conecte-se conosco


Sem categoria

Menino Heitor é encontrado

Publicado

O delegado da Polícia Civil de Lucas do Rio Verde, Eugênio Rudy Júnior, explicou que um trabalhador do aterro sanitário localizou o menino Heitor Maciel e ligou para o Corpo de Bombeiros. Segundo o policial, a investigação será concluída em 30 dias.

 

“A Polícia Civil foi de imediato ao hospital e conversou com os médicos. A situação da criança é boa, está com saúde, tem pequenas escoliações decorrente do período que esteve desaparecida, mas passa bem. Agora as investigações policias continuam, nós queremos saber as circustâncias em que a criança chegou até o local e o inquerito policias tem 30 dias para ser concluído”.

 

(Atualizada às 16h32) – Após o desaparecimento do menino de 2 anos, Heitor Maciel, em Lucas do Rio Verde (354 km ao norte de Cuiabá) na quinta-feira (24), o Corpo de Bombeiros encontrou a criança próximo ao aterro sanitário da cidade, neste domingo (27).

 

Por meio de nota os Bombeiros afirmaram que o menino foi localizado por volta das 15h15, depois de receberem uma ligação de um morador informando que ele estaria no aterro.

Leia mais:  Aposentadoria tem novo cálculo a partir de hoje

Segundo a Polícia Civil, Heitor foi encaminhado ao Hospital São Lucas e está recebendo os atendimentos médicos e será avaliado fisicamente.

 

Em live trasmitida pelo site local Terra MT, a população luverdense estava em frente a unidade hospitalar comemorando junto a sua família. De acordo com informações do portal, ele foi encontrado com algumas escoriações, assaduras e fome.

No dia anterior, funcionários do Terminal Rodoviário do município decidiram analisar as câmeras do local e acharam que tinham encontrado o menino. As imagens do vídeo foi imediatamente encaminhada para a polícia, porém a hipótese foi descartada.

 

O caso ainda aguarda investigação.

Entenda o caso

Heitor Maciel desapareceu em uma chácara na companhia dos pais e outros parentes para passear e passar o feriado de Natal.

A mãe da criança relatou que estava na cama dormindo com o menino. Em determinado momento ela acordou e foi ajudar o esposo que fazia a troca de um disjuntor. Passados alguns minutos, a mãe retornou ao cômodo onde o menino dormia, porém a criança não estava mais no local.

Leia mais:  Previsão de volta às aulas na UFMT é para o dia 12 de maio

Imediatamente os pais e parentes saíram à procura do garoto ao redor da casa e nas proximidades da chácara, mas não conseguiram encontrar Heitor. Logo que acionados sobre o desaparecimento, os policiais civis e militares foram até o local.

A Polícia Civil segue ouvindo testemunhas e familiares, bem como estão sendo feitas buscas por câmeras de monitoramento do local a fim de localizar a criança.

 

Veja vídeo 

 

 

Comentários Facebook
publicidade

Sem categoria

Vendas de veículos novos caem 26% em 2020 e setor tem pior resultado desde 2016

Publicado

Foram emplacados 2,05 milhões de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus. Pandemia do coronavírus interrompeu sequência de crescimento, mas Fenabrave prevê alta de 16% em 2021.

As vendas de veículos novos caíram 26,16% em 2020, segundo resultados divulgados nesta terça-feira (5) pela Fenabrave, a associação dos concessionários. Foi a primeira queda nas vendas em 4 anos e o maior tombo anual desde 2015, reflexo da pandemia do coronavírus.

Foram emplacados 2.058.315 automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus. Como comparação, em 2019 foram 2.787.618. Em 2016, foram 2.050.240 unidades.

Para o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, a queda em 2020 foi menor que a esperada e o resultado só não foi melhor pelos problemas com falta de peças e componentes enfrentado pelas fabricantes.

“Os principais fatores que influenciaram nessa melhora, principalmente a partir do segundo semestre, foram a manutenção da taxa de juros, em um patamar baixo e o Auxílio Emergencial, oferecido pelo Governo Federal, que colaboraram para o aquecimento do comércio e para a baixa inadimplência”, disse Alarico.

Leia mais:  Nery Geller é preso pela PF
Vendas de veículos novos no Brasil — Foto: Economia G1

Com o retorno pleno do funcionamento das atividades econômicas, dezembro registrou as maiores vendas do ano, com 194.679 veículos vendidos e crescimento de 8,43%. O melhor número anterior havia sido em novembro, com 177.561 unidades.

O presidente da associação também aponta para a falta de disponibilidade de veículos no mercado, como reflexo da pandemia. Para ele, por isso, a recuperação “não foi suficiente para superar os resultados do último trimestre de 2019”.

Previsões para 2021

 

A entidade espera um crescimento gradual das vendas para este ano, projetando uma alta de 16% para automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus, sobre os resultados de 2020. As previsões se baseiam na expectativa de crescimento do PIB e na retomada da economia.

“Esperamos poder recuperar, aos poucos, o mercado, mas ainda há incertezas e fatos que podem repercutir nas nossas projeções”, aponta Alarico Assumpção Júnior.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana