conecte-se conosco


Cidades

Ministro promete terminar duplicação da BR-163 e contrato da Ferrogrão

Publicado

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, prometeu nesta sexta-feira (18), a retomada da duplicação da BR-163 até Sinop e a finalização do trecho entre Cuiabá e Rondonópolis ainda em 2021. Durante ato de homenagem ao agronegócio, o ministro ainda falou sobre os projetos de ferrovias e assegurou que assina em novembro o contrato da Ferrovia de Integração do Centro Oeste, a Ferrogrão.

O titular da Infraestrutura reforçou que tratará Mato Grosso com carinho e senso de urgência. Segundo ele, o Estado daqui alguns anos terá maior entroncamento de ferrovias.

“Eu sei que a BR-163 é uma necessidade e quero dizer o seguinte, até ano que vem nós vamos terminar a duplicação de Rondonópolis para Cuiabá fazendo os contornos que estão faltando e nós vamos dar uma solução para a questão Rota do Oeste. Muito em breve os senhores vão ver uma nova realidade, um novo contrato e essas obras acontecendo, porque a gente sabe que tem que duplicar a 163 até Sinop e ela vai ser duplicada, não é só a 163, mas a 242, a 158, a 174 e a 364. A gente vai ver isso acontecendo”, declarou.

Leia mais:  Agência Brasil explica: como fazer a amortização do FGTS pelo celular

A celeuma da BR-163, corredor da safra, está no trecho de cerca de 260 km da BR-163 entre o Posto Gil, em Diamantino, até Sinop, onde é cobrado pedágio, mas não tem duplicação.

A concessão da rodovia foi feita à Odebrecht ainda no Governo Dilma Rousseff , em 2014, e até hoje o trecho em que circulam milhares de carretas ao dia não tem duplicação, o que torna a via um verdadeiro corredor da morte.

Era previsto que 90% da rodovia fosse duplicada, até 2019, no entanto, apenas 26% passou pela duplicação.

Uma das saídas pode ser o rompimento do contrato com a Odebrecht e a realização de nova licitação.

Veja o vídeo:

 

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Prefeitura publica calendário de pagamento do IPTU; veja datas

Publicado

A Prefeitura de Cuiabá estabeleceu a programação para pagamento do IPTU em 2021, que deve começar a partir de 1º de março. O Decreto nº 8.285, que determina o cronograma, foi publicado na Gazeta Municipal.

 

Assim como em outras edições, o pagamento poderá ser feito em cota única ou em até oito parcelas. O valor mínimo de cada parcela será de R$ 57,26.

 

Aqueles que não tiverem débitos de anos anteriores e optarem por quitar o IPTU em cota única até o dia 14 de abril, terão desconto de 10%. Os carnês serão enviados para todos os contribuintes que contam no Cadastro Imobiliário do Município.

 

Já as guias do IPTU de imóveis territoriais deverão ser retiradas nos postos de atendimentos do Município ou por meio do site.

 

A retirada presencial poderá ser feita no Centro Integrado de Atendimento ao Contribuinte (CIAC), nas Lojas de Atendimento ao Contribuinte (LAC-Norte e LAC-SUL), e em outros postos de atendimento que serão indicados pela Prefeitura de Cuiabá.

Leia mais:  Sine oferece mais 100 oportunidades de emprego; confira

 

Outra informação que o munícipe deverá ficar atento é em relação ao pedido de isenção do pagamento, que neste ano poderá ser feito no período de 1º de junho a 30 de julho, com validade até 2024.

 

Caso a solicitação seja indeferida, será concedido um prazo de 30 dias, a partir da ciência do contribuinte quanto à decisão, para que o valor seja pago sem desconto e sem a incidência de juros e multa.

 

“De acordo com os termos do art. 5º da Lei nº 5.355/2010, alterado pela Lei nº 5.797/2014, estão isentos do Imposto Predial e Territorial Urbano os imóveis residenciais com valor venal atualizado igual ou inferior a R$ 33.921, excluindo-se os imóveis territoriais, comerciais, unidades autônomas desdobradas com cadastro individualizado para fins tributários, chácaras de recreio e garagens de edifícios”, explica o decreto municipal.

 

Veja calendário de pagamento: 

 

Primeira parcela e cota única: 14 de abril

 

Segunda parcela: 14 de maio

 

Terceira parcela: 14 de junho

Leia mais:  Na região Sul, prefeito entrega o primeiro Centro Educacional Infantil Cuiabano

 

Quarta parcela: 14 de julho

 

Quinta parcela: 13 de agosto

 

Sexta parcela: 14 de setembro

 

Sétima parcela: 14 de outubro

 

Última parcela: 12 de novembro

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana