conecte-se conosco


Mato Grosso

MT Ciências inicia novo formato com parceria dos municípios

Publicado

Contribuir para a popularização da ciência em Mato Grosso. Essa é uma das principais metas do projeto MT Ciências – Circuito Itinerante da Ciência, que possibilita à população o acesso a um universo de conhecimento nas áreas de ciência, tecnologia e inovação.

Promovido pelo governo do estado, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), o projeto é composto por uma unidade móvel (carreta) com baú adaptado, que dispõe de uma série de recursos que provocam a curiosidade dos visitantes.

Neste mês, estamos iniciando um novo formato de atendimento às cidades mato-grossenses. Agora, o MT Ciências conta com a parceria dos municípios, e é muito importante que os gestores públicos tenham ciência dessa ação para o desenvolvimento de sua cidade.

Estamos vivendo a era da 4ª Revolução Industrial, conhecida como Indústria 4.0 e a transformação científica e tecnológica têm avançado níveis que sequer imaginávamos há alguns anos e, para não ficarmos alheios a esse processo, precisamos acompanhar, entender e participar dessa renovação mundial.

Leia mais:  Seduc realiza reparos em escola de Rosário Oeste e comunidade escolar comemora

Uma das formas para atingir esses objetivos é promover ações que transmitam conhecimento e permitam o descobrimento dessa nova realidade, permeada pela ciência e tecnologia, que são essenciais para o crescimento sustentável de qualquer nação.

A carreta atua justamente no despertar dessas áreas. As experiências possibilitam a percepção de uma ciência acessível, abrindo um horizonte mais real, ainda que virtual, de oportunidades. Eu sou do tempo das “feiras de ciências” nas escolas, quando as crianças ficavam encantadas com as experiências que eram realizadas.

E o MT Ciências possibilita o acesso ao conhecimento de forma lúdica, capaz de despertar vocações, principalmente nas crianças e nos adolescentes. Com isso, podemos estar contribuindo para o surgimento de futuros cientistas, pesquisadores ou empreendedores no nosso estado.

Histórias parecidas como a da nossa aspirante a astronauta, Maria Gisllany, que se encantou com a ciência e tem conseguido trilhar um belo caminho para a realização do seu sonho.

Para se ter uma idéia da potencialidade desse projeto, somente os estados de Mato Grosso e Minas Gerais possuem unidades móveis nesse padrão em todo o país, porém, a de Mato Grosso é a maior e mais bem equipada.

Leia mais:  Operação prende integrantes de facção que coordenava tráfico de drogas em Juína

O MT Ciências já percorreu 11 municípios do estado e também participou de um evento em São Paulo. Mais de 40 mil alunos já conheceram as atrações do projeto. Nesta semana, a carreta está em Colíder e, nos próximos meses, seguirá para as cidades de Canarana, Tangará da Serra, Lucas do Rio Verde e Campo Grande (MS).

Diante da necessidade de ampliar essa ação tão essencial para o estado, conclamamos aos prefeitos para unirmos os esforços. O estado contribui, o município contribui e toda a população ganha com o projeto. É a ciência indo ao encontro dos excluídos do circuito da cultura científica e fazendo a diferença para o futuro do nosso país.

*Nilton Borgato é secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Duas mortes por Covid-19 são registradas nesta sexta-feira óbitos chega a 36 em MT

Publicado

por

Duas mortes foram registradas na madrugada desta sexta-feira (22) por Covid-19 em Mato Grosso. Um dos pacientes era morador de Curvelândia, a 311 km de Cuiabá, mas estava internado em unidade hospitalar de Cáceres.

O segundo paciente era morador de Juína, a 737 km de Cuiabá, e estava internado na capital. Os casos foram divulgados durante coletiva feita pelo secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo. Com estes casos, o estado registra 36 óbitos pela doença até a manhã desta sexta-feira (22).

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) notificou, até a tarde de quinta-feira (21), 1.187 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso.

Dos 1.187 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 626 estão em isolamento domiciliar e 428 estão recuperados. Há ainda 99 pacientes hospitalizados, sendo 52 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 71 em enfermaria.

No boletim, a SES também divulga que a rede do Sistema Único de Saúde (SUS) dispõe, atualmente, de 269 leitos de UTI e 877 leitos de enfermaria especificamente para pacientes com coronavírus no Estado.

Leia mais:  Câmeras de videomonitoramento auxiliam no combate à criminalidade nas rodovias

Considerando o número total de casos em Mato Grosso, 50,1% dos diagnosticados são do sexo feminino e 49,9% masculino; além disso, 344 pacientes têm faixa-etária entre 31 a 40 anos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana