conecte-se conosco


Política

Mendes se reúne com Maia e tenta evitar multa de R$ 500 milhões a MT

Publicado

O governador Mauro Mendes (DEM) viajou à Brasília nesta terça-feira (3) para cumprir uma série de agendas, sendo a principal delas uma reunião com o presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), e outros chefes de Estado para discutir a questão do Teto de Gastos.

De acordo com o governador, Mato Grosso depende da aprovação de uma lei no Congresso Nacional para evitar o pagamento de multa de mais de R$ 500 milhões à União a partir de janeiro de 2021, por conta do estouro do Teto em 2018 – ainda na Gestão Pedro Taques (SD).

“Em 2018, o Governo da época não cumpriu o contrato que ele assinou com a União e lá é claro: não cumprindo o Teto de Gastos, todo benefício fiscal com a renegociação da dívida tem que ser devolvido para a União. Isso dá mais de R$ 500 milhões. É lamentável”, disse.

Estamos tentando construir junto com alguns outros governadores uma solução para esse problema, para não penalizar o nosso Estado

Segundo Mendes, o Estado “andou na linha” em 2019 e esse será um dos argumentos defendidos em Brasília.

Leia mais:  Vereador apresenta Lei para coibir venda de produtos ilícitos em Cuiabá

“Estamos tentando construir junto com alguns outros governadores uma solução para esse problema, para não penalizar o nosso Estado, já que em 2019 nós cumprimos o Teto de Gastos, conforme foi assinado com o Governo Federal”, afirmou.

Vacina

O governador também deve se reunir com um dos principais assessores do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para falar sobre a compra de vacina contra o coronavírus.

Ele afirmou que está evitando entrar nas polêmicas sobre o assunto, mas defendeu que a compra e vacinação da população é a melhor forma de vencer a doença.

“É um avanço da ciência e existem dezenas de doenças que foram enfrentadas ao longo de tantos anos com implementação da vacina. Então, a ciência está produzindo vacinas ao redor do planeta e eu acredito que é um caminho seguro para que possamos vencer mais uma etapa no combate à pandemia”, afirmou.

 

fonte: MidiaNews

Comentários Facebook
publicidade

Política

Deputado assina TAC e promete não realizar mais festas

Publicado

O deputado estadual Faissal Calil (PV) assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público Estadual (MPE) no qual se compromete a não realizar festas em sua residência, localizada no bairro Shangri-lá em Cuiabá, que excedam o volume de som permitido na “Lei do Silêncio”. O desrespeito à norma renderá multa no valor de R$ 3 mil.

“Se abster, a partir desta data, de produzir nos eventos realizados em sua residência ou sob sua responsabilidade, ruídos em níveis tais que possam resultar em danos à saúde humana”, diz o promotor 17ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Urbanística e do Patrimônio Cultural de Cuiabá, Gerson Natalício Barbosa.

 

De acordo com o TAC, chegou ao conhecimento da promotoria de Justiça que o deputado realizou uma festa para comemorar a vitória do vereador Marcus Brito Jr. (PV), que é seu aliado político. O termo de compromisso foi assinado no dia 15 de dezembro.

Ainda consta no documento que as celebrações são realizadas com frequência no local. “De acordo com a notícia, as festas organizadas pelo senhor Faissal Jorge Calil Filho são recorrentes e causam grande perturbação à vizinhança”.

Leia mais:  Prefeitura distribui pias para higienização da população

 

Veja vídeo da festa 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana