conecte-se conosco


Política

Moradores de Barão de Melgaço reclamam de valores abusivos nas contas de energia

Publicado

Foto: ELIEL TENORIO PEREIRA

 Na manhã de segunda-feira (11), o deputado estadual Elizeu Nascimento (DC), presidente da CPI da Energisa na Assembleia Legislativa (ALMT) participou de uma audiência pública na Câmara Municipal de Barão de Melgaço (cerca de 110 km de Cuiabá), para debater os aumentos abusivos nas contas de energia e a baixa qualidade dos serviços prestados à população pela empresa concessionária de energia elétrica Energisa S/A.

O parlamentar ouviu diversos depoimentos de pessoas que estão se sentindo prejudicadas pela empresa. Entre eles,  o de um morador da cidade, dizendo que costumava pagar R$ 300,00 de energia e, nos últimos meses, a fatura chegou a R$ 900,00. E por esse motivo acabou tendo que fazer empréstimo para saldar a conta.

"Minha conta vinha pouco mais de R$ 300,00. De repente foi pra mais de R$900,00 e, como eu estava sem dinheiro, tive que fazer um empréstimo para pagar”, conta o idoso.

Para Benedito, a empresa Energisa está prejudicando muito os moradores e também o comércio da cidade. "O mau funcionamento da energia na cidade tem prejudicado minha família. Meu filho tem sorveteria e, para produzir e conservar o produto, ele depende 100 % de energia e o meu genro, que é cabeleireiro, também não tem como exercer a sua profissão sem energia”, disse o morador, indignado.

Leia mais:  CCJR realizará primeira reunião ordinária de 2019 nesta terça-feira

Josias é outro que está tendo seu comércio afetado pela falta de energia e pelo aumento abusivo nas faturas. “Geralmente, quando estou com a pousada cheia hóspedes, a energia acaba e demora três ou mais horas para voltar, já aconteceu de retornar só no dia seguinte. Mais o problema maior é o abuso nas contas. Eu costumava pagar cerca de R$ 600,00 mensal e no mês de setembro a conta chegou a mais de R$ 5.000,00, e isso no momento que a minha pousada menos recebe clientes. Terei que vender meu carro para pagar a fatura", contou desolado, o comerciante.

“Esses problemas afetam a todos nós. Não podemos nos calar temos que estar unidos nessa luta por um preço justo nas faturas de energia e por serviços de qualidade para toda a população matogrossense”, declarou o parlamentar.

Sob a presidência do deputado Elizeu Nascimento, foi instalada no dia 8 de outubro, na Assembleia Legislativa, uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) com o objetivo de averiguar possíveis irregularidades, praticadas pela Energisa. A comissão terá 180 dias para apurar os indícios de irregularidades e, nesse momento, está levantando todas essas denúncias.

Leia mais:  Dr. Xavier quer que PSF do Independência seja reinaugurado logo

A reunião, requerida pelo presidente da Câmara Municipal de Barão de Melgaço, vereador Ênio de Arruda Júnior, contou com a presença do prefeito da cidade, Elvio de Souza Queiroz, de autoridades locais e de centenas de moradores.

Comentários Facebook
publicidade

Política

Presidente da AL tem sintomas em MT

Publicado

por

Mais dois chefes de Poderes foram diagnosticados com o novo coronavírus. O presidente do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT), conselheiro Guilherme Malu, e o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM). A assessoria da Corte de Contas explicou que, apesar do exame PCR de Maluf ficar pronto somente nesta terça-feira (14), “os exames preliminares de Tomografia Computadorizada já confirmaram o diagnóstico”.

O conselheiro já iniciou o tratamento em um hospital na cidade de São Paulo e a sessão do TCE desta terça foi cancelada. Já Botelho apresentou sintomas da doença, como febre, dor no corpo e tosse. Ele está em recuperação.

O parlamentar não deverá presidir a sessão da próxima quarta-feira (15). Apesar do diagnóstico, o líder do governo, deputado Dilmar Dal Bosco (DEM, acredita que não  se deve adiar a 2ª votação da reforma da Previdência. “Nós temos prazos e calendário.

Acredito que o presidente pode participar da sessão de casa e outra pessoa pode presidir a sessão sem problema algum”, disse. Botelho é o 7º parlamentar infectado. Antes, os deputados estaduais Wilson Santos (PSBD), Max Russi (PSB),Paulo Araújo (PP), Faissal Calil(PV), Walmir Moretto (PRB) e Thiago Silva (MDB) foram diagnosticados.

Leia mais:  CCJR realizará primeira reunião ordinária de 2019 nesta terça-feira

Já no Executivo estadual, além do governador Mauro Mendes (DE), foram infectados os secretários Gilberto Figueiredo (Saúde), Allan Kardec (Cultura), a secretária-adjunta Laice Souza (comunicação) e o chefe de gabinete do governador, ‘Beto 2 a 1’.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana