,5 mil nascimentos no dia 29 de fevereiro em todo país – 3.600 foram no estado de São Paulo.

A data enfrenta rejeição da maioria da população já que, como só ocorre a cada 4 anos, não facilita que seja lembrada.

O ano comum não tem 365 dias. Tem 365 dias e 6 horas. Essa pequena diferença de 6 horas, se fosse somada ao longo dos séculos daria uma tremenda confusão ao calendário. Por isso, a compensação que ocorre no ano bissexto. De 4 em 4 anos, essas 6 horas completam 24 horas e esse dia a mais é encaixado no mês de fevereiro.

Família tem dois filhos com aniversários no dia 29 de fevereiro — Foto: TV Globo/reproduçãoFamília tem dois filhos com aniversários no dia 29 de fevereiro — Foto: TV Globo/reprodução

Família tem dois filhos com aniversários no dia 29 de fevereiro — Foto: TV Globo/reprodução

A ligações para os cartórios, sobre o 29, aumentam neste mês. Muita gente querendo saber se tem problema nascer, se casar em um dia que só existe de quatro em quatro anos.

Leia mais:  Prefeitura de Cuiabá incentiva igualdade de gênero em campeonato de futebol amador

Segundo a Associação de Cartórios de São Paulo, os pais não podem trocar a data do registro. Desde 1992, uma lei determina que o médico que fez o parto preencha a declaração de nascido vivo. Por isso, se a criança nascer no dia 29 de fevereiro, é essa a data que vai pra certidão de nascimento.

O nascimento no dia 29 não traz nenhum problema prático na vida da pessoa já que, segundo os cartórios, é considerada a data de 1º de março para que a criança que nasceu no dia 29 de fevereiro complete 18 anos, em caso de atingir a maioridade em um ano que não seja bissexto.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana