conecte-se conosco


Mato Grosso

Novo Datacenter vai melhorar atendimento da Sema

Publicado

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) adquriu, por meio de compensação ambiental, um centro de processamento de dados.  O Datacenter, que deve começar a funcionar até o fim do ano, abrigará todo o sistema da secretaria, resultando em melhorias no serviço e na resposta ao atendimento das demandas vigentes.

O acesso aos servidores de arquivos, aos sistemas internos e à internet ficará 10 vezes mais rápido, garante Jadiel Diniz, que juntamente com Hortêncio Paro e Pitágoras Otoni fazem parte da equipe da Superintendência de Tecnologia da Informação responsável pelo equipamento. “Com isso a Sema vai dar um salto de qualidade na parte de infraestrutura, melhorando na prestação de contas com a população. Isso mostra o comprometimento dos secretários estaduais com a tecnologia”.

Até o fim do ano, o centro de processamento de dados deve começar a ser utilizado na secretaria. “Vai melhorar a prestação de serviço, evitando muitas falhas. As melhorias serão sentidas e refletidas no atendimento à população”, afirma Hortêncio Paro.

Datacenter

O datacenter, que custou R$ 2,8 milhões, abrigará todos os servidores do sistema da Secretaria desde sua criação até os dias atuais. Todo o quadro elétrico do equipamento é preparado de acordo com a realidade de funcionamento, acompanhado de dois geradores de energia e um transformador.

Leia mais:  PM apreende duas armas na residência de caseiro que agrediu esposa e filho

No interior do datacenter ainda há dois condicionadores de ar de precisão, além de um sistema de combate a incêndio. É feito com aço revestido, que suporta temperaturas de até 1.000°C, preservando os equipamentos e os dados que ele abriga de forma íntegra e segura.

Está sendo construído na Sema um espaço designado para fixar o datacenter. O equipamento, nas suas normas, já é constituído para a sua preservação, sendo protegido de vandalismo e roubo, com sistema de monitoramento por câmeras, e através de sensores de detecção de evasão e inundação previne estragos e danos.

O ar condicionado de precisão, com duas unidades alojadas no datacenter, se difere do ar condicionado de conforto usado cotidianamente, pela capacidade de estabilizar a temperatura e o controle da quantidade de poeira que pode entrar no equipamento, além da regulação da umidade que interfere na vida útil do mesmo.

O monitoramento do datacenter é feito pelo fabricante, a Gemelo, checando uma vez por mês a estrutura do equipamento. No contrato, foi estabelecido um suporte de 4 anos por meio da Gemelo, garantindo um melhor uso e acompanhamento. A proteção física dos equipamentos é necessária para a conservação da informação e todo os dados que Sema produz e armazena.

Leia mais:  Academia Militar Costa Verde fará troca de comando na segunda-feira (15)

Adaptação

Para o funcionamento do datacenter, a Sema trocará todos os cabos de fibra ótica e contará com uma estrutura especial para abrigá-lo.

O equipamento já está na sede da secretaria em Cuiabá. Foi fabricado em São Paulo e trazido de carreta até a capital mato-grossense. Pesando cerca de 20 toneladas, foi necessário o uso de um guindaste para a sua retirada.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Servidor é preso por roubar pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras

Publicado

Foram desviados pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

Um servidor público suspeito de desviar pneus de veículos da prefeitura de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá, prestou esclarecimentos na delegacia do município. Segundo a Polícia Civil, ele deve responder pelo crime de peculato.

As investigações começaram no dia 22 de março, quando o prefeito Adilson Gonçalves de Macedo registrou um boletim de ocorrência denunciando o suposto desvio.

O delegado Wilyney Santana Borges disse que várias buscas foram realizadas, até que o suspeito acabou confessando o crime. Em depoimento, ele contou que os pneus foram repassados para um comerciante como parte do pagamento na aquisição de um carro dele de luxo.

Os pneus desviados eram de veículos da Secretaria Municipal de Urbanismo.

De acordo com a polícia, nas investigações, foi apurado que pneus adquiridos para serem utilizados nas automóveis da secretaria foram desviados nos meses de novembro e dezembro de 2020, por um servidor  que exercia funções no setor de frotas da Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Leia mais:  PM apreende duas armas na residência de caseiro que agrediu esposa e filho

Segundo o delegado, os indícios apontados no inquérito indicam que foi possível constatar o desvio de pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

A Polícia Civil informou que o investigado pela venda dos pneus deverá responder ação penal pelo crime de peculato, vez que na época dos desvios, exercia o cargo de funcionário público. Já o comerciante que recebeu os pneus desviados, em troca de pagamento, responderá pelo crime de receptação.

A delegacia de Barra do Garças continua as investigações para saber se havia a conivência ou participação de outros servidores municipais, envolvidos no caso dos pneus desviados.

Por G1 MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana