conecte-se conosco


Mato Grosso

Museu de História Natural Casa Dom Aquino dobrou número de visitantes em 2019

Publicado

Na era digital, ir ao museu até parece ser coisa do passado, mas será que é? O Museu de História Natural Casa Dom Aquino é um patrimônio histórico de 177 anos localizado em Cuiabá, que conta a pré-história de Mato Grosso por meio de fósseis e artefatos arqueológicos e vem mostrar que os museus ainda fazem parte do cotidiano da população. Em 2019, o equipamento cultural recebeu 5.607 visitantes de Mato Grosso, outros estados e países.  O número representa um aumento de 102% em relação ao ano de 2018, em que o Museu recebeu 2.778 visitantes.

Os museus têm um importante papel para a sociedade. Eles são capazes de informar e educar com exposições, oficinas, atividades recreativas e até mesmo usando os meios digitais como vídeos e outras opções interativas. São espaços ideais para despertar a curiosidade, estimular a reflexão e o debate, e criar uma conexão entre passado, presente e futuro.

Para a arqueóloga e presidente do Instituto Ecossistemas e Populações Tradicionais (ECOSS) – que faz o gerenciamento do museu, Suzana Hirooka, o Museu de História Natural Casa Dom Aquino tem conquistado a preferência das pessoas, em especial da comunidade escolar. Isso porque, ela explica, a visita é uma atividade extra classe que contribui muito para a fixação de conteúdos didáticos como dinossauros, evolução, biologia e meio ambiente, e os professores já colocam dentro das suas atividades anuais essa visita, auxiliando para a formação dos alunos.

Leia mais:  Agricultores e Governo debatem novas tecnologias para produção familiar

Em 2019, o Museu de História Natural Casa Dom Aquino recebeu 3.654 estudantes vindos de 94 instituições de Ensino, de várias cidades de Mato Grosso. Entre elas estão Cuiabá, Várzea Grande, Chapada dos Guimarães, Rosário Oeste, Campo Novo dos Parecis, Araputanga, Diamantino e Rondonópolis, além de estudantes de outros estados.

O museu também recebeu a visita de 1.953 turistas de Cuiabá e municípios do interior de Mato Grosso, além de cidades de outros estados, como Maceió (AL), Porto Velho (RO), Recife (PE), Salvador (BA), Dourados (MS), João Pessoa (PB), São Paulo (SP), Goiânia (GO), Brasília (DF). Outro público são os visitantes norte-americanos e canadenses, totalizando 5.607 pessoas durante todo o ano.

Para 2020, o museu está preparando grandes eventos, como o Encontro Indígena, a Primavera dos Museus, oficinas e visitas escolares guiadas que podem ser agendadas pelos telefones (65) 3634-4858 e 3052-8062 ou pelo e-mail [email protected] .

Serviço:

O Museu de História Natural Casa Dom Aquino é um equipamento cultural da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel). Está aberto ao público de quarta a domingo, das 8h às 18h, com ingressos a R$ 6,00 (inteira) e R$ 3,00 (meia). Endereço: Avenida Beira Rio, nº 2000, bairro Dom Aquino, Cuiabá.

Leia mais:  PM prende traficante em flagrante com R$ 12 mil

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Na disputa pela prefeitura em Pontal do Araguaia Adelcino é o mais rico, Leandro tem ensino superior e Pastor não tem bens

Publicado

O pequeno Município de Pontal do Araguaia, localizado a 500 quilômetros de Cuiabá, fica entre as cidades de Barra do Garças – MT e Aragarças em Goiás. Possui cerca de sete mil moradores entre a zona Urbana e Rural e 4.947 eleitores que devem comparecer às urnas nas eleições  deste 15 de setembro. As eleições que acontecem sempre em outubro teve seu calendário alterado devido a Pandemia do Covid-19.

Até agora três candidaturas foram registradas no Tribunal Eleitoral. Adelcino Francisco (MDB), Leandro Cardoso (PSB) e o Pastor Júnior do PSL.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral que divulga as candidaturas e patrimônios declarados pelos candidatos junto a Justiça Eleitoral Adelcino Francisco Lopo (MDB), da coligação “Pontal do Araguaia rumo ao novo tempo” é o mais rico. Entre terrenos, lotes urbanos e rurais, e conta corrente ele declarou  2.042.839.64 milhões. Adelcino tem ensino médio.

O segundo candidato com maior bem declarado é o atual presidente da câmara Leandro Cardoso (PSB), da coligação “Avança Pontal”  ele declarou ao TRE possuir uma casa no residencial Araguaia Center adquirido pelo programa Minha casa minha vida no valor de 250,000,00, entre quotas de capital empresa futura c f c veículos, e saldo em conta bancária foi declarado, 308,170,51 mil.  Leandro Cardoso tem Ensino Superior.

Leia mais:  Agricultores e Governo debatem novas tecnologias para produção familiar

Já o terceiro a declarar  foi o Pastor Jair Junior (PSL) o partido não coligou com nenhum partido e segue isolado na disputa. Pastor Jair declarou a Tribunal Eleitoral que não possui bens.  Pastor Jair Junior, tem ensino médio incompleto.

 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana