conecte-se conosco


Polícia

Nova Ubiratã terá novo prédio para delegacia da Polícia Civil

Publicado

Raquel Teixeira/PJC-MT

A diretoria da Polícia Judiciária Civil visitou nesta terça-feira (08.10) o novo prédio que abrigará a Delegacia Municipal de Nova Ubiratã (502 km ao Norte de Cuiabá) e reforçou parceria com a Prefeitura do município no combate à criminalidade na região. A prefeitura e o Ministério Público Estadual são parceiros na construção da nova unidade – o município fez a doação do terreno e a celebração de um Termo de Ajustamento de Conduta do MPE possibilitou a destinação de recursos de ação penal, no valor de R$ 633 mil para a obra.

O delegado-geral, Mário Dermeval Aravechia de Resende e os diretores Juliano Carvalho (Inteligência), Jesset Arilson Munhoes (Corregedor-geral) e o assessor jurídico, delegado Joaquim Leitão Junior se reuniram com a vice-prefeita Eliani Roman Ross e depois visitaram as novas instalações da delegacia municipal, cuja entrega está prevista pra dois meses.

O projeto arquitetônico foi elaborado pela equipe de Gerência de Obras da Diretoria de Execução Estratégica da PJC, de acordo com a padronização estrutural e de cores adotada pela instituição. As tratativas finais para início da obra foram tomadas em julho de 2017.

“As parcerias são fundamentais para que possamos melhorar nossa estrutura e dar um atendimento de melhor qualidade à população, assim como nossos policiais terem um espaço digno para executar suas atividades. E o apoio dos municípios, dos conselhos de segurança e de instituições como o Ministério Público tem feito a diferença para que a Polícia Civil conquiste e consiga manter sua estrutura em funcionamento, como aqui em Nova Ubiratã”, destacou o delegado-geral.

Leia mais:  Polícia Civil cumpre prisão de mulher que sequestrou bebê para ritual satânico em 2014

A nova delegacia tem 418,68 metros quadrados, com 20 salas distribuídas entre recepção, alojamentos, gabinetes de delegados, cartórios, salas de custódia e de reconhecimento, além de salas cofres.

Atualmente, o município conta com quatro policiais, sendo três investigadores e uma escrivã.

“Tecnicamente a segurança pública é uma responsabilidade do Estado. Por outro lado, entendemos que é praticamente impossível que o governo consiga acompanhar o desenvolvimento das cidades da região Norte, como no caso de Nova Ubiratã que apresentou crescimento bem acima da média estadual e nacional. Sendo assim, nos vemos na obrigação de ajudar os órgãos de segurança pública e dessa forma contribuir com o bem-estar da sociedade”, observa a vice-prefeita.

De acordo com a vice-prefeita Eliani Ross, a administração Municipal, em conjunto com o Conselho Municipal de Segurança Pública pretende abrir vagas para estagiários que atuarão na área administrativa da delegacia, possibilitando que os policiais se dediquem à atividade-fim.

Também participaram da visita e reunião o secretário municipal de Meio Ambiente, Arnon Soares Vandes e os delegados de Sorriso, André Ribeiro e Nilson Farias de Oliveira.

Leia mais:  Ação conjunta da Polícia Civil e Militar prende motoristas por embriaguez em Juína

TAC

O Termo de Ajustamento de Conduta celebrado em uma ação penal pela Promotoria de Justiça de Nova Ubiratã destinou recursos para efetivação da obra, mais a instalação de câmeras de segurança na cidade e sistema de monitoramento de segurança orgânica na unidade policial.

A nova delegacia dará suporte operacional de qualidade aos profissionais, uma vez que o prédio antigo apresenta insalubridade, tanto no atendimento à população quando aos policiais que ali trabalham diariamente.“A cidade está em expansão e o prédio novo tem agora condições de atender dignamente a Polícia Civil atender a demanda”, finalizou o delegado-geral Mário Dermeval.

O município tem 11.982 habitantes, conforme estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e é uma região produtora de grãos.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Polícia Civil prende integrantes de quadrilha envolvida em roubos de caminhonetes na fronteira

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

Quatro integrantes de uma quadrilha envolvida em roubos de caminhonetes na região de fronteira foram presos, pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (18.10), em ação das Delegacias de Pontes e Lacerda e Vila Bela da Santíssima Trindade (448 e 521 km a Oeste de Cuiabá).

Robson Costa de Araujo Vieira, 27, Jacinto Neto Barbosa dos Santos, 38, Anderson Mateus Pedroso Camargo, 26 e Daniel Gomes de Toledo, 24, foram flagrados em um ponto de venda de entorpecentes em Vila Bela e confessaram a participação no roubo de um veículo na cidade de Conquista D’Oeste.

As investigações iniciaram quando os policiais da Delegacia de Pontes e Lacerda entraram em contado com a equipe da Polícia Civil de Vila Bela comunicando o roubo de uma caminhonete Chevrolet S10, ocorrido na quarta-feira (16), em Conquista D’Oeste, em que os suspeitos estariam deslocando com o veículo com destino a Bolívia.

Durante as diligências para interceptar o veículo, os policiais receberam informações de que a caminhonete foi encomendada por um traficante da Vila Bela, para ser trocado por drogas no país vizinho.

Leia mais:  Polícia Civil prende dentistas por não cumprirem horas trabalhadas em posto de saúde de Juara

Com base na informação, os policiais passaram a monitorar pontos conhecidos por atuarem como bocas de fumo na cidade, onde foram verificadas fundadas suspeitas na casa de dois traficantes da cidade.

Após mais de 24 horas de vigilância, os policiais flagraram o momento que três suspeitos com características pessoais semelhantes às passadas pela vítima chegaram a casa. Diante das suspeitas, os policiais civis solicitaram o apoio da equipe da Polícia Militar para entrar na residência, onde surpreenderam os quatro suspeitos.

Durante a abordagem, os investigados tentaram resistir a prisão, porém acabaram detidos pelos policiais. Questionados, os presos confessaram a participação no roubo da caminhonete e disseram que o veículo foi levado para Bolívia ainda no dia 16.

Em buscas na casa, os policiais encontraram documentos pessoais de outros dois integrantes da quadrilha, que seriam os responsáveis pela boca de fumo e também por levar a caminhonete para a Bolívia. Também foi apreendido no endereço, um prato com resquícios de entorpecente, aparelhos celulares de origem duvidosa e dois botijões de gás produto de furto.

Leia mais:  Operação Sertão cumpre mandados contra integrantes de organização que praticava crimes na fronteira

Diante das evidências, os suspeitos foram conduzidos a Delegacia de Pontes e Lacerda, onde foi lavrado o flagrante pelos crimes de roubo e associação criminosa.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana