conecte-se conosco


Esportes

Ministério Público pede a prisão do goleiro Denis, que atualmente joga na Europa

Publicado

Goleiro Denis estava no Figueirense até julho deste ano arrow-options
Site oficial

Goleiro Denis estava no Figueirense até julho deste ano

O Ministério Público pediu a prisão do goleiro Denis, ex-Ponte Preta, São Paulo e Figueirense, em ação que tramita sob segredo de justiça – o jogador atualmente defende as cores do Gil Vicente, clube de Portugal.

Leia também: Avó do jogador Daniel ainda não sabe que o neto morreu assassinado

De acordo com o Blog do Paulinho , a decisão do MP contra o goleiro Denis é por calote em pensão alimentícia. A pendência existe desde meados de 2017.

Antes de acatar o pedido de prisão, a Justiça juntou as recentes declarações de Imposto de Renda do arqueiro, além de pedir para que São Paulo e Figueirense  fornecessem todos os valores pagos ao atleta nos últimos anos, seja por CLT ou direitos de imagem.

Além de estar na mira da lei por conta da pensão, Denis enfrenta também problemas com o Figueirense, que conseguiu cassar a liminar que facilitou a saída do jogador para o futebol europeu.

Leia mais:  Confira a agenda do futebol deste sábado, 08 de abril de 2019

Leia também: Najila pode ser presa por acusação contra Neymar? Advogados respondem

Em julho, o jogador conseguiu a rescisão unilateral do seu contrato do goleiro com o Figueira. No processo, ele comprovou o não recolhimento do FGTS desde abril de 2018, além da falta de 13º, férias e outras bonificações.

O goleiro Denis tem 10 dias para justificar sua saída do Figueirense. A desembargadora que cuida do caso acatou um mandado de segurança impetrado pelo clube catarinense, que alega “prejuízo” e “risco” para o planejamento no restante da temporada. A decisão cabe recurso.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Goiás, com um a menos e de virada, bate o Internacional no Serra Dourada

Publicado

por

Lance

Goiás x Internacional - Campeonato Brasileiro arrow-options
reprodução / Twitter

Goiás x Internacional – Campeonato Brasileiro

Se o panorama do primeiro tempo com expulsão no time adversário e a abertura do marcador davam a entender que vinha pela frente uma tranquila vitória do Internacional sobre o Goiás no Serra Dourada, a etapa complementar transformou o panorama da partida e quem parecia condenado no jogo virou o placar para um heroico 2 a 1.

Com o resultado, o  Goiás foi para a 11ª posição com 21 pontos ganhos enquanto o Internacional segue com 24 unidades e em sétimo lugar do Campeonato Brasileiro.

GOL COLORADO E PREJUÍZO DOBRADO

Em partida que estava bastante corrida e com busca de alternativas para os dois lados, aos 11 minutos Wellington Silva achou uma bola muito bem enfiada visando a infiltração de Guilherme Parede que, de frente com Tadeu, chutou de perna esquerda no meio das pernas do arqueiro goiano. 

Depois do gol, a arbitragem analisou o lance desde sua origem com o uso do Árbitro de Vídeo e, além de confirmar o tento, ainda viu lance de falta onde Léo Sena acabou pisando com a ponta do pé na mão de Rithely e decidiu dar cartão vermelho para o atleta do Goiás.

MUDANÇAS FORÇADAS

Com o panorama modificado tanto pelo gol como pela expulsão de Léo Sena, Ney Franco decidiu fazer a transição de estilo de jogo com a saída do centroavante Rafael Moura para a entrada de Leandro Barcia, prevendo maior dificuldade em conseguir prender a bola no sistema ofensivo e apostar mais nos lances de velocidade.

Leia mais:  Acidente de van mata jogador da seleção tcheca e deixa dois brasileiros feridos

Por sua vez, o Inter teve Natanael caindo no gramado acusando dores musculares aos 23 minutos e Odair colocou o nome que tinha à disposição para o lado esquerdo, o jovem Erik. 

LOMBA, NO REFLEXO

A vantagem no marcador e o domínio da posse de bola faziam com que o time visitante tivesse mais interesse em administrar a partida tirando a velocidade do confronto e evitando momentos de reação do Esmeraldino. 

Mesmo assim, aos 36, os anfitriões acharam espaço para Michael, na pura habilidade, driblasse três marcadores e só parasse em uma defesa precisa de Marcelo Lomba em chute rasteiro.

QUASE O SEGUNDO!

Logo aos dois minutos do tempo complementar, em grande jogada pelo lado direito de ataque do Inter, Guilherme Parede quase conseguiu retribuir a assistência de Wellington Silva e cruzou na medida para o camisa 11, mas o atacante não conseguiu concluir de maneira equilibrada e ela subiu por sobre o travessão da meta defendida por Tadeu.

MELHOROU E MERECEU

Com pouco mais de 30% de posse de bola na etapa inicial e após tomar o um susto logo na volta da partida, o time da casa começou a se soltar mais para o campo de ataque, elevando sua atuação na partida e as chances de chegar a igualdade.

O Inter até conseguiu uma oportunidade interessante nesse período em cobrança de falta que deu trabalho a Tadeu. Todavia, aos 25, a extrema habilidade de Michael, que já havia aparecido bem na etapa inicial, surgiu bem novamente com o camisa 11. Dessa vez, de maneira letal. Partindo pra cima da marcação, o atacante saiu muito bem da marcação após dois dribles desconcertantes já na grande área do Internacional e bateu no extremo canto esquerdo de Lomba para deixar tudo igual.

Leia mais:  Sorriso ausente nos últimos dias precisa vencer as polêmicas de Neymar

SALVA, TADEU!

Tomar o gol acabou fazendo com que o time gaúcho se sentisse praticamente na obrigação de ser mais ofensivo e passasse, nesse momento, a ser bem mais intenso do que havia conseguido em praticamente todo o confronto mesmo tendo um homem a mais em campo. Foi aí que o goleiro Tadeu apareceu com destaque fundamental para garantir o precioso ponto.

Em cruzamento rasteiro, Parede recebeu com liberdade na marca do pênalti e tocou de letra para defesa providencial de Tadeu. Dois minutos depois, Nico López fez incrível lance individual ao chapelar Yago Felipe e bater para uma intervenção magistral do arqueiro Esmeraldino.

O GOLAÇO DA VIRADA

Já no último minuto do confronto, após falta do zagueiro Klaus em Leandro Barcia, ficou sob o encargo de Rafael Vaz a responsabilidade de fazer o tento da virada. E o zagueiro bateu com uma cobrança excelente, no ângulo direito de Marcelo Lomba, e concretizou o resultado positivo do Goiás .

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana