conecte-se conosco


Carros e Motos

Nissan Frontier mais em conta ganha novas opções de acessórios

Publicado

Nissan Frontier branca arrow-options
Divulgação

Nissan Frontier S é voltada para o trabalho pesado, mas passa a ter acessórios um pouco mais sofisticados

A Nissan Frontier de entrada acaba de receber novos acessórios. Entre os quais, um novo rádio (R$ 418) e uma central multimídia de 6,8 polegadas (R$ 2.090). O primeiro é 1 DIN, com conexão Bluetooth, microfone interno, entradas USB e auxiliar, e rádio AM/FM. Enquanto o segundo é 2 DIN, com Android Auto e Apple CarPlay, Google Maps e Waze instalados e tocador de CD/DVD. Além disso, oferece, por R$ 221, o sistema tilt-down para os retrovisores elétricos.

LEIA MAIS: Nissan Frontier 2021, de nova geração, terá detalhes antecipados nos EUA

Este sistema permite à Nissan Frontier mudar o ângulo da inclinação do espelho do lado direito ao engatar a ré, auxiliando em manobras para não encostar no meio-fio e se esquivar de buracos. A versão em questão é a S com câmbio manual de 6 marchas (R$ 137.550), que também traz ar-condicionado, direção hidráulica, controle de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, vidros elétricos nas quatro portas e outros.

Leia mais:  Toyota apresenta robô que não erra cestas de 3 pontos no basquete. Veja vídeo

LEIA MAIS: Veja 5 razões para levar a VW Saveiro e não a rival Fiat Strada, líder de vendas

Por baixo do capô, a picape conta com um motor turbodiesel, de 2,3 litros, que desenvolve 160 cv e 41 kgfm, e transmite o movimento tanto às duas rodas traseiras, quanto às quatro, ao movimentar a alavanca da tração. Segundo o Inmetro,  o utilitário tem consumo de 9,3 km/l (cidade) e 10,2 km/l (rodovias). Entre outras especificações, tem 1005 kg de capacidade de carga, 750 kg de reboque sem freio, 2965 kg de reboque com freio, 1054 litros de espaço na caçamba e 230 mm de vão livre em relação ao solo.

Mais detalhes da Nissan Frontier

Nissan Frontier branca arrow-options
Divulgação

Nissan Frontier S na linha de montagem em Córdoba, na Argentina, de onde segue para o Brasil e outros mercados

Na última atualização do utilitário , a linha também passou a ter equipamentos como a visão 360 graus, teto solar, sistema isofix e 6 airbags. E além da versão de entrada S 4×4, há mais três com o câmbio manual, para quem gosta de envolvimento ao volante. São elas: Atack 4×4, SE 4×4 e LE 4×4.

Leia mais:  Nissan Kicks, Mach, Versa e Frontier encarecem após novo reajuste de preços

LEIA MAIS: Nova picape da Ford chega em breve para concorrer com Toro, Oroch e Tarok

 Entretanto, as expectativas giram em torno da nova geração. Eis que após 15 anos sem grandes alterações, a picape terá, nos EUA, a sua primeira grande mudança em setembro de 2020, já como modelo 2021.

Em geral, o seu visual deverá ficar mais robusto, bem como deverá ganhar mais opções de carroceria, incluindo a versão de cabine estendida por lá, a qual não temos por aqui. Para o Brasil, não há qualquer data para chegar, além do mais, não é certo que a Nissan Frontier será a mesma da que já se adianta.

Comentários Facebook
publicidade

Carros e Motos

General Motors confirma o fim da fabricante australiana Holden

Publicado

por

General Motors arrow-options
Divulgação

Parceira da General Motors desde a década de 30, Holden encerrará suas operações na Austrália, Nova Zelândia e Tailândia até o fim do ano

Em mais um passo no processo de reestruturação global, a General Motors anunciou que fechará a marca Holden na Austrália, Tailândia e Nova Zelândia, encerrando as operações nos países. A GM ainda terá o compromisso de abastecer os mercados com peças e serviços de manutenção até o fim da década.

LEIA MAIS: FCA e PSA anunciam acordo de fusão; confira os detalhes

Estima-se que 600 funcionários perderão o emprego no encerramento da Holden na Oceania. Em Detroit (EUA), Mary Barra, chefe-executiva da GM Global, afirma que fechar a representante no continente é uma decisão difícil, porém correta. 

Mark Reuss, presidente da GM, complementa a declaração de Barra dizendo que a marca tinha planos de reerguer a Holden, mas continuar atuando em um mercado fragmentado como a Oceania teria custo alto.

LEIA MAIS: Renault, Nissan e Mitsubishi revelam novas estratégias para 2020

Leia mais:  Jaguar F-Type 2021 chega com visual mais agressivo, novos acertos e equipamentos

Scott Morrison, primeiro-ministro da Austrália, se diz inconformado com a situação. “Estou desapontado, mas não surpreso. Sei que muitos australianos estão irritados neste momento”, disse ele. “Os nossos contribuintes colocaram milhões de dólares nesta companhia multinacional e eles simplesmente encerraram as operações”.

LEIA MAIS: Veja como a parceria entre Ford e VW vai impactar os carros elétricos

Aos poucos, a GM está abandonando mercados não-lucrativos para focar em regiões pontuais, como Estados Unidos, China, Coreia do Sul e Brasil. Em 2017, a fabricante vendeu as marcas Opel e Vauxhall para a Peugeot-Citroën.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana