conecte-se conosco


Brasil / Mundo

Morre, aos 88 anos, o diretor da Globo Mauricio Sherman

Publicado

source

O diretor  Maurício Sherman morreu aos 88 anos no Rio de Janeiro. Um dos criadores do ” Fantástico “, Sherman foi um dos principais nomes da televisão brasileira.

mauricio sherman
Divulgação/TV Globo

Mauricio Sherman

Na Globo , foi diretor executivo da Central Globo de Produção e dirigiu inúmeros humorísticos, como Riso Sinal Aberto (1966), Bairro Feliz (1966), Faça Humor, Não Faça Guerra (1973), Chico Anysio Show (1981), Os Trapalhões (1981) e Zorra Total (1999).

Sherman também esteve à frente de programas de variedades, como o Noite de Gala (1966), Moacyr Franco Show (1977), Video Show (1994) e Domingão do Faustão (2001).

Além disso, Maurício Sherman foi o responsável por lançar Xuxa e Angélica na TV brasileira. A primeira, no “Clube da Criança”, na extinta TV Manchete . Já Angélica foi lançada, aos 13 anos, no programa infantil “Nave da Fantasia”. Depois, ela substituiu Xuxa quando a eterna rainha dos baixinhos foi para a TV Globo .

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Leia mais:  Guedes defende devolver ao Congresso o controle do Orçamento
publicidade

Brasil / Mundo

PRF oferece modalidade de recolhimento virtual de documento para facilitar a vida do cidadão

Publicado

por

Para melhorar a prestação de se serviços à sociedade e desburocratizar com responsabilidade e eficiência, a Polícia Rodoviária Federal criou uma nova forma de recolher, nos casos devidos, o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) em uma fiscalização. Agora, o recolhimento é virtual. Em outras palavras, o motorista não terá que deixar o documento com a PRF nos casos em que a retenção dele é obrigatória. A partir da edição da Lei 13.281/2016, a legislação alterou o artigo 133 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e relativizou a obrigatoriedade do porte do documento.

Entenda melhor – Vamos tomar como exemplo uma situação hipotética: Você é abordado pela PRF. Durante a fiscalização o policial verifica que o para-brisa dianteiro do seu carro está danificado. Como não é possível, na maioria dos casos, realizar a troca do equipamento no local da fiscalização, a PRF libera o seu veículo para que você o leve até um estabelecimento apropriado para os reparos. Mas, para que isso ocorra, o agente da PRF recolherá virtualmente o CRLV. E como este “recolhimento” é feito? Simples. O policial irá incluir uma restrição no sistema, que permanecerá lá até que o problema que gerou o recolhimento seja resolvido. Um detalhe fundamental deve ser observado. Como o recolhimento é virtual, o usuário, após sanar o problema, poderá requerer a “devolução” (retirar a restrição) do documento em qualquer unidade da PRF. Outro detalhe interessante é quando o usuário não apresentava o CRLV, seja porque havia sido rasurado ou, por acreditar que poderia “esconder” uma situação onde o documento estaria sabidamente atrasado. O recolhimento virtual resolve também situações como estas.

Leia mais:  Guedes defende devolver ao Congresso o controle do Orçamento

Como era antes? – Era bem parecido; só que o agente PRF recolhia o documento físico. Assim, quando o usuário resolvia o problema, era obrigado a retornar ao mesmo local onde o CRLV havia sido recolhido para poder reavê-lo. Imagine aquela situação onde o local de recolhimento (posto da PRF) ficava a mais de 200, 500 quilômetros ou mais de distância da residência ou empresa do cidadão? Era complicado!

Recolhimento do documento físico pode ser feito?  Sim. O CRLV “de papel” pode ser recolhido durante uma fiscalização da PRF nos casos em que o policial suspeitar que há indícios de adulteração no documento ou, no caso, se ele perceber que há sinais de inautenticidade.

“A ideia foi desburocratizar e simplificar o processo , visando facilitar os procedimentos em prol dos cidadãos e agilizar o serviço dos policiais, mantendo a efetividade dos procedimentos”, pontuou o diretor de operações da PRF, João Francisco. A PRF foi o primeiro órgão do Sistema Nacional de Trânsito a se adequar aos tempos da “hiperconectividade” e normatizar um procedimento que viabilize a aplicação da medida administrava que evite o recolhimento do veículo (nos casos previstos), substituindo pelo recolhimento apenas dos documentos eletrônicos/digitais, visando a prestação de um serviço mais ágil e justo para a sociedade.

Leia mais:  “Respeitamos os deputados, mas temos pressa em aprovação”

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana