conecte-se conosco


Polícia

Mulher que integrava quadrilha que atuava em Sapezal foi presa em Sorriso

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Uma mulher acusada de integrar uma quadrilha que atuava no cometimento de crimes na cidade de Sapezal teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (08.02) em ação do Núcleo de Defesa da Mulher e Crimes Sexuais de Sorriso (442 km a Oeste).

Foragida da Justiça, Kamila de Paula Fontanelli Garcia, estava com mandado de prisão decretado pela Vara Única da cidade de Sapezal por envolvimento em diversos crimes, entre eles associação criminosa e tráfico de drogas.

Após trabalho de monitoramento realizado pelos investigadores do Núcleo de Defesa da Mulher de Sorriso, a suspeita foi localizada em casa, no bairro Jardim Amazonas, onde teve o mandado de prisão cumprido.

A decisão judicial ordenava que qualquer dispositivo móvel que fosse encontrada com a suspeita deveria ser apreendido, uma vez que ela é investigada e foi denunciada pelo Ministério Público por atuar junto ao grupo criminoso.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Leia mais:  Jovem infrator é preso por roubo no aniversário de 18 anos
publicidade

Polícia

Equipe Especial interroga esposa de cabo em investigações das interceptações ilegais

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Civil, por meio da Equipe Especial, designada exclusivamente para conclusão dos inquéritos sobre as interceptações ilegais, ouviu em interrogatório, na tarde desta quarta-feira (18), a esposa do Cabo Gerson Correa, para esclarecimentos sobre questões apuradas nas investigações.

A delegada Ana Cristina Feldner informou que a mulher (E.M.O) aparece em algumas situações, como assinatura de fiadora no contrato de locação da sala usada para fazer as escutas ilegais, além da conta de internet usada no escritório clandestino estar em seu nome. Também por ter levado um aparelho celular ao cabo quando ele estava preso na Rotam. E ainda sobre a origem de um valor de R$ 35 mil, emprestado pelo cabo a um amigo.

Conforme a delegada, todas as informações serão analisadas, inclusive se  a mulher  tinha conhecimento e envolvimento com a organização criminosa investigada. Ela  alegou que acredita na inocência de seu marido.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Leia mais:  Rotam em Cuiabá faz abordagem e encontra pessoa amarrada no porta malas; olhe vídeo
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana