conecte-se conosco


Cidades

MT lança licitação de R$ 57,6 mi para pavimentar 68 km de rodovia

Publicado

O Governo do Estado, abriu processo licitatório para contratação de empresa de engenharia para executar a pavimentação de 68,96 quilômetros da MT-109, na região do Araguaia em Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra).

Serão asfaltados 68,9 quilômetros da MT-109, no trecho que vai do entroncamento da MT-322/BR-080, em São Felix do Araguaia, até o entroncamento da MT-412, em Canabrava do Norte. Essa obra vai interligar o Distrito do Espigão do Leste até a cidade vizinha de Canabrava do Norte e a BR-158.

De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, a pavimentação é de extrema importância para a região do Araguaia, pois vai favorecer o escoamento de toda a produção do distrito diretamente na rodovia federal que corta todo o Brasil.

O distrito desponta no cenário do agronegócio e  já se tornou referência como a principal produtora de grãos da região Norte Araguaia. “Essa é uma solicitação antiga da região, que é muito produtiva. Ali no Araguaia o fomento ao agronegócio é muito grande. Essa obra representa a queda de mais um obstáculo ao crescimento e desenvolvimento de toda aquela região e de Mato Grosso”, afirmou o secretário.

Leia mais:  Pontos turísticos são reabertos após queimadas no Parque de Chapada dos Guimarães (MT)

 

A obra é resultado de uma cooperação firmada pelo Governo do Estado com as prefeituras de São Félix do Araguaia e Canabrava do Norte.  Por meio da cooperação, a Sinfra está licitando a pavimentação, excluindo alguns serviços complementares que serão executados diretamente pelas prefeituras. O valor de referência da Sinfra para a licitação é de R$ 57,6 milhões.

 

E a formalização de cooperações com prefeituras é exemplo do novo modelo que o Governo do Estado adotou para atender mais regiões com serviços de infraestrutura, através da união de esforços com os municípios, segundo o governador Mauro Mendes afirmou quando da formalização da cooperação com os municípios.

 

“Um modelo que vai trazer economicidade, aumentando a capacidade de investimento. Os contratos que nós estamos licitando estão com valores muito mais baixos do que aqueles que eram licitados em administrações anteriores. É dinheiro público sendo bem aplicado e isso rende, dá resultado”, garantiu.

 

Conforme o edital de licitação, o processo será na modalidade Regime Diferenciado de Contratação (RDC), do tipo menor preço. A sessão pública de abertura das propostas será realizada no dia 10 de dezembro, às 9h, na sala de reuniões da própria Sinfra. A licitação também é transmitida em tempo real pelo canal do Youtube da Sinfra.

Leia mais:  Técnicos do Sírio Libanês se encantam com HMC e sinalizam parceria federal

 

Tanto o projeto executivo, quanto demais documentações complementares, assim como o edital, encontram-se disponíveis no site da Sinfra para consulta. Eventuais esclarecimentos de dúvidas quanto ao edital poderão ser solicitados, preferencialmente, via e-mail [email protected]

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Cinco pessoas são presas por crimes eleitorais em Cuiabá

Publicado

Cinco pessoas foram presas até às 13 horas deste domingo (29) por crimes eleitorais durante o 2º turno em Cuiabá. Além desses casos, o vereador Marcrean dos Santos (PP) esteve envolvido em uma das ocorrências, mas fugiu do flagrante, segundo informou o juiz auxiliar do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Lídio Modesto.

 

De acordo com o segundo boletim do TRE a primeira ocorrência foi na Escola Municipal Orlando Nigro, no bairro Pedregal, quando o vereador foi flagrado transportando um idoso para a zona eleitoral. Houve tumulto, o idoso foi preso e Marcrean fugiu do local. No entanto, foi registrado boletim de ocorrência contra o parlamentar, que irá responder pelo crime.

Outro caso de boca de urna foi registrado na Joaquina Cerqueira Caldas, no bairro Poção. Uma pessoa foi flagrada com 116 santinho dentro de um carro em frente à unidade escolar.

 

A terceira situação foi no bairro 8 de Abril, onde uma mulher foi presa por supostamente estar pedindo votos para eleitores que passavam. Ela negou o crime e disse que estava apenas conversando com o genro.

Leia mais:  SUGESTÃO DE PAUTA – Casamento Social Cuiabá 300 Anos será lançado nesta quinta-feira (06)

 

Também foi preso um homem na Escola Municipal Quintino Pereiro de Freitas, no bairro Canjica, por estar abordando pessoas para falar sobre votos. Após ser alertado da irregularidade do ato, ele causou tumulto na sessão eleitoral e acabou detido.

 

O último caso divulgado no boletim eleitoral foi do transporte ilegal de eleitores na Escola Municipal Maria Tomichi Ribeiro da Silva, no Ribeirão do Lipa, com um homem preso.

 

Todos os detidos foram encaminhados para o “Cadeião” na sede do TRE. Os caso serão julgados pelo juiz eleitoral Otávio Vinícius Peixoto. Além do magistrado, estão de plantão no Cadeião um delegado da Polícia Federal. Um membro do Ministério Público Eleitoral e um defensor público eleitoral.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana