conecte-se conosco


Mato Grosso

Mortes por coronavírus cresceram 540% em Mato Grosso

Publicado

O número de mortes em decorrência do novo coronavírus cresceu 540% no Estado em apenas um mês. O levantamento foi feito pelo Olhar Direto, com base nos dados divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde entre os dias 19 de abril e 19 de maio. Na terça-feira, Mato Grosso ultrapassou a marca de mil casos confirmados da Covid-19 e 32 óbitos decorrente da doença.

Dados do dia 19 de abril mostram que Mato Grosso tinha 174 casos confirmados e cinco mortes confirmadas em decorrência da doença. Um mês depois, em 19 de maio, os números mostraram 1.005 infectados pela nova doença, com um total de 32 mortes. Isso representa um aumento de 540% nos óbitos e de 477% nos testes positivos.

Na atualização desta quarta-feira (20), os números devem crescer ainda mais. Até terça-feira, o Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) ainda tinha 110 amostras em análise, para saber se as pessoas estão infectadas pelo coronavírus. Vale lembrar que o número tem crescido a cada dia.

Nas últimas 24 horas, surgiram 65 novas confirmações em Cuiabá (16), Várzea Grande (8), Barra do Garças (5), Jaciara (5), Rondonópolis (4), Peixoto de Azevedo (3), Nova Mutum (3), Confresa (3), Sinop (3), Campo Verde (2), Alto Boa Vista (1), Cáceres (1), Campos de Júlio (1), Jauru (1), Poconé (1), Primavera do Leste (1), Querência (1), Rosário Oeste (1), São Pedro da Cipa (1), Sapezal (1), Sorriso (1), Tangará da Serra (1) e Vila Rica (1).

Leia mais:  Junta Militar de Cuiabá realiza atendimentos pelo telefone e Whatsapp

Os casos confirmados estão em Cuiabá (309), Rondonópolis (97), Várzea Grande (85), Barra do Garças (60), Primavera do Leste (40), Tangará da Serra (35), Sinop (32), Lucas do Rio Verde (32), Sorriso (28), Rosário Oeste (26), Confresa (22), Cáceres (19), Peixoto de Azevedo (18), Jaciara (17), Nova Mutum (15), Querência (12), Tapurah (9), Alta Floresta (9), Mirassol D’Oeste (8), Jangada (7), Chapada dos Guimarães (7), São Pedro da Cipa (6),  São José dos Quatro Marcos (6), Pontes e Lacerda (6), Vila Rica (5), Pontal do Araguaia (4), Curvelândia (4), Campo Verde (4), Poconé (3), Nova Ubiratã (3), Nova Lacerda (3), Ipiranga do Norte (3), Campo Novo do Parecis (3), Aripuanã (3), Água Boa (3), Vila Bela da Santíssima Trindade (2), Vale de São Domingos (2), Rondolândia (2), Rio Branco (2), Poxoréo (2), Juscimeira (2), Conquista  D’Oeste (2), Canarana (2), Alto Araguaia (2), União do Sul (1), Sapezal (1), São Felix do Araguaia (1), Santo Antônio de Leverger (1), Santa Rita do Trivelato (1), Querência (1), Porto Alegre do Norte (1), Ponte Branca (1), Nova Xavantina (1), Nova Olímpia (1), Nota Mutum (1), Nova Monte Verde (1), Nossa Senhora do Livramento (1), Nobres (1), Lambari D’Oeste (1), Jauru (1), Guarantã do Norte (1), Cotriguaçu (1), Campos de Júlio (1), Alto Paraguai (1), Alto Garças (1), Alto Boa Vista (1), Acorizal (1) e residentes de outros Estados (21).

Leia mais:  Assembleia derruba veto e proposta de Max Russi poderá alavancar economia de pequenos municípios

Dos 1.005 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 522 estão em isolamento domiciliar e 363 estão recuperados. Há ainda 88 pacientes hospitalizados, sendo 45 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 43 em enfermaria.

Por: olhardireto

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Justiça Eleitoral já registrou mais de 55 mil pedidos de candidaturas

Publicado

Expectativa do TSE é de 700 mil candidaturas

Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já registrou mais de 55 mil pedidos de candidatura para concorrer aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador nas eleições municipais de 2020, até as 17h deste sábado (19). Seguindo a tradição brasileira, os homens são maioria na disputa, representando 66,9% dos pedidos, enquanto as mulheres 33,1%. A faixa etária predominante é de pessoas entre 40 anos e 44 anos de idade e mais da metade se declararam casados 53,1%.

A plataforma desenvolvida pelo TSE DivulgaCandContas aponta ainda que brancos e pardos estão em maior número entre os postulantes a uma vaga eletiva municipal, 53,61% e 33,94%, respectivamente, seguidos de pretos, 10,4%. Amarelos e indígenas não chegam a 1% dos registros até agora.

Em relação ao grau escolaridade, a plataforma aponta que 37,56% têm ensino médio completo, na sequência vem os que têm nível superior completo, 26,3% , fundamental incompleto, 12,4%, fundamental completo, 11,74%, superior incompleto, 4,83%, ensino médio incompleto, 4,68%. Os que declararam que apenas leem e escrevem somavam 2,48%.

Leia mais:  Junta Militar de Cuiabá realiza atendimentos pelo telefone e Whatsapp

A maioria dos candidatos não se encaixou em nenhuma das ocupações mais frequentes listadas pela Justiça Eleitoral e marcou “outros” nessa opção. Já servidores públicos, agricultores e empresários aparecem na sequência, com 7,16%, 6,92% e 6,54% dos registros. Comerciantes, vereadores e donas de casa representam 5,51%, 5,14% e 3,76%, respectivamente.

A quantidade exata de candidatos nas eleições de novembro ainda está muito aquém da previsão do TSE, de 700 mil. O prazo de entrega da documentação exigida pela Justiça Eleitoral para a solicitação dos registros pela internet expira às 8h do dia 26 de setembro. Após esse horário, a entrega terá que ser presencial e agendada, exigindo deslocamento ao cartório e os devidos cuidados sanitários.

O agendamento para atendimento presencial será feito pelos meios informados por cada TRE e cartórios eleitorais, e estará disponível das 8h30 às 19h. O atendimento será marcado conforme a ordem de chegada dos pedidos – o interessado não poderá escolher o horário.

Depois de receber os requerimentos, a Justiça Eleitoral valida a documentação e a encaminha à Receita Federal para emitir o CNPJ. Tendo CNPJ e o registro, os candidatos já podem abrir conta corrente da campanha e estão aptos para iniciar a arrecadação de recursos após o dia 26 de setembro.

Leia mais:  Combate à violência contra mulher é tema de evento no bairro Pedra 90

Nova data

Por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19), a data do primeiro e do segundo turnos das eleições municipais deste ano foram alteradas para os dias 15 e 29 de novembro, respectivamente. A mudança foi feita por meio da aprovação de uma emenda constitucional por deputados e senadores.

Por Karine Melo – Repórter Agência Brasil – Brasília

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana