conecte-se conosco


Agricultura

Ministro em exercício participa da abertura da AgroBrasília, na capital federal

Publicado

O ministro em exercício Marcos Montes (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) participou nesta terça-feira (13) da abertura da 12º edição da Feira Internacional dos Cerrados (AgroBrasília). O evento, que acontece até o dia 18 de maio, faz parte do calendário das grandes feiras do agronegócio brasileiro.

Para Marcos Montes, a AgroBrasília reúne agricultura familiar, tecnologia, empresariado e o cooperativismo. “Com essa mistura, através das cooperativas, aqui encontramos um ambiente altamente favorável para mostrar ao Brasil que só nesse caminho é que pode dar certo”, disse o ministro em exercício.

No evento, Montes disse que a ministra Tereza Cristina está trabalhando com a área econômica do governo na elaboração do Plano Safra 2019/2020, que deve ser lançado no início de junho.  

“A ministra Tereza Cristina, juntamente com a equipe econômica, e abonada pelo presidente Jair Bolsonaro, que também é um entusiasta do campo, um defensor do produtor rural, está buscando tudo o que é possível para termos um crédito à altura do produtor rural. Estamos esbarrando na questão fiscal e às vésperas da aprovação da Reforma da Previdência, enquanto isso o governo se equilibra no que tem, mas priorizando esse setor que é responsável pelo equilíbrio da nossa balança comercial”, destacou.

Leia mais:  Tereza Cristina se reúne com secretários para discutir projetos estratégicos

Montes também pediu ao governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, atenção à questão da regularização fundiária no DF. “É fundamental que o Brasil inteiro tenha a possibilidade de igualdade de condições. Aqueles que não têm a sua titulação não podem buscar financiamento, e a competição fica desequilibrada”, disse.

A AgroBrasília é a maior feira de agropecuária do Centro-Oeste e uma das cinco maiores do país. Neste ano, a expectativa é que 120 mil pessoas passem pelo Parque Ivaldo Cenci, a cerca de 60 km de Brasília. A expectativa para esta edição é de uma movimentação de R$ 1,5 bilhão em negócios.

Mais informações à imprensa:Coordenação-geral de Comunicação Social
[email protected]

Fonte: MAPA GOV
Comentários Facebook
publicidade

Agricultura

Recadastramento de pescadores deve começar em cerca de 30 dias

Publicado

por

O novo Registro Geral de Pesca (RGP) está pronto, anunciou nesta sexta-feira (19) o secretário de Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Jorge Seif Junior. De acordo com Seif, em aproximadamente 30 dias deverá ser iniciado o recadastramento dos pescadores. “Ainda será editada uma instrução normativa com todas as regras a serem atendidas para ingresso no novo sistema, que permitirá o cruzamento de dados com tecnologia usada por bancos digitais”, afirmou. O secretário alerta aos trabalhadores da atividade que se organizem, desde já, para apresentar toda a documentação.

O registro anterior, por conter irregularidades, foi suspenso atendendo a recomendação da Controladoria-Geral da União (CGU). Além de recadastrar os pescadores, o novo Registro Geral de Pesca vai permitir a inclusão dos profissionais que pescam com protocolo desde 2015, ano em que o sistema foi suspenso.

O prazo para lançamento da ferramenta foi ampliado para atender aperfeiçoamentos que deverão evitar eventuais fraudes. O cadastro é necessário para que o pescador tenha acesso à carteira de pesca e a benefícios como o seguro defeso.

Leia mais:  Tereza Cristina participa de Reunião de Líderes de Agricultura do Hemisfério Ocidental

O descadastramento de pessoas que não tinham o direito de receber o seguro defeso já resultou, de acordo com dados da secretaria, em economia de R$ 6 milhões por ano. O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), em articulação com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, disponibilizou a liberação de linha direta para o descadastramento dos beneficiários do seguro-defeso. O cancelamento do benefício pelo telefone 135 facilitou o desligamento voluntário por pescadores sem direito ao seguro, o que evitou a aplicação, nesses casos, de possíveis penalidades.

 

Mais informações à imprensa:Coordenação-geral de Comunicação Social
[email protected]

Fonte: MAPA GOV
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana