conecte-se conosco


Esportes

Neymar fica fora de seleção histórica do PSG feita por jornalistas e torcedores

Publicado


Neymar
Reuters

Neymar não entrou na seleção da história do PSG feita pelo L’Equipe

Neymar não é visto como ídolo no Paris Saint-Germain. Prova disso é a eleição feita pelo jornal francês “L’Equipe”, que pediu para os torcedores e seus jornalistas escolherem os onze maiores atletas do time na história. O atual camisa 10 não entrou na seleção ideal, embora quatro brasileiros constam na lista: Ricardo Gomes, Thiago Silva, Maxwell e Raí.

Leia também: Chegada de Griezmann no PSG facilitaria ida de Neymar ao Real; Zidane não aprova

Sem Neymar , o único da geração atual que entrou foi Kylian Mbappé, de 20 anos, e o novo xodó do PSG . A seleção eleita pela redação do jornal ficou no esquema 4-3-3 e ficou assim composta:

Goleiro Bernard Lama; os zagueiros Ricardo Gomes e Thiago Silva , com Jean Luc Sassus e Maxwell nas laterais. O meio-campo foi composto por Safet Susic – jogador que mais vezes vestiu a camisa do clube –, Luis Fernández e Raí . Já o ataque foi composto por Mustapha Dahleb, Zlatan Ibrahimovic e Kylian Mbappé. O técnico escolhido foi Carlo Ancelotti.

Leia mais:  Libertadores 2019: confira os grupos e os adversários dos 8 times brasileiros

Leia também: Revista francesa aponta 11 passos para Neymar crescer na carreira

A dos torcedores também não teve Neymar , e o esquema estipulado foi o 4-4-2, também sem Neymar na lista. A parte de defensiva permeneceu quase igual, com goleiro Bernard Lama, os zagueiros Ricardo Gomes e Thiago Silva, Maxwell e Thomas Meunier nas laterais. O meio-campo foi composto por Raí, Ronaldinho Gaúcho , Luis Fernández e Blaise Matuidi. No ataque, George Weah e Kylian Mbappé. O técnico também foi Ancelotti.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Copa do Mundo Feminina: Brasil vence a Itália por 1 a 0  e se classifica

Publicado

por

Marta comemorando
Mowa Press

Marta comemorando gol de pênalti contra a Itália.

Em jogo equilibrado nesta terça-feira (18), o Brasil derrotou a Itália por 1 a 0 e garantiu a classificação para as oitavas de final da Copa do Mundo Feminina . Marta, de pênalti, marcou o gol brasileiro. No outro jogo do grupo, a Austrália venceu a Jamaica por 4 a 1. 

Leia também: Craque Neto diz que vai comentar gol de jogadora que está fora da Copa do Mundo

O jogo começou melhor para o Brasil . Logo nos primeiros 15 minutos, Debinha quase marcou um gol de letra. Logo no lance seguinte, Marta  quase marcou um lindo gol olímpico. A goleira italiana tirou a bola antes dela cruzar a linha ou chegar em Cristiane, que chegava para completar. Porém, os gols não saíram e o jogo foi ficando equilibrado.

Aproveitando falhas da defesa brasileira, a Itália começou a se arriscar mais e criou boas chances. Aos 28 minutos do primeiro tempo, Girelli recebeu dentro da área e mandou a bola para o fundo das redes brasileiras. Para a sorte da seleção, a italiana estava impedida e o gol foi anulado.

Leia mais:  Lutador de boxe é suspenso por seis meses após morder adversário em luta; veja

A pressão continuou até o fim do primeiro tempo. Para se defender, a seleção contou com um ótimo bloqueio de Kathellen e uma grande defesa de Bárbara. Em meio à pressão italiana, o Brasil passou a abusar das bolas aéreas. Entretanto, a tática não deu certo. Com isso, o primeiro tempo acabou sem nenhum gol.

Leia também: Confira 6 países onde o futebol feminino é superior ao masculino

Andressinha
Reprodução/Twitter

Andressinha foi um dos destaques da seleção no jogo contra a Itália.

O segundo tempo começou da mesma maneira que o primeiro: equilibrado e com as duas equipes buscando o gol.  A melhor chance veio aos 5 minutos quando Andressinha cobrou uma falta no travessão. Minutos depois, Kathellen cabeceou para tentar marcar mas a bola passou rente à trave direita do gol italiano.

Com o decorrer do jogo, a seleção passou a criar menos, embora estivesse melhor do que a Itália na partida. O Brasil teve algumas boas chances, o toque de calcanhar de Bia que quase entrou. Após um belo passe de Marta, Debinha chutou e a goleira defendeu.

Leia mais:  César, do Flamengo, ironiza “vácuo” de rival vascaíno antes de pênalti decisivo

Minutos depois, foi marcado um pênalti para o Brasil, que foi convertido por Marta . Após o tento, a Itália se jogou no ataque, mas Bárbara fez boas intervenções até o apito final.

Com o resultado, o Brasi l ficou na terceira colocação do Grupo C com 6 pontos. Austrália e Itália conseguiram a mesma pontuação mas superaram as brasileiras sem saldo e número de gols marcados. Com isso, a seleção enfrentará a França ou a Alemanha nas oitavas de final do mundial.


Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana