conecte-se conosco


Mato Grosso

Nota MT premia 1001 pessoas em sorteio mensal

Publicado

A Secretaria de Fazenda (Sefaz) realizou nesta quinta-feira (12.12), o primeiro dos dois sorteios do Nota MT programados para este mês de dezembro. Na ocasião, foram distribuídos 1.005 prêmios nos valores de R$ 500 e R$ 10 mil para consumidores que se cadastraram no Programa.  No dia 19 de dezembro será realizada a última premiação do ano, Especial de Natal, quando serão sorteados cinco prêmios de R$ 50 mil.

Este foi o quinto sorteio mensal, referente ao mês de novembro, e teve como base o resultado da Loteria Federal desta quarta-feira (11). A lista dos ganhadores está disponível no site ou aplicativo do Programa Nota MT. Confira aqui o resultado.

Ao todo, 1.001 consumidores foram contemplados. Os sorteados dos prêmios de R$ 10 mil foram: Elias França Murtinho; Marcel Teixeira Mendonça; Margareth Carvalho; Mariane Mesquita Souza Hartung; e Sirlei Vicente da Silva. As demais 996 pessoas vão receber prêmios de R$ 500, sendo que quatro delas foram premiadas duas vezes, com bilhetes diferentes.

Dos premiados, cerca de 50% são moradores da capital Cuiabá. Os demais estão distribuídos em 67 municípios, sendo 07 cidades de outros estados. São eles: Goiás (02 ganhadores), Rondônia, São Paulo (02 ganhadores), Maranhão e Paraná.  No interior de Mato Grosso Sinop e Rondonópolis tiveram mais de 60 ganhadores, seguidas por Tangará da Serra com 35 premiados.

Leia mais:  Pró-Família é destaque em Encontro Nacional

Mais de 1,8 milhão de bilhetes foram gerados, entre os dias 1º e 30 de novembro, para o sorteio desta quinta-feira (12). Cada bilhete corresponde a uma nota fiscal emitida em um operação de venda de mercadoria no comércio de Mato Grosso.

“Estamos surpresos com o número de pessoas exercendo sua cidadania fiscal, pedindo o documento fiscal e solicitando a inserção do CPF para participar dos sorteios. Nós temos uma grande adesão também dos empresários e comerciantes que estão cada vez mais perguntando para o cliente se ele quer o CPF na nota e se já fez o cadastro no Programa. Então, é um projeto muito bonito, que tem tido muita adesão e que está valorizando a sociedade mato-grossense”, ressalta a secretária adjunta de Relacionamento com o Contribuinte, Maria Celia de Oliveira.

Além do prêmio em dinheiro a ser recebido, os ganhadores vão ajudar financeiramente cerca de 90 entidades filantrópicas, indicadas neste sorteio mensal. Ao fazer o cadastro a pessoa escolhe uma instituição para receber 20%, que será calculado com base no valor do prêmio a ser recebido pelo consumidor.

Leia mais:  MTI apresenta modelo de parceria estratégica para Centro de Informática de Santa Catarina

Segurança e Transparência

O Programa Nota MT conta com um sistema desenvolvido pela Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI), em parceria com a Secretaria de Fazenda (Sefaz), que garante a segurança e transparência de todo o processo. Os sorteios são realizados sempre por dois servidores da Sefaz que inserem no sistema os números da Loteria Federal.

“É um sistema aberto feito de forma que os números são ordenados através de um ente externo, que é a Loteria Federal. Esses números alimentam nosso sistema de sorteio que, por meio de um algoritmo, embaralha os números e gera um novo número que corresponde ao bilhete sorteado, dando uma maior transparência no processo”, explica o superintendente de TI da Sefaz e analista da MTI, Ricardo Crudo.

O sorteio é auditado pela Controladoria Geral do Estado (CGE) que realiza mais uma vez todo o processo do sorteio.

“A CGE também faz a auditoria a forma como é feito todo o procedimento, para que o sorteio seja homologado. Dessa forma, temos uma tripla verificação que garante toda a segurança e transparência dos sorteios”, afirma Crudo.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Filhotes de tucano são destinados para soltura branda

Publicado

por

Cinco filhotes de tucano começam a se preparar para a vida livre. Os animais foram encaminhados pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) para guarda voluntária temporária. Quando os animais estiverem aclimatados à região e em condições ideais para viver na natureza, terá início o processo de soltura branda. Ou seja, aos poucos, as aves irão deixar os recintos para retornarem à vida livre.

Os tucanos foram resgatados ou recebidos voluntariamente em dezembro de 2019. Três deles apresentam sinais de maus-tratos, como o corte das asas. As aves ficaram em observação por quarenta dias no Batalhão da Polícia Militar de Proteção Ambiental (BPMPA) e após avaliação técnica foram declaradas aptas a serem destinadas ao lar temporário.

Guardiã voluntária há cinco anos, a professora Marluce Scaloppe irá cuidar dos tucanos até que estejam aptos para a soltura. Ela conta que a guarda dos animais silvestres traz muitas responsabilidades, especialmente quando os animais são ainda muito jovens e necessitam de cuidados mais intensos e diários, mas que por outro lado é extremamente gratificante ver os animais retornando para a vida livre.

Leia mais:  Alta Floresta ganha nova sede para delegacia da Polícia Civil

“É indescritível a sensação de saber que estamos fazendo a nossa parte, ainda que pequena, para contribuir com a preservação da fauna e também da flora. Faz bem para os animais e faz bem para nós mesmos”, comemora a professora que, na última quinta-feira (23), recebeu os filhotes de tucanos e, juntamente com a equipe técnica da Sema, realizou a soltura de outros dois tucanos adultos que já estavam sob sua guarda.

De acordo com o coordenador de Fauna e Recursos Pesqueiros da Sema, Christiano Justino, a Sema realiza o acompanhamento dos animais juntamente com o guardião temporário. Quando o animal está apto a ser solto, inicia-se o processo de soltura branda que, no caso das aves, permanecem com os recintos abertos durante o dia e fechados no período noturno, caso voltem ao local, para a segurança do animal. O procedimento é realizado diariamente até que o animal decida passar não retornar ao recinto para permanecer em vida livre.

Durante essa semana, a Sema também encaminhou 21 jabutis para a Reserva de Particular de Patrimônio Natural de uma propriedade rural em Tangará da Serra. Conhecido por seu papel fundamental no processo de dispersão de sementes, os répteis foram destinados à reserva com o apoio da Diretoria de Unidade Desconcentrada da Sema no município a 242km da capital mato-grossense.  O processo de soltura do jabuti é mais rápido, passados os primeiros dias de aclimatação já podem ir para a natureza.

Leia mais:  Setasc coordena ação para emitir documentos pessoais de índios

Guarda responsável

A guarda de animais silvestres é um instrumento previsto na Resolução CONAMA n° 457/2013, concedida por meio do Termo de Guarda de Animal Silvestre-TGAS. Este termo é de caráter provisório pelo qual o interessado, devidamente cadastrado na Sema, assume voluntariamente o dever de guarda de um animal resgatado, apreendido ou entregue espontaneamente, enquanto não houver destinação nos termos da lei.

O passo a passo, documentos requisitados e condições necessárias para se credenciar, estão disponíveis no site da Sema pelo link: http://www.sema.mt.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=3222&Itemid=843 

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana