conecte-se conosco


Entretenimento

Noronhe-se! Os destinos favoritos dos famosos para curtir a estação mais quente

Publicado

O verão é sempre um evento digno de aproveitar para ir à praia, conhecer novos lugares e renovar o bronze. Isso não é diferente no mundo dos famosos. Tendo isso em mente, o iG
Gente
fez uma lista dos destinos favoritos de grandes personalidades da mídia para esta estação.


Bruna Marquezine posa de biquíni durante férias em Fernando de Noronha e chama aenção de seguidores
Reprodução/Instagram

Bruna Marquezine posa de biquíni durante férias em Fernando de Noronha e chama aenção de seguidores

Leia também: Beijo na boca e rebolado: veja como foi o ano novo dos famosos

Fernando de Noronha – Pernambuco


Os destinos favoritos dos famosos para aproveitar a estação mais quente do ano
Reprodução/Instagram

Os destinos favoritos dos famosos para aproveitar a estação mais quente do ano

Noronhe-se. Bruna Marquezine já é um patrimônio da ilha em questão, onde Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank possuem uma pousada. A atriz está passando o verão em Fernando de Noronha, um verdadeiro point dos famosos
.


Os destinos favoritos dos famosos para aproveitar a estação mais quente do ano
Reprodução

Os destinos favoritos dos famosos para aproveitar a estação mais quente do ano

Além de Bruna Marquezine
e os donos da pousada, outras celebridades estão curtindo as águas de Fernando de Noronha, como é o caso da atriz e cantora Jeniffer Nascimento (“Popstar”), Letícia Lima e a cantora Manu Gavassi.

Trancoso – Bahia


Os destinos favoritos dos famosos para aproveitar a estação mais quente do ano
Reprodução/Instagram

Os destinos favoritos dos famosos para aproveitar a estação mais quente do ano

Cláudia Raia está aproveitando o verão para se aproximar dos filhos, com os quais está curtindo uma viagem em Trancoso. A atriz chegou a comemorar o aniversário de 52 anos em 24 da dezembro na cidade baiana, assim como as festas de Natal e Ano Novo. Outras famosas aproveitando a estação mais quente do ano em Trancoso são a cantora Preta Gil e a atriz Thaíssa Carvalho (“A Regra do Jogo”).

Leia mais:  Youtuber de Brasília vai participar do ‘Big Brother Brasil’; conheça

Alagoas


Os destinos favoritos dos famosos para aproveitar a estação mais quente do ano
Reprodução/Instagram

Os destinos favoritos dos famosos para aproveitar a estação mais quente do ano

Alagoas também está sendo um verdadeiro point das celebridades, quando o assunto é aproveitar o verão. Cleo
, por exemplo, compartilhou vários registros de sua viagem.


Os destinos favoritos dos famosos para aproveitar a estação mais quente do ano
Reprodução/Instagram

Os destinos favoritos dos famosos para aproveitar a estação mais quente do ano

Além de Cleo, Alagoas também foi curtida pela ex-panicat Aricia Silva, que aproveitou as praias de São Miguel dos Milagres. A modelo Julia Schiav, conhecida principalmente por seu antigo relacionamento com Nego do Borel, também aproveitou o estado do nordeste. A bailarina do Faustão Mayie Araújo também compartilhou registros do verão em Alagoas.

Leia também: Beijo na boca e rebolado: veja como foi o ano novo dos famosos

Angra dos Reis – Rio de Janeiro


Os destinos favoritos dos famosos para aproveitar a estação mais quente do ano
Reprodução/Instagram

Os destinos favoritos dos famosos para aproveitar a estação mais quente do ano

O ator Paulo Gustavo aproveitou parte das suas férias em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. Com direito a vários vídeos e fotos da viagem tomando conta de suas redes sociais, a viagem de Paulo Gustavo foi muito bem acompanhada, considerando que contou com a presença do dermatologista Thales Bretas, o marido do ator.

Leia mais:  Luan Santana anuncia casamento: “Doze anos que estou enrolando a Jade”

Os destinos favoritos dos famosos para aproveitar a estação mais quente do ano
Reprodução/Instagram

Os destinos favoritos dos famosos para aproveitar a estação mais quente do ano

Outras personalidades que passam o verão em Angra dos Reis são a atriz Vanessa Giácomo, ao ar atualmente em “O Sétimo Guardião”, o cantor Saulo Poncio, que recentemente protagonizou uma polêmica ao ser traído por Gabi Brandt (“De Férias com o Ex) e o sertanejo Eduardo Costa, conhecido por suas polêmicas.

Salvador – Bahia


Os destinos favoritos dos famosos para aproveitar a estação mais quente do ano
Reprodução/Instagram

Os destinos favoritos dos famosos para aproveitar a estação mais quente do ano

Outro point de celebridades neste verão é a capital da Bahia. A atriz Bárbara França (“Malhação: Pro Dia Nascer Feliz”) chegou até a escrever “Bahia é mágica” em seu Instagram, ao compartilhar um dos registros de sua viagem a Salvador para curtir o verão. Bela Gil e Graciele Lacerda são famosas que também estão aproveitando a cidade.

Namíbia – África


Os destinos favoritos dos famosos para aproveitar a estação mais quente do ano
Reprodução/Instagram

Os destinos favoritos dos famosos para aproveitar a estação mais quente do ano

A cantora Kelly Key e sua filha, Suzanna Freitas, ousaram um pouco mais neste verão e foram passar lá na África, na Namíbia. A semelhança entre as duas chamou atenção dos seguidores durante os registros compartilhados nas redes sociais.

São Miguel do Gostoso – Rio Grande do Norte


Os destinos favoritos dos famosos para aproveitar a estação mais quente do ano
Reprodução/Instagram

Os destinos favoritos dos famosos para aproveitar a estação mais quente do ano

Leia também: Ficou offline nos últimos dias? Tudo de mais importante sobre a vida dos famosos

Outra cidade a hospedar vários famosos
durante a estação mais quente do ano foi São Miguel do Gostoso, no Rio Grande do Norte. A atriz  Bruna Griphao é um dos nomes que está aproveitando um tempo no lugar em questão. Vanessa Aud, conhecida por participar do reality “Are You The One”, da MTV, também passou o verão lá. Além disso, Rodrigo Simas e Agatha Moreira compartilharam momentos românticos na cidade.

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

A Voz do Brasil faz 85 anos

Publicado

O programa de rádio A Voz do Brasil completa 85 anos nesta quarta-feira (22). Idade avançada para pessoas e para instituições no Brasil. Uma frase atribuída a Leonardo da Vinci, que morreu idoso para o seu tempo (aos 67 anos), sentencia que “a vida bem preenchida torna-se longa”.

Em oito décadas e meia, A Voz do Brasil preencheu a vida dos ouvintes com notícias sobre 23 presidentes, em mandatos longínquos ou breves. Cobriu 12 eleições presidenciais, e manteve-se no ar durante a vigência de cinco constituições (1934, 1937, 1946, 1967 e 1988).

programa cobriu a deposição dos presidentes Getúlio Vargas (1945) e João Goulart (1964), o suicídio de Vargas (1954), a redemocratização do país em dois momentos (1946 e 1985), o impeachment e renúncia de Fernando Collor (1992) e o impeachment de Dilma Rousseff (2016).

Além de notícias dos palácios do governo federal, A Voz do Brasil levou aos ouvintes informações sobre a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). O programa narrou as conquistas do país em cinco Copas do Mundo e a derrota em duas – a mais traumática em 1950. A Voz registrou a inauguração de Brasília (1960) e cobriu a morte de ídolos como Carmen Miranda (1955) e Ayrton Senna (1994).

Pelo rádio, e pela A Voz do Brasil, muitos brasileiros souberam da invenção da pílula anticoncepcional (1960), da descida do homem na Lua (1969), dos primeiros passos da telefonia móvel (1973), da queda do Muro de Berlim (1989) e da clonagem da ovelha Dolly (1998).

Leia mais:  Apresentadora do SBT tem luxação no pé após escorregar de escada

Vida longa

A longevidade do programa A Voz do Brasil é assunto de interesse de historiadores e pesquisadores da mídia de massa no país. “É curioso como um programa de rádio se torna uma constância em um país de inconstância institucional, jurídica e legislativa”, observa Luiz Artur Ferrareto, autor de dois dos principais livros de radiojornalismo editados no Brasil.

Para Sonia Virginia Moreira, professora do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, a longa duração do programa “tem muito a ver com a própria longevidade do rádio como meio de comunicação. A morte do rádio foi anunciada várias vezes e ele segue como um veículo muito importante no Brasil.”

“Nenhum governo abriu mão dessa ferramenta fantástica. A longevidade vem da percepção que os diferentes governos tiveram que manter essa ferramenta era algo que trazia uma vantagem enorme para o governo do ponto de vista das suas estratégias e para seus objetivos”, acrescenta Henrique Moreira, professor de jornalismo e especialista em história da mídia no Brasil.

Curiosidades sobre A Voz do Brasil 

 A Voz Brasil nem sempre teve como trilha sonora de abertura trecho da ópera O Guarani (1870), de Carlos Gomes. O Hino da Independência (1822), composto por Dom Pedro I, e Aquarela do Brasil (1939), de Ary Barroso, também serviram para marcar o início do programa.

Inauguração da transmissão do programa A Voz do Brasil, Brasília, DF.
Inauguração da transmissão do programa A Voz do Brasil, Brasília, DF. – Arquivo Nacional

A longevidade do programa A Voz do Brasil é assunto de interesse de historiadores e pesquisadores da mídia de massa no país. “É curioso como um programa de rádio se torna uma constância em um país de inconstância institucional, jurídica e legislativa”, observa Luiz Artur Ferrareto, autor de dois dos principais livros de radiojornalismo editados no Brasil.

Leia mais:  Youtuber de Brasília vai participar do ‘Big Brother Brasil’; conheça

Para Sonia Virginia Moreira, professora do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, a longa duração do programa “tem muito a ver com a própria longevidade do rádio como meio de comunicação. A morte do rádio foi anunciada várias vezes e ele segue como um veículo muito importante no Brasil.”

“Nenhum governo abriu mão dessa ferramenta fantástica. A longevidade vem da percepção que os diferentes governos tiveram que manter essa ferramenta era algo que trazia uma vantagem enorme para o governo do ponto de vista das suas estratégias e para seus objetivos”, acrescenta Henrique Moreira, professor de jornalismo e especialista em história da mídia no Brasil.

Curiosidades sobre A Voz do Brasil 

 A Voz Brasil nem sempre teve como trilha sonora de abertura trecho da ópera O Guarani (1870), de Carlos Gomes. O Hino da Independência (1822), composto por Dom Pedro I, e Aquarela do Brasil (1939), de Ary Barroso, também serviram para marcar o início do programa.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana