conecte-se conosco


Educação

Nota máxima no MEC, Univag abre inscrições para vestibular de Medicina 2019/2 28

Publicado

Estão abertas as inscrições para o vestibular de Medicina do Univag – Centro Universitário de Várzea Grande, para ingresso no segundo semestre de 2019. O curso de Medicina do Univag é nota máxima (5) na avaliação Conceito de Curso do Ministério da Educação (MEC), colocando-o entre os melhores do Brasil.

De todos os cursos de Medicina existentes no país, tanto nas instituições de ensino públicas quanto nas privadas, apenas 10% possuem Conceito de Curso 5 e o Univag está entre eles. Entre os critérios avaliados estão a qualidade do corpo docente, do projeto pedagógico e da infraestrutura da instituição. As notas de avaliação do MEC vão de 1 a 5. O UNIVAG recebeu nota cinco em todos os quesitos.

A Aprendizagem Baseada em Problemas (PBL – Problem Based Learning, sigla em inglês) coloca o aluno como sujeito ativo no processo de aprendizagem e tem a inserção em práticas na comunidade como uma das principais estratégias para alcançar a alta qualidade da formação.

No PBL, os alunos discutem casos clínicos semanais nas tutorias. O aprendizado é aprofundado nos laboratórios de habilidades (médicas, de comunicação e informática) e morfofuncionais (integração das disciplinas de anatomia, histologia, patologia e imagens), realizados em conjunto com o atendimento à comunidade, proporcionando uma formação que desenvolve habilidades e atitudes, alicerçadas por conhecimentos.

Leia mais:  Seduc orienta escolas a tomarem medidas para reduzir os efeitos do calor e baixa umidade

 

Laboratórios

Desde o primeiro semestre do curso, os alunos entram em contato com os processos de saúde e doença da comunidade através do PIC – Programa de Interação Comunitária.

Destaca-se a grande quantidade de laboratórios que permitem simulações de habilidades médicas necessárias ao futuro profissional. Nesses laboratórios, alunos aprendem em alta fidelidade habilidades cotidianas, em urgências e emergências. Os Laboratórios de Práticas Hospitalares simulam consultórios médicos e ambientes das enfermarias clínicas, cirúrgicas e materno-infantis, onde os alunos treinam entrevista médica, exame físico e técnicas e procedimentos cirúrgicos.

 

Internato Médico

A excelência de ensino é colocada em prática no Internato que corresponde ao período dos últimos anos do curso de graduação em Medicina, nos quais o aluno tem um estágio curricular obrigatório de formação em serviço, seguindo as áreas básicas: Saúde da Mulher (Ginecologia e Obstetrícia), Saúde da Criança e do Adolescente, Saúde Coletiva e Medicina de Família e Comunidade, Clínica Médica, Clínica Cirúrgica e Urgência e Emergência, possuindo convênios com os melhores hospitais do estado para a prática.

Corpo Docente

O corpo docente é altamente qualificado, formado por mestres e doutores renomados de Mato Grosso, obedecendo às diretrizes que regem a matéria no que diz respeito à qualificação, titulação, experiência profissional e demais convenções.

Leia mais:  Seduc divulga datas das avaliações do Processo Seletivo de 15 escolas.

 

Processo seletivo

A prova do processo seletivo acontecerá no dia 19 de maio (domingo), das 13h30 às 18h, horário local, no campus do Univag, bloco D, localizado na Avenida Dom Orlando Chaves, nº 2655, bairro Cristo Rei, em Várzea Grande. São 60 vagas para período integral. Os candidatos podem se inscrever no site da Vunesp, www.vunesp.com.br e do Univag, www.medicinaunivag.com.br. O valor da taxa de inscrição é de R$ 280,00.

De caráter eliminatório, as provas serão compostas por 60 questões de múltipla escolha e Redação. No dia da prova o candidato deve estar munido de documento oficial com foto. As aulas têm previsão de início no dia 05 de agosto de 2019.

Das 60 vagas oferecidas, 40 serão preenchidas pelos aprovados no Processo Seletivo e 20 destinadas aos selecionados no Programa de Financiamento Estudantil (Fies).

Faça Medicina na melhor instituição de ensino de Mato Grosso. Venha para o Univag! Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (65) 3688-6006.

Fonte: Assessoria UNIVAG

Comentários Facebook
publicidade

Educação

Senado convoca Weintraub a explicar falas em reunião ministerial

Publicado

por

Da CNN, em São Paulo

O plenário do Senado aprovou nesta segunda-feira requerimento de convocação do ministro da Educação, Abraham Weintraub, para prestar esclarecimentos sobre declarações que fez na reunião ministerial de 22 de abril, após a divulgação de vídeo do encontro por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

Ministro da Educação, Abraham Weintraub
15/05/2019
REUTERS/Adriano Machado

O dia da participação de Weintraub no Senado –que é obrigatória, por se tratar de convocação– ainda não está definida.Entre outras declarações, o ministro da Educação defendeu, na reunião de abril, que botaria “vagabundos todos na cadeia, começando no STF”.

A fala de Weintraub foi revelada no vídeo da reunião que faz parte do inquérito em que, segundo o ex-ministro da Justiça Sergio Moro, o presidente Jair Bolsonaro tentou pressioná-lo a mudar o comando da Polícia Federal.

Na decisão em que autorizou a divulgação do vídeo, o ministro Celso de Mello, do STF, disse ter constatado a ocorrência de “aparente prática criminosa” cometida por Weintraub ao se referir à Corte.

Leia mais:  Detran-MT inicia o ano orientando 525 pessoas com ação educativa em escola

A autora do requerimento foi a senadora Rose de Freitas (Podemos-ES). “Eu achei que estava vendo um filme de terror. Mas quando vi o ministro da Educação, tive certeza que era uma panaceia, um desrespeito”, disse Freitas. “Quero perguntar quem são os ‘vagabundos’ que precisam ser presos? Palavras não são em vão.”

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) também apresentou um requerimento. “Nos vídeos e na sua transcrição, Weintraub destila ódio, em termos claros, enfáticos e chocantes, contra o povo indígena e o povo cigano, nos seguintes dizeres”, diz o senador no requerimento.

O senador Eduardo Braga (MDB-AM) também apoiou a convocação. “Não é cabível continuar nessa posição galopante de declarações contras as liberdades individuais, instituições”, disse.

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE), pediu apenas que a convocação ficasse restrita ao ministro da Educação. “As falas do ministro cruzam uma linha que é a linha do respeito às instituições”, disse. “Ele deve, sim, satisfação ao Senado Federal”, afirmou.

Outros ministros que participaram da reunião do dia 22 de abril também são alvos de requerimentos de convocações para as duas Casas. Randolfe, por exemplo, quer explicações do ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente).

Leia mais:  Cerca de 96 mil inscritos devem fazer a prova do Enem em MT

Salles declarou na reunião que é preciso aproveitar a “oportunidade” que o governo federal ganha com a pandemia do novo coronavírus para “ir passando a boiada e mudando todo o regramento e simplificando normas”. Segundo o ministro, a cobertura da imprensa focada em Covid-19 daria “um pouco de alívio” para a adoção de reformas infralegais de regulamentação e simplificação.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana